História A heroína derrotada - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug)
Tags Adribug, Adrien, Adrinette, Chatnoir, Hentai, Ladybug, Ladynoir, Marichat, Marinette, Miraculous, Romance, Sukeruton, Tio Suke
Visualizações 186
Palavras 1.998
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Se você já leu essa fanfic, relaxa, não é plágio, eu apenas não tenho mais a antiga conta na qual a postei e estou a repostando, foque a vontade para ler, se você esta lendo pela primeira vez, saiba que a fanfic é baseada na primeira temporada com um vilão inexistentes.
Estou indo agora postar outra fanfic de ladubug para os fandom de Natanette :3
Boa Leitura.

Capítulo 1 - One-shot


Narrador pov's



--------


*Lady... Lady!— Chamou chat dentro de uma casa qualquer no subúrbio de Paris. — Venha depressa!


*Ah! Espera Chat!— averiguou o caminho certificando-se de que ninguém os veria, correu para perto de Chat, logo ambos entraram na casa fechando portas e janelas.


*Eles te seguiram pra cá?


*N-não— respondeu ao loiro entre soluços.


*My lady, não chore.


*Como não chorar Chat? Eu estou com medo.


*Quando você se tornou ladybug, também estava tremendo de medo, então contenha-se!— chacoalhou a heroína pelos ombros tentando tirá-la de seu transe de desespero.


* Mas agora é diferente chat, Hawkmoth pegou a pessoa certa, seu coração sempre foi tingido de maldade, ela é muito forte para apenas nós dois.


*Todos tem um ponto fraco e a professora, digo... A Senhorita Mendeleiev não é diferente. Nós temos que salvar todas aquelas pessoas!


*Salvar? Que pessoas ? Estão todas congeladas, isso se já não morreram de hipotermia.


*Ah, Qualé Ladybug, fugiu das aulas da senhorita Mendeleiev? Estão congelados, os órgãos adormecem, a pessoa não morre, a menos que seja em água gelada, daí então ela tem hipotermia.


*Você é da classe da Mendeleiev?


*An.. Isso não importa agora. — Ajeitou a menina e a olhou nos olhos. — Está tudo bem?


*Está tudo acabado. — ouviu-se o som de um apito.


*Lady, sua transformação.


*Não importa. — Jogou- se no sofá de cabeça baixa, aos pouco a transformação de lady fora se dissipando e revelando uma Marinette cabisbaixa.


*Mari?—Chat pronunciou baixo vendo Tikki cair nas palmas trêmulas da azulada.— Como eu não percebi?— Sussurrou para si próprio.


A menor não dava a mínima para o que o loiro dizia, depositou Tikki no ombro e cobriu o rosto deixando um choro dolorido lhe escapar. O gato foi até a cozinha vasculhando a geladeira e armário, ironicamente achou um queijo simples e já bem usado, o pedaço era pequeno, mas o suficiente para sustentar Plagg quando sua transformação acabasse 


*My lady, o que a sua Kwami come?— A menina acariciou a Kwami adormecida .


*Cookies.


*An... — Pegou dois pratos, em um pondo o queijo e no outro espalhando alguns biscoitos que havia encontrado. — Deve servir.


Sem muita pressa foi para a sala e depositou os pratos na mesa de centro, pegou a kwami da joaninha e a colocou deitada ao lado do alimento adocicado. Marinette permanecia ignorando tudo, de olhos tapados pelas palmas molhadas de lágrimas. Chat desfez sua transformação e colocou o pequeno gatinho perto do queixo também adormecido. O loiro jogou-se no sofá velho e puxou a menina para si apoiando a cabeça da parceira em seu ombro.


*Ainda temos uma chance. Missquími tem um ponto fraco.


*Todos foram congelados, Chat.— retirou as mãos dos olhos, surpreendeu-se quando viu uma mão coberta de pele e não trajes negros, ainda sim teve medo de olhá-lo.


*Todos menos nós, nós somos os mocinhos e enquanto eu tiver você pra mim tudo ficará bem. Eu sempre estarei com você, Marinette .


*Marinette? Você me conhece?— Mais que depressa finalmente olhou Chat, agora as palavras se perdiam no caminho com tamanha surpresa .— A-Adrien!?


*Adrien Agreste em carne e osso querida Dupain-Cheng. Não gosta do que vê my lady?


*Adrien!— Abraçou-o com força chorando o dobro, apertava seu rosto contra o peito do loiro a procura de consolo. O maior alisava as madeixas de cabelo da pequena joaninha.— De todas as pessoas que Chat poderia ser— disse entre soluços — Eu estou mais que satisfeita por ser você, por estar bem!— chorava feito uma criança.


*Então eu estava apaixonado por uma das pessoas que mais admirava e não sabia.


*Adrien?— Ergueu um pouco o rosto para olhá-lo.— decepcionado? 


*O que? C-claro que não! — riu sem jeito.— Mas acho que você sim, está sempre me evitando, tanto como Chat quanto como Adrien.


*NÃO!— Exaltou a voz. — EU NÃO ESTAVA TE EVITANDO, SEI QUE AS COISAS NÃO FORAM BOAS ENTRE NÓS NO INÍCIO, EU ACHAVA QUE VOCÊ ERA MAIS UM MIMADO IGUAL A CHLOÉ, MAS... MAS...—O loiro deitado no sofá com a parceira caída sobre si, acariciou o rosto da menina limpando as lágrimas.


*“Mas”?


*M-mas, eu... Eu me apaixonei por você. Eu só evitava Chat por não saber quem era, meu coração já pertencia à Adrien .


*Sempre me senti dividido entre Ladybug e Marinette.


*Como disse?


*Mas já me atenho por saber o que você sente, my lady. 


A mão que antes limpava as lágrimas que finalmente cessaram, passou para a nuca da menina a puxando mais para perto do loiro que depositou um beijo calmo e sem pressa nos lábios rosados. Se separaram sem muita pressa.


*Engraçado — a menina riu sem jeito.— agora me sinto mais calma.


*Eu disse que estaria aqui com você. 


*Adri...— a fala não se terminou, mais um beijo caloroso se iniciou, o rapaz pediu passagem com a língua e a inexperiente Marinette cedeu de primeira, sentindo o hálito quente e a língua molhada invadirem a sua boca. O loiro a virou no sofá com cuidado, ficando por cima , invadiu sua camisa apalpando seus seios desprotegidos de sutiã ou qualquer outra coisa. Nenhum dos dois sabiam ao menos o que estavam fazendo, apenas faziam, deixavam-se levar pelo momento e que seus desejos os guiasse. A falta de ar obrigou os lábios a se afastarem ainda ligados por um fio de saliva. Nenhuma palavra sequer foi dita, e nem precisava , seus olhares já diziam tudo o que um queria do outro. O de olhos esmeralda retirou a branca camisa e com a ajuda de Marinette, que estava por baixo também saiu, o menino não fez muito diferente na parceira, retirou o blazer , camisa, calça e sua única peça íntima, abaixou-se um pouco enfiando a cabeça entre as pernas de Mari ficando de cara com sua úmida intimidade, a azulada ao sentir o contato do ar quente que saía dos lábios do amado sentiu os pelos de seu corpo arrepiarem, tocou os lábios de sua entrada com as duas mãos os separando dando a Adrien uma melhor visão da excitação da jovem. O maior tocou a ponta da língua na entrada para regozijar-se do sabor doce e amargo da heroína, apenas aquele pouco já era mais do que suficiente para Marinette soltar um gemido longo e prazeroso animando assim o outro que instintivamente adentrou toda a língua revirando-a de pressa dentro da pequena.


*Aaahn , ADRIEN!! FUUUH!—Mordeu os lábios jogando a cabeça para trás, soltou a si própria e inseriu os dedos entre as madeixas loiras bem arrumadas. Os olhos de coloração verde a observavam com atenção, cada movimento, cada reação e palavra já eram um bom motivo para Adrien deixar seu lado Chat Noir o dominar e assim brincar de gato e rato com sua amada.— A-aah! Adrien, e-eu quero mais.— Fora a palavra final, era tudo que Adrien precisava ouvir daquela angelical voz cheia de rouquidão. Se ajeitou no sofá de joelhos, virou a menina agora ofegante deixando-a de joelhos porém com o tronco abaixado. Mediu-a analisando a cena que lhe roubou um sorriso levado, puxou seu membro rígido para fora da calça, aliciou-o para certificar-se de que estava duro o bastante, puxou a glande para baixo expondo um membro melado por pré-gozo, segurou a cintura da menor com firmeza e aos pouco fora entrando. A menina segurou-se nos panos do sofá, os apertando e mordendo o próprio lábio para segurar seus gemidos eufóricos. Ao final quando o gato finalmente terminou de penetra-la a boca da menor já escorria sangue das marcas de dentes.


*Você está bem?


*Melhor impossível. — Bastou. Começaram os movimentos de vai e vem com certa precisão. Nada de que Agreste fazia naquele momento lhe sustentava a carinha de anjo ingênuo, sabia muito bem o que estava fazendo, sabia pelas diversas noites que se imaginara com Ladybug . 

Os movimentos fluíam agora já indolores , os gemidos já diminuíam, mas Adrien queria mais, necessitava de mais. Desferiu um tapa com força na bunda da azulada, de início se assustou mas não foi capaz de conter o grito , a velocidade aumentou e a menina olhou para o parceiro de lado, de relance seus olhos bateram em dois kwamis que comiam sentados sendo telespectadores do filme erótico. Lady queria tacar uma almofada mas o maior prendera a atenção novamente, curvou-se lambendo as costas da menina fazendo uma visível trilha de saliva até chegar em sua nuca, onde deu leves selinhos até o lóbulo da orelha esquerda da jovem, mordeu a ponta da orelha e soprou mais ao lado fazendo a menina se arrepiar por completa e gemer cada vez mais, deu outro tapa agora um pouco mais leve na bunda mediana, assim que sua mão teve contato com a pele macia e redondinha apertou aquela nádega a separando da outra, mexia agora todo seu corpo tomando impacto entre seu quadril e o bumbum avermelhado. Passou a dizer coisas eróticas em sussurros para a azulada que não sabia como reagir. A menina levantou a cabeça o máximo que pode, abriu a boca em gemidos, sua coluna abaixou , Adrien sentiu o interior apertar seu membro , apoiou as mãos no sofá e continuou estocando mesmo sentindo a dificuldade de se mover perante o orgasmo da parceira, não aguentando mais acabou se desfazendo dentro da menor. Ambos gemiam alto e juntos, gritos de prazer ensurdecedores. Quando finalmente tudo acabou se separaram ofegantes. Adrien buscou as roupas da menor e as suas próprias, entregou-as e ambos as puseram novamente. Tikki e Plagg riam das feições exauridas de ambos os heróis .


*Suas pestinhas. — Adrien riu envergonhado vendo que os Kwamis haviam visto tudo o que ocorrera.


*Adrien.— Mari chamou com rubor em face.


*My lady?


*Eu não quero que as coisas acabem assim.— Se entreolharam timidamente. — Eu finalmente lhe tenho, não quero que a Missquimi ou ... Srtª Mendeleiev acabe com tudo.


*Então nós devemos lutar, Marinette, começar por Paris e logo o mundo, se não formos nós, então quem acabará com isso?


*Certo!— Disse mais entusiasmada se levantando do sofá. — Tikki, você está pronta?


*Sempre!


*Tikki, Transfor'mua ! 


*Essa é a minha garota!— Se transformou também. — Plagg, Transfor'mua! 


A transformação de ambos se completou mais que depressa correram para fora da casa atrás de Missquimi.


Durante o caminho vários corpos congelados .* Ah, a dupla de fracassados chegou novamente? Estavam demorando, eu já estava entediada. — Riu a mulher de cabelos púrpura com deboche.— Morram LadyBug e Chat Noir.


“Traga o anel e os brincos para mim Missquimi!”


*Como quiser Lors Hawkmoth!— respondeu a voz de Hawk em sua mente.


A joaninha e o gato atacaram mais do que depressa, Chat serviu como distração desferindo vários ataques, como previsto por LadyBug em sua estratégia, como da primeira vez pouco antes da derrota a mulher se cobriu com um escudo de gelo impenetrável, ria do lado de dentro. 


* AGORA CHAT! — Lady lançou-se para o ar.


*CATACLYSM!!- Gritou tocando as garras no escudo, como previsto rapidamente o gelo se despedaçou e os pedaços caíram em Mendeleiv que se ocupára procurando que os procurava em meio ao vapor do derretimento. Nesta hora Lady caiu em frente à Missquimi e lhe roubou os óculos, jogou-os no chão e pisou. O palpite de onde a akuma se encontrava estava mais do que certo, o ser de trevas voou pelos ares.


*HORA DE EXTERMINAR O MAL!- Com seu iô-iô capturou a akuma e logo a libertou, limpa.- Acredite, estou mais feliz do que nunca em te ver, pequena borboleta.- Sorriu.


*Lady! As pessoas congeladas!


*Deixa comigo! LUCKY CHARM!- jogou o iô-iô pra cima, o objeto brilhou em rosa intenso e como de costume, restaurou tudo o que havia sido quebrado e descongelou as pessoas que acordavam aos poucos se perguntando onde estavam.


*Quando tudo vai bem, tudo acaba bem.- Chat disse se aproximando. Lady o olhou sorrindo e ambos deram um soquinho um no punho do outro como sempre faziam após uma vitória, Chat puxou a menina pelo pulso, abraçou-a pela cintura e a beijou com desejo, sendo retribuído. Ironicamente Alya estava ali, sacou seu celular e filmou a cena. Apitos foram ouvidos.


*Nossa transformação já vai acabar.- Lady disse com um sorriso malicioso.


*Na sua casa ou na minha?- Chat correspondeu o sorriso, entendendo a malícia da menina.


*Aonde você quiser.




Notas Finais


tiѳ รukɛ ɑqui !
  S e  v o c ê   l e u   a t é   a q u i :
O b r i g a d O
      o    
      °
       °
      °
    Eu espero que tenha
    Gostando da fic.
Para ler mais fic entre no meu perfil , se já leu todas , você pode apertar no botão "seguir" e acompanhar sempre que sair mais.
      A gente se vê!
       。☆ 。☆。☆
     ★。\|/。★
        Beijos
     ★。/|\。★
     。☆。☆ 。☆
══════ •『 ♡ 』• ══════

Twitter| http://twitter.com/sukerutonsans

══════ •『 ♡ 』• ══════

Spirit Fanfic| https://spiritfanfics.com/perfil/sukeruton

══════ •『 ♡ 』• ══════

Tumblr| http://tiosukeruton.tumblr.com

══════ •『 ♡ 』• ══════

Deviantart| http://amanojakusans.deviantart.com/

══════ •『 ♡ 』• ══════

Wattpad| Todas as minhas one-shot estão sendo postadas no Wattpad, fanfic longas também, e novas fanfic serão postadas primeiro lá, caso queira ler alguma das , o nick é " SukerutonSans " por problema do APP/Site spirit não fica o link do Wattpad, então deixarei o nome de Usuário mesmo.

══════ •『 ♡ 』• ══════

Alerta: Caso vejam esta fanfic em algum outro lugar que não seja postado por mim, entre em contato, plágio é crime.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...