História A Gravação - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~mike_viado

Postado
Categorias EXO, F(x)
Personagens Baekhyun, Kris Wu, Krystal Jung, Lay, Sehun, Suho, Tao
Tags Baekhun, Deathfic, Drama, Krisho, Laystal, Sebaek, Setao, Suícidio, Taohun
Exibições 42
Palavras 994
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, tudo bem? Espero que gostem desta fanfic assim como eu gostei. Deu um trabalho enorme para concluir esta obra, mas por fim, conseguimos. Espero muito que gostem ❤️
- szNamjinsz

Olá *moonface* no começo desse ano eu escrevi uma oneshot baseada em rpg, mas esta eu escrevi com a mais linda pessoa <2 é baseada em um rpg nosso. Tivemos uma discordância numa certa parte, mas depois conseguimos terminar.
Infelizmente, não tem krisho nem laystal, só menções.
Bom, eu gostei de escrever isto, para ser sincera.
Eu espero mesmo que vocês gostem e shippem muito sebaek <22
- mike_viado

Capítulo 1 - Tenho uma coisa para te contar


Mais um dia normal na vida do motorista particular de Sehun. Tudo se repetia como se fosse um déjàvu: ele acordava, tomava um banho de cinco minutos, comia algo e dirigia para a casa de Sehun e o esperava para levá-lo à escola.

Sehun saiu de casa assim que ouviu a buzina do carro de Baekhyun.

— Bom dia, Baekhyun — o garoto sorriu entrando no carro

— Bom dia, senhor. Você dormiu bem? Está preparado para mais um dia? — ele ligou o carro e deu partida — O senhor quer ouvir uma música para alegrar a manhã?

— Eu já lhe disse para me chamar apenas de Sehun! E falando assim, sinto como se fosse um ajusshi. Tenho só quinze anos, lembra? Ah, eu dormi bem, e para ser sincero, preferia estar dormindo agora. Mas e você, está bem? Eu gostaria de ouvir fuck your body, mas nunca toca na rádio

Baekhyun tossiu um pouco. Um menino dessa idade escutando esse tipo de música?

— Eu dormi bem, sua mãe conversou comigo ontem e disse que eu estou indo bem, me motivou a continuar — Baekhyun sorriu.

— Seu pai é uma pessoa difícil. Acho que ele quer que você seja como ele. Você já namorou? Geralmente, pessoas muito ricas não namoram com medo de... — Ele pensou um pouco — Com medo de que a outra pessoa seja interesseira, sabe do que estou falando. Tome cuidado, existem muitas interesseiras por aí. Eu também gosto muito de você, é um bom garoto.

— Nunca namorei — abaixou a cabeça — Exatamente por isso. Tenho medo das pessoas.

— Não precisa ter medo das pessoas, elas não são monstros. — “Falou o cara que tem medo de mulheres”, Baekhyun pensou. — E aquele seu amigo? Eu te vi com ele uma vez. Ele é um pouco mais alto que você. É seu amigo certo?

— Aquele é Zitao. — O garoto sorriu — Digamos que ele é meu amigo.

— Ele parece um amigo sincero, valorize amizades assim — Ele sorriu e concluiu: — Acredite, são poucas. Sabe quem é a única “pessoa” que eu considero amigo? Meu cachorro. Ele é o único que me dá conselhos. — Ele estacionou o carro na porta da escola — Até mais tarde, Sehun.

— Vou valorizá-lo, ele é o único que tenho. Isso mesmo, Sehun! — o garoto sorriu — Até mais tarde, Baekhyun.

O garoto cumprimentou o amigo assim que o viu encostado no muro da escola. Baekhyun retirou o carro e foi embora.

— Oi, Sehun — disse Zitao cumprimentando-o com um selinho — Você está bem? Eu acho que sua professora já chegou, vamos entrar?

— Ah, eu odeio aquela professora! — ele fez cara de desânimo — Tem planos para depois?

— Meu pai Junmyeon vai me levar para o wushu, mas acho você também tem que ir para casa, seu motorista é muito pontual. Mas... — ele pensou um pouco — Amanhã eu não tenho nada, ele não pode tirar uma folga? Ou você pode ir à minha casa ou... seu pai não me conhece, não é mesmo?

— Ele não me deixa sair de casa sozinho — Sehun abaixou a cabeça — e ele não conhece você. Também não acho que ele me deixaria ir

— Eu queria que ele... aceitasse. Sabe, eu contei para os meus pais, eles me aceitaram, até porque são homossexuais também. Eu contei sobre você, que estamos juntos há um tempo. Meu pai Yifan pediu para que eu levasse você para eles conhecerem

Sehun ficou surpreso.

— É verdade?! Isso é maravilhoso! Eu preciso conhecê-los, meu pai precisa entender que isso é normal e que eu te amo. Mas, mudando de assunto, é melhor irmos agora, a professora Hyuna não gosta de atrasos.

Os dois se despediram e combinaram de se encontrar novamente na saída.

~

— Sehun! — Zitao gritou assim que saiu de sua sala, mas não conseguia encontrar o outro. Sehun ouviu e correu à procura dele

— Zitao, eu estou aqui — Sehun o abraçou

— Vamos rápido, eu quero que você veja o meu pai — ele puxou Sehun para fora da escola

O pai do garoto estava encostado na moto. Acenou para os dois e Sehun acenou de volta.

— Eu realmente gostaria de falar com ele, mas se Baekhyun chegar aqui e não me vir, pode complicar

— Tudo bem, nós nos vemos amanhã — Zitao selou seus lábios com os de Sehun e foi ao encontro do pai.

Baekhyun, que já estava perto do portão da escola, ficou surpreso ao ver aquela cena.

— Eu sabia que não eram só amigos — ele falou sozinho

Assim que Sehun entrou no carro, Baekhyun sorriu para ele.

— Olá, Sehun, como foi a sua aula hoje? Se alimentou direitinho no almoço?

— A aula foi uma chatice, como sempre. E como você está?

— Eu estou muito bem. Tem uma coisa que preciso te contar — ele ligou o carro e deu partida — Mas não sei qual é o momento certo para isso

— Sobre o que é? — Sehun sorriu — Pode falar

Baekhyun deu de ombros

— Seu pai me chamou para jantar amanhã com vocês, então será amanhã. Eu acho que você vai adorar.

O rapaz pensou naquilo que estava dizendo, não poderia chantagear o garoto. Na verdade, por algum motivo, ele sentiu que deveria chantageá-lo.

— É mesmo? Você pode conhecer a minha cadela!

— Ah, ela deve ser uma ótima “pessoa” também, acho que seremos bons amigos

— Eu não aguento esperar, Baekhyun, me conte agora!

— Por isso mesmo! Você precisa aprender a controlar os seus desejos. Mas não se preocupe, você será o primeiro a saber. Contarei primeiro a você, amanhã quando sair da escola. Tenha uma boa noite — ele estacionou o carro em frente à casa de Sehun

— Tudo bem. Tenha uma boa noite também — ele saiu do carro e entrou em casa. Avisou aos pais que tinha chegado, foi para o banheiro de seu quarto e tomou um banho enquanto pensava na tal coisa que Baekhyun tinha para dizer. — Será que é sobre o Tao? Eu estou louco para saber!

Mal sabia Sehun que realmente tratava de Zitao. Mas em sua cabeça, era uma coisa boa. Talvez a tal coisa poderia prejudicá-lo, e muito. 


Notas Finais


Aqui é mike, eu vim aqui de incherida para dizer... LEIAM NO WATTPAD TAMBÉM :D https://www.wattpad.com/story/91128353-a-grava%C3%A7%C3%A3o

Eu espero que vocês tenham gostado <2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...