História A Guerreira das Flores - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Exibições 51
Palavras 531
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, pessoínhas, oh eu aqui com uma história totalmente fora do universo de "Guerreiros Celestiais"... Esta aqui é presente de amigo secreto para minha amiga...
Não direi aqui... Boa leitura!!!

Capítulo 1 - Miragem


Fanfic / Fanfiction A Guerreira das Flores - Capítulo 1 - Miragem

Por tanto tempo...

Por tanto tempo, desvairado e aflito,
Fitei naquela noite o firmamento,
Que inda hoje mesmo, quando acaso o fito,
Tudo aquilo me vem ao pensamento.

Sal, no peito o derradeiro grito
Calcando a custo, sem chorar, violento...
E o céu fulgia plácido e infinito,
E havia um choro no rumor do vento...

Piedoso céu, que a minha dor sentiste!
A áurea esfera da lua o ocaso entrava.
Rompendo as leves nuvens transparentes;

E sobre mim, silenciosa e triste,
A Via-Láctea se desenrolava
Como um jorro de lágrimas ardentes...

Olavo Bilac

Ela corria sem parar, precisava se afastar de qualquer forma; não que fosse medrosa, aliás, medo era uma palavra que não existia em seu dicionário, mas não suportaria que a torturassem ou brincassem com sua mente daquela forma... Não hoje, não com a imagem dele...

Deu um suspiro aliviado ao chegar àquela parte do imenso bosque, ali tinha poder total e ninguém poderia lhe fazer mal; além disso, conhecia cada pedacinho e, uma vez oculta, ninguém a encontraria. Não desacelerou, todavia, só estaria verdadeiramente em paz quando chegasse à fonte de águas cristalinas que era seu lar.

Entrou no labirinto de buganvílias multicolores, tão belo que não poderia ter sido concebido por homens, mas tão somente ser um presente dos deuses a uma de suas criações mais belas; precisamente, presente de Ares a uma de suas filhas, aquela que manejava a espada com a mesma graça que tocava a lira e entoava doces canções aos poucos afortunados que tinham esta oportunidade...

Fazia catorze anos que não tocava, porém... Desde a morte do único, entre deuses e mortais, que fez seu coração bater no ritmo único dos apaixonados...

Embrenhou-se entre as árvores e caminhou pelo tão conhecido caminho, sorrindo ao ver as límpidas águas da fonte... Entretanto, mal deu dois passos em sua direção quando teve o corpo agarrado e imobilizado por fortes braços que a pegaram sem qualquer delicadeza e a jogaram sobre o ombro.

A surpresa foi tão grande que minou suas reações e nem mesmo um grito conseguiu proferir... Ninguém deveria ser capaz de profanar o bosque sagrado e perturbar sua paz!

Só conseguiu sair do estado de choque quando seu captor a jogou sobre a relva e imobilizou seu corpo com o dele, tomando a precaução de prender seus pulsos acima da cabeça com uma das fortes mãos. Ela tentou se debater e lutar, parando somente quando seus olhos finalmente viram o rosto daquele homem...

Devia ser uma miragem... Com certeza era uma miragem... Mas não conseguiu desviar o olhar...

- Continua sendo uma mulher rápida...

A mesma voz... O mesmo olhar... Estas coisas quase fizeram a guerreira acreditar que ele havia voltado... Quase...

- Quem é você? Como ousa brincar comigo desta forma? Ainda hoje conhecerá o Cocytos!...

A fúria em seu olhar e em suas palavras quase fizeram o homem recuar... Quase... Em vez disso, todavia, ele fez a única coisa para a qual ela não estava preparada: calou-a com um beijo; não um beijo singelo ou casto, mas um beijo feroz, faminto, cheio de luxúria e desejos incontidos... Um beijo que finalmente acabou com suas dúvidas...

Ninguém mais a beijaria daquela forma...


Notas Finais


E então, o que acharam?
Eu sei que fui má, mas prometo que tudo será esclarecido no próximo capítulo.
Beijinhos :***********


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...