História A Guerreira Dourada - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chivalry of a Failed Knight (Rakudai Kishi no Cavalry), Naruto
Tags Naruko
Visualizações 47
Palavras 1.579
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Magia, Romance e Novela, Violência

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


AVISO!!!!
Pra quem já tinha lido o capítulo um, ele foi EDITADO!!
FIM DO AVISO!!!!

Capítulo 2 - Capítulo dois.


Fanfic / Fanfiction A Guerreira Dourada - Capítulo 2 - Capítulo dois.


 A luz do sol em seus olhos lhe irritou a fazendo acordar, mesmo contra a vontade se levantou do tronco de árvore que dormiu na noite passada, ela só esqueceu de um pequeno detalhe, a árvore era alta, assim que tentou colocar os pés no chão ainda coçando os olhos e arrumando a mochila de volta nas costas, só sentiu o nada e se desequilibrou caindo de cara no chão.
-itai! -exclamou se levantado e massageando o rosto.
-você não aprende mesmo! -fala Saikyo rolando de rir na mente de Naruko.
-cala a boca sensei! -disse se levantando.
-não me manda calar! Agora come uma daquelas maças de ontem e vamo logo que estamos quase chegando! -mandou a morena tentando ser seria.
-tá.
Após o "café da manhã" Naruko segui o caminho sendo guiada pela sua sensei, a rota que seguia era uma menos conhecida onde praticamente não passavam pessoas e haviam poucos animais perigosos, a viajem durou mais algumas horas até Saikyo mandar a loira parar de andar perto de uma montanha.
-Por que paramos aqui? -pergunta olhando em volta e só encontrando mato.
-Por que chegamos em Uzushio! -exclamou animada.
-esse monte de mato! -gritou indignada.
-aaff... tá vendo aqula rocha com uma espiral no meio, vai até ela e coloca um pouco do seu sangue no meio dela. -explicou a morena.
-ah ta bem! -disse assim que avistou a rocha com espiral que estava a alguns metros dela na frete da montanha. A rocha é bem grando unas cinco vezes o tamanho de Naruko e estava mais afastada das árvores em uma área limpa, a garota se aproximou da espiral notando que ela tinha uma coloração meio avermelhada, cortou seu dedo com um punhal que carrega consigo. Assim que pôs o sangue no centro da espiral ela começou a girar e a rocha se partiu no meio, fazendo Naruko se afastar pelo susto, as duas partes da rocha se afastaram uma da outra se abrindo como uma porta mostrando um túnel, quando o movimento parou a loira atravessou a "porta" entrando pelo túnel ainda meio contrariada, sentiu um vento em suas costas e notou que a rocha havia voltado a ser como era, ainda assustada ela olhou para frente e se surpreendeu.
- meu Kami-sama... -sussurrou com os olhos arregalados. Assim que atravessou o caminho se maravilhou ao avistar um grande desfiladeiro com uma cachoeira ao lado da estrada de terra onde ela está agora, e um rio passava ao seu lado, seguiu pelo caminho de terra  até chegar em cidade gigantesca cheia de casas no estilo japonês antigo com árvores de sakura's na frente, e alguns arranha-céus e comércios abandonados, as ruas antes limpas agora eram tomadas pela grama e algumas plantas, em volta da vila haviam morros imgrimes e um grande rio atravessava a aldeia com uma extensa ponte para fazer a travessia.
-como... essa cidade apareceu? Não tinha nada aqui a poucos minutos?! -pergunta Naruko surpresa ainda olhando em volta.
-simples, antigamente alguns blazers conseguiam utilizar magia de selamento, essa era a especialidade de alguns Uzumaki. Aquela rocha atrás de você é a porta de entrada da vila e possui um selamento de sangue nela onde somente pessoas do sangue Uzumaki conseguem abrir. -explicou Saikyo.
-acho que esse lugar é maior que Konoha... -sussurrou a loira para si mesma.

-as casas ainda estão de pé por os invasores não conseguirem entrar durante a guerra por causa do selamento, mas como todos os blazers guerreiros foram mortos nos arredores da floresta onde as batalhas aconteciam , os habitantes fugiram para escapar da morte obandonando suas casas. -comentou a morena vendo tudo pelos olhos de Naruko.
-nossa.. -murmurou impressionada, e começou a andar pelas ruas desertas da vila, as casas tinham um aspecto velho mas ainda eram bonitas na concepção de Naruko, andou mais para o centro da aldeia onde encontrou a maior casa da aldeia, ela tem uns dois andares e estava em bom estado de conservação.
-acho que essa era a casa do antigo líder da vila. -comentou Saikyo fazendo Naruko apenas afirmar com a cabeça.
Ao entrar na casa, a loira se deslumbrou com o tamanho da sala que era maior que sua antiga cabana e os quartos que ficam no segundo andar também são grandes e espaçosos como todos os outros cômodos da casa e apesar dos móveis serem antigos ainda tinham o seu charme e tornavam tudo mais aconchegante, tochas e velas eram espalhadas pelas paredes para a iluminação durante a noite.
-esse lugar é incrível! Acho que vou morar aqui por enquanto.-fala Naruko admirando seu agora quarto que é o principal, o cômodo é bem simples uma cama grande, um guarda roupa antigo, no canto havia uma penteadeira com um espelho e empoeirado ao lado da janela que tem uma bela vista para a vila, e o banheiro acoplado no quarto.
-até que é um lugar arrumadinho. -comenta Saikyo, e Naruko animada se joga em cima da cama, fazendo poeira voar para todo lado a fazendo tossir.
- cof! Cof! Mas acho que vou ter que fazer uma faxina. -disse tossindo enquanto a morena em sua mente rolava de rir das trapalhadas da outra.
-pois é melhor começar logo, pois amanhã eu começo seu treino bem cedo! -informou se recuperando do ataque de risos.
-certo Saikyo-sensei! -disse prontamente se levantando e começando a arrumar o quarto, para iniciar uma limpeza geral pela casa.
 A sessão faxina durou horas por ter que lavar todos os cômodos, e Naruko também aproveitou para vasculhar tudo em busca de algo importante, acabou por encontrar algumas roupas nos quartos que indicavam que na casa moravam um casal, provavelmente o líder da vila e sua esposa, e duas crianças um menino e uma menina pelas roupas. Achou também documentos e pergaminhos em um escritório, mas ela decidiu que os leria depois, estava curiosa para saber mais sobre o seu clã. No momento a loira terminava de limpar a pequena biblioteca que estava cheia de pó, arrumava tudo calmamente até que um pergaminho lhe chamou atenção, ele como os outros era protegido por um adorno de madeira mas a coloração dele era mais forte em um tom de marrom escuro quase preto, por curiosidade ela se aproximou e pegou o pergaminho, mas ele não saiu do lugar, puxou com mais força e ouviu o som de algo estralando e se virou procurando pelo som, e notou que o som vinha de baixo, de repente uma parte do chão se abriu mostrando uma escadaria estreita e longa.
-pra onde será que essa escada vai? -perguntou para si mesma se corroendo de curiosidade.
-só tem um jeito de descobrir. -fala Saikyo também curiosa.
 Respirou fundo pegando um castiçal para iluminar o caminho e começou a descer a escadaria, ao chegar no final encontrou uma imensa biblioteca com muitos pergaminhos porém todos em cilindros dourados e prateados, além das estantes também haviam várias armas de todos os tipos mais ao fundo.
-demais.. -sussurrou Naruko admirada, ao desenrolar um pergaminho dourado e notar que nele continham informações sobre os poderes blazers. Os pergaminhos dourados possuíam instruções de como manusear os elementos, e transformar sua alma em seu equipamento, nos prateados eram modos de luta e informações sobre armas e selamentos.
-essa deve ser a biblioteca secreta do líder, pelo que percebi tudo aqui é informação rank s.-disse Saikyo.
-isso vai me ajudar muito no meu treinamento né sensei! -falou animada, ainda olhando nas prateleiras.
-é pode ser. -falou dando de ombros.

 Depois dar um geral e escolher os pergaminhos que iria usar no outro dia, subiu de novo fechando  a passagem. Ao olhar pela janela notou que já passava das sete da noite, então comeu algumas frutas que tinha em sua mochila e foi dormir pois iria acordar bem cedo no outro dia.

》No outro dia..... 

-acorda Naruko-chan! -falava Saikyo na mente da loira tentando inutilmente acorda-la.
-garota teimosa! Naru-chan... ACORDA!! -gritou bem alto fazendo a loira acordar no susto se levantando em uma suposta posição de luta.
-o que aconteceu?! -pergunta ainda atordoada olhando para os lados procurando o "inimigo".
-aconteceu que você não acordou quando eu chamei, sua preguiçosa! -exclamou a morena irritada.
-desculpe Saikyo-sensei. -falou coçando a nuca constrangida.
-tá desculpada hoje, agora vai se arrumar que o dia vai ser longo.-disse sendo prontamente atendida.
 Após sua higiene matinal, Naruko vestiu sua roupa habitual um short laranja, uma blusa branca, com a jaqueta laranja com azul por cima e fez seu tradicional penteado. Desceu para a cozinha e fez suco algumas frutas e pegou outras para comer depois, precisaria caçar e procurar outros tipos de comida mais tarde. Após comer, saiu de casa em direção a uma grande área de treinamento que havia visto no dia anterior ao lado do rio e uma pequena floresta que há dentro da vila.
-então, por onde começamos sensei? -pergunta ao chegar no local.
-bom... primeiro vamos aumentar sua resistência física. Por isso quero que vá até o lago e atravesse ele no mínimo pra começar umas...dez vezes! -disse Saikyo depois de pensar.
-mas sensei eu não sei nadar! -disse Naruko em dúvida de como iria fazer aquilo.
-eu sei disso! Por isso disse pra você dar só dez voltas. -falou simplesmente.
-eu vou me afogar e morrer! -falou indignada.
-morre nada! Você aprende rápido! -disse a morena que estava deitada tranquilamente na grama dentro da mente da loira.
-isso não vai acabar bem... -sussurrou a loira suspirando enquanto olhava o imenso rio. 


Notas Finais


Desculpem qualquer erro!
Beijos de sorvete! 🍦😗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...