História A Herdeira do País das Maravilhas - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland), Ever After High, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Absolem, a Lagarta, Chapeleiro Maluco, Gato de Cheshire (Gato Risonho), Kitty Cheshire, Madeline Hatter, Personagens Originais, Rainha Branca, Rainha Vermelha, Valete de Copas
Tags Acampamento Meio Sangue, Alice, Chb, Ever After High, Guerra, Magia, País Das Maravilhas, Percy Jackson, Subterrâneo
Exibições 7
Palavras 226
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olha o capítulo fresquinho u.u

Capítulo 16 - Águas de uma sereia


Fanfic / Fanfiction A Herdeira do País das Maravilhas - Capítulo 16 - Águas de uma sereia

Clarisse e Sophie passaram bastante tempo juntas nos próximos dias, mas também tinham seus momentos sozinhas. Conheceram muito uma sobre a outra, principalmente coisas inúteis como "Você consegue ficar vesga?" "E fazer isso aqui com a boca?" "Que looouco! Seus dedos entortam!". Era divertido. 

Uma uma noite, saíram caminhando pelo acampamento. Clarisse ia finalmente conhecer o lugar preferido de Sophie, era como um santuário. As duas entraram na floresta, em direção ao lago, mas não pararam ali. Depois de uma caverna veio uma série de grutas onde encontraram o curso de um rio que desaguava na praia. O lugar escuro e cheio de musgos se tornava mágico com a presença dos vaga-lumes. 

Soph sorria observando tudo aquilo até que tirou as roupas e entrou no rio. Clarisse a seguiu, deixando na margem também as preocupações. 
-A verdade é que eu sou uma dríade -Brincou a menina de cabelos azuis 
Clarisse sorriu, sem querer falar que para ela, Sophie era uma sereia. Não pelo corpo escultural ou os cabelos alegres, mas pelos movimentos leves e a maneira sutil com que a fez se apaixonar sem ter que cantar nem uma nota.

Aquela noite acabou melhor que esperado, graças a um mergulho errado, se encontraram muito perto uma de outra o sentimento de não poder perder tempo foi mútuo. 

O primeiro beijo de mais uma paixão intensamente adolescente! 


Notas Finais


Eu realmente amei essa narração kkk <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...