História A guerra em Eldarya - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eldarya
Personagens Ezarel, Jamon, Keroshane, Leiftan, Mery, Miiko, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Exibições 52
Palavras 766
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai, Luta, Magia, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoas :3
Me desculpem pela demora, estava sem criatividade e agr estou em semana de prova. ;-;
Espero q gostem, me desculpem qualquer erro e...
Boa leituta :3

Capítulo 8 - Algo importante


Fanfic / Fanfiction A guerra em Eldarya - Capítulo 8 - Algo importante

  * Valkyon on *
  Nevra sabe mesmo como tirar as pessoas do sério, mas ela não sabe com quem está se metendo. Vou mostrar pra ele do que sou capaz. 

— Rapazes, — disse Annie — o que deu em vocês?!

— Shiu — disse Ezarel — vai ser divertido ver uma luta deles !

— Ezarel ! — ela gritou repreendendo-o

  Nevra se aproximou de mim, em posição de ataque. Fiquei em meu lugar, esperando uma reação do mesmo. 
  Annie levantou e ficou atrás de Ezarel, que fazia uma barreira entre eu e ela, rindo da situação.
  Eu encarava Nevra com ódio, na hora em que eu ia soca-lo, algo segura minha mão.

— Chega ! — Annie disse, olhando para o chão.

  Eu e Nevra olhamos boquiabertos para Annie. Não apenas nós, mas Ezarel também. 

— Se já acabaram com a cena... — disse Annie — Valkyon, pode me ajudar?

— Em...? — eu perguntei

— Me ajude a treinar, tenho que lutar em uma guerra, e dar o meu melhor !

  Assenti e fomos para o campo de treinamento. Ela parecia fraca, mas por dentro eu sabia o quanto ela lutava.

...

— Eu não consigo... — ela já tinha feridas nos braços.

— Mais uma vez. Só tente.

  Ela pegou um arco e flecha e mirou.

— Já sei onde está errado. Provavelmente mira não é seu forte...

— Arco e flecha não é meu forte, nem machado, nem luta corpo a corpo,... Nada é meu forte, Valkyon. Só você não vê...

  Ela abaixou a cabeça. Eu a levantei e pude ver seus olhos marejados. Peguei seu pulso e comecei a enfaixar com uma fita que eu segurava, ela não dizia nada apenas olhava atentamente, em silêncio.

— Não tentamos uma espada... — eu disse

— Provavelmente não adiantará...

— Arco e flecha exige mira apurada, machado de muita força pra manusear e luta corpo a corpo deve-se estudar bem o inimigo...

— Era o que meu avô dizia...

— Qual era o nome dele?

— Era...

  Alguém abriu a porta bruscamente. Era Nevra. Que tinha um sorriso de orelha a orelha estampado no rosto.

— Nevra ! — Annie exclamou, assustada.

— Pensei que estavam treinando... 

— Pois estamos. O que você quer por aqui?! — eu disse, irritado.

— Nada... Com você. Annie eu preciso que veja uma coisa.

— Estou ocupada, Nevra.

— Vamos, é importante.

— Mais do que treinar para a guerra? — eu perguntei

— Talvez...

— Okay okay. Eu vou... — Annie soltou o pulso de minha mão e foi embora com Nevra.

  Afinal, o que seria tão importante que ele não podia esperar?

  * Annie on *
  Nevra me levou até a floresta, um lugar afastado. 
  Me sentei embaixo de uma árvore, Nevra me encarava no fundo dos olhos. Então ele se sentou ao meu lado, e olhava para o... Meu pescoço?

— N-Nevra... O q-que era tão importante?

  Ele se aproximou do meu pescoço e segurou minhas mãos, impedindo-me que mexesse.

— Seu cheiro é muito bom... — ele disse calmamente

— N-Nevra...? N-não...

— Shiiu...

  Ele mordeu meu pescoço de leve, e então cravou as presas no mesmo, o que me fez resmungar um pouco.
  Depois de um tempo, ele soltou as presas do meu pescoço e o lambeu, limpando um pouco do sangue que escorria.

— Seu sangue é uma delícia sabia Annie?

— E-er...

— Ele tem um gosto... Peculiar...

— P-peculiar?

— Sim... Ele não tem traços humanos...

  Ele lambia os lábios, e olhava para os meus.

— Q-quer dizer...?

— Você é híbrida de um faery com um Niyn.

— Niyn?

— É um grupo de faerys com poderes especiais, que ajudam os Palacians e estão do lado deles.

— Não é possível...

— Seu sangue diz isso sobre você, lamento...

— E-então... Quem seria o Niyn?

— Pode ser seu pai, da família do seu pai...

— Talvez...

  Ele me olhou profundamente. Então, por ato involuntário eu o beijei e o mesmo correspondeu. Seu beijo era calmo e quente. Fazia-me querer mais, mas eu não podia. Ele retribuiu o beijo, pediu passagem e eu acabei cedendo. Sua mão foi até minha nuca, fazendo com que eu me aproximasse. 
  Acabamos nos separando por falta de ar, acho que ambos estávamos corados. 
  Escutamos um barulho e por impulso, nós dois fomos embora, olhando pra todos os lados possíveis para garantir se ninguém havia visto.

 * Ezarel on *
  Tenho que procurar ingredientes novos... Pera... Que barulho foi esse?
  Eu estava na floresta coletando ingredientes pras minhas poções quando vejo Annie e Nevra... Se beijando?! 
  Eu estava começando a ficar... A ficar... Por que estou irritado?! 
  Virei-me para continuar minha procura pelos ingredientes e acabo quebrando um graveto, fazendo oa dois irem embora.

* Valkyon on *
  Ela está demorando... O que será que Nevra queria com ela? Se ele magoá-la, ele verá por que sou o líder da Obsidiana.

 

 


  


Notas Finais


Espero q tenham gostado...
Até a próxima :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...