História A Guerra das Seis Raças - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Espada, Guerra, Luta, Magia, Raça, Vampirismo
Exibições 2
Palavras 909
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Luta, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Erros, visitas e despedidas


O professor de Sophie havia decidido dar uma aula de treinamento que afetam o corpo em si, mas primeiro deveria explicar sobre cada raça, para que os alunos conheçam a biologia das mesma

-Olá alunos, hoje vamos aprender sobre algumas magias que afetam fisicamente, mas primeiramente teremos que estudar as raças e conhecer suas fraquezas. Vamos ao ponto

Nesse continente existem seis, que são: Nórdicos de Aerial, Orc’s de Redfield, Grandes Elfos de FallSky mas também são de uma ilha chamada Sunset Isle, Elfos da floresta de Cobrastan, Rockianos de Hardrock, e os Reptilianos de Danjos.

Cada raça tem seus pontos fracos e fortes, Nórdicos, nós, somos resistentes ao frio e temos mais força física, perdendo apenas para os Orcs, que são os brutamontes de Nirn, extremamente fortes mas lentos e desengonçados, os Reptilianos têm duras escamas, são imunes ao veneno mas podem até morrer ao sentir frio, Grandes Elfos são excelentes magos, mas também são mais fracos fisicamente, além de terem a maior estatura. Elfos da floresta, a raça mais bonita diga-se de passagem -neste momento o professor arrancou algumas risadas da turma que logo foram calados com um grito -São excelentes arqueiros, têm um ótimo equilíbrio, mas também são mais fracos fisicamente.

Depois da aula teórica, veio a aula prática, que era uma sessão de magias poderosas e destrutivas, mas usadas sobre supervisão dos professores.

Sophie ficou se perguntando o dia todo para quem ou o que estava realmente treinando, o rei não pode simplesmente mandar todos se alistarem e treinarem por que ele quer, ela queria saber o real motivo e decidiu fazer algo arriscado, ela usou uma magia de ilusão, a invisibilidade e espreitou-se para o cabinete do Mago Mestre, usou por precaução uma magia de disfarçar os sons dos passos do seu pé, e procurou alguma carta que desse a entender oque estava havendo.

Até que ela achou uma carta real, mandada diretamente da corte, que dizia:

Caro Mago Mestre Jullianos

                A corte pede-lhe auxílio durante esses momentos difíceis que estão por vir.

Estamos prestes a entrar em guerra com os Grandes Elfos, e venho comunicar que a corte real pede que você retorne ao seu trabalho de lecionar novos alunos, agora será obrigatória o alistamento militar.

Mas nenhum civil ou aluno deve saber que entraremos em guerra breve, é extremamente confidencial!

Saudações, corte real”

Sophie lia mas não queria acreditar, agora ela entendia tudo, mas ao se concentrar na carta ela se desconcentrou do feitiço de invisibilidade e ficou visível no exato momento que o Mago Mestre estava passando.

Sophie não sabia o que dizer, ela estava esperando o pior

-O que é isso Warrin? -Exclamou Jullianos enquanto puxava a carta da mão de Sophie

-Isto é extremamente confidencial, Warrin! Você não deve mexer nas coisas do Mestre Mago, NUNCA! -Reclamou Jullianos

Sophie não sabia o que fazer muito menos o que pensar, ela queria era nunca estar alí

-Eu devia banir você! Roney! Mas não posso por causa do alistamento obrigatório, o porquê dele você já deve saber...

-Esta é a primeira e última vez que eu quero ver você aqui, ou eu vou banir você dessa dimensão!

Sophie correu para o seu dormitório, mas foi dormir tarde pensando na mancada que ela deixou acontecer.

Thaedir procurou algum guarda para tentar se recrutar, mesmo depois de ter se aposentado das lutas, mas foi negado devido à idade, ele ficou enfurecido mas logo aceitou, ele estava muito preocupado com seus dois filhos, até que decidiu visitar o acampamento que seu filho Blaise estava, chegando lá ele abraçou seu filho, mas ao fundo ele viu uma figura que não o era estranha, era Burundr.

-Eu não consigo acreditar nisso! Burundr!! -Gritou Thaedir enquanto acenava para o mesmo

-Thaedir cara! Que saudades! -Disse Burundr

-Por que você não entrou em contato, nem apareceu lá em Dawncity?

-Estive um tempo parado, apenas descansando. -Disse Thaedir

-Vamos ao meu escritório enquanto esses alunos molengas e maricas treinam!! -Disse Burundr

-Cara, aquela aventura no castelo daquele vampiro foi a melhor da minha vida! Mesmo que quase tenha morrido alí -Exclamou Burundr preparando um café quente

-Nem me diga! Ali rolou coisas que eu nem imaginava que aconteceria, ou oque já aconteceu!-Disse Thaedir que logo em seguida bebeu o café

-Hahaha, nunca te entendo! Por que você não vem lecionar para esses moleques? Eu posso te recomendar cara! Você é bem melhor que eu nas espadas! -Disse Burundr

-Não Burundr... Estou á muito tempo sem lutar com espadas, eu também retirei meu sangue de lobo, mas agradeço mesmo!  

-Beleza, se é o que você quer...

-Foi um prazer falar com você Burundr, mas só vim dar uma passada rápida para ver meu filhote, nem sabia que agora você é importante.

-Eu sou demais, é tudo que precisamos saber, mas aí, valeu pela conversa, cuidado! -Disse Burundr abrindo as portas para Thaedir.

Thaedir foi até seu filho dar um forte abraço e disse:

-Meu filhote, sangue do meu sangue, lamento em dizer mas.. Só vou poder ver você novamente daqui a três meses, depois que o alistamento acabar..

-Como você sabe que só são três meses?

-É o tempo do alistamento normal, tomare que isso não dure muito

-Obrigado pai, até mais, te amo!

-Também te amo filho!

2 meses se passaram, todos estavam já calejados de meses de apenas trabalho duro, todos os dias, foi quando o rei Filippus II decidiu a começar a fazer suas alianças de guerra.

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...