História A Herdeira dos Marotos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alice Longbottom, Alvo Dumbledore, Arthur Weasley, Dorcas Meadowes, Harry Potter, Hermione Granger, Lílian Evans, Marlenne Mckinnon, Pedro Pettigrew, Personagens Originais, Remo Lupin, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Severo Snape, Sirius Black, Tiago Potter, Tom Riddle Jr.
Tags Marotos
Exibições 17
Palavras 339
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


O capítulo dois! ^^

Capítulo 2 - Desculpas De Um Rato


Fanfic / Fanfiction A Herdeira dos Marotos - Capítulo 2 - Desculpas De Um Rato

28/10/1981

Pedro estava em um conflito interior: Trairia os Potter e seus únicos amigos de toda uma vida e se salvava ou se recusaria a abrir a boca e possivelmente... Morria? Não teria problema se ele falasse, aliás, os Potter sabiam se cuidar, certo? Ainda estava pensando nisso quando viu ele. O homem que queria tirar a vida do pequeno Harry por causa de uma profecia inútil...  Mas, espere. Reyna.  Ela também tinha nascido no final de Julho.  Ela também podia ser a criança da profecia.  Ela também teria a vida tirada por causa de Pedro...

–Então, Rabicho, já se decidiu? ­-Pergunta Lord Voldemort. –Irá se tornar meu aliado?

–Não­ Responde Pedro com a garganta seca de tanto medo.

–Como não?­ Voldemort berra, o ódio fazendo seus olhos vermelho­ vivo brilhar.

–Não posso traí-­los. Não posso. Nunca me perdoaria por isso.

–É uma pena... –Fala Lord Voldemort em um tom falso de lamento. -Então... Avada Kedavra.­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­

@­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­

–Calma pequena – Dizia Remus tentando fazer Reyna que estava em seu colo parar de chorar.

–Ela começou a chorar tão de repente... – Observou Sirius.

Neste instante uma coruja passa voando e entra pela janela, Lily vai pegar a carta e lê: “Queridos amigos, Escrevo esta carta para implorar as desculpas de vocês por quase tê­los traído. Vocês não merecem tanto sofrimento, estão sempre tão dispostos a ajudar os outros e alem disso Harry e Reyna merecem uma família feliz. Sinto­me até um pouquinho melhor agora que pensei que posso salvar a vida deles, mas cuidado: Você­-Sabe­-Quem está tramando atacá­los e está tentando a todo custo obter informações sobre a localização de vocês. Ele até tentou me fazer falar, mas eu não podia traí­los, não depois de tudo que fizeram por mim. Digam a Reyna que eu a amo muito! Com carinho, Pedro Pettigrew.”

Ao final da carta todos ficam muito emocionados. Não importava se Pedro tivesse fraquejado um pouco, o que importava era que ele tinha desistido a tempo. Agora eles iriam lutar para que o amigo não tivesse morrido em vão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...