História A Hick in The City. - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Aries, Bickslow, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Chelia Blendy, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Gajeel Redfox, Gemini, Grandine, Gray Fullbuster, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Lyra, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Meredy, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Silver Fullbuster, Sting Eucliffe, Taurus, Virgo, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Zeref
Exibições 78
Palavras 1.172
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Estou de volta! Espero que gostem do capítulo. Boa Leitura.

Capítulo 18 - Capítulo 17 - Sete Minutos no Paraíso.


Natsu P.O.V ON:
Depois de muito insistir a Hisui veio comigo até a festa do pijama que a Erza organizou na casa do Girdarts, que aliás não deve nem saber dessa festa.
Ela mal conversou e nem olha pra loira, finge que ela nem existe e tenho certeza que a Lucy percebeu isso, o Gajeel terminou de instalar o vídeo-game e começamos a jogar, depois de um tempo as garotas se aproximaram da gente e começaram a perturbar.
- Podemos jogar? - A Cana perguntou.
- Ou estão com medo de perder? - A Mirajane perguntou sorrindo.
- Não. E não estamos com medo de perder pra garotas.- Eu falei.
- Não seja tão convencido.- A Lisanna falou.- Vocês nem são tão bons assim.
- A Lis tem razão, vocês são péssimos. - A Hisui falou.
- A Lucy é melhor que vocês. -A Erza disse.
- Que exagero.-Ouvi a loira falar atrás de mim.- Eu sou péssima nisso.
- Que nada.- O Gray falou.- Você é melhor que o Sting, acredite.
- Cala boca!- O Sting falou irritado.
- Podem jogar, mas estão depois do Gajeel e do Sting.
- Ótimo. - A Juvia falou se sentando.
Começou jogando eu e o Gray, o tempo foi passando até jogar eu contra a caipira loira, ela não tinha nem olhado na minha cara direito desde o ocorrido de hoje a tarde.
-Preparada pra perder, Caipira?-Eu falei sorrindo.
-Estou preparada pra acabar com você.- Ela falou séria.
-Nossa que brava.
Ela não me respondeu e começamos a jogar, ela parecia realmente querer me matar e dava até medo. No final ela perdeu e claro eu ganhei, olhei pra ela com um sorriso vitorioso e ela revirou os olhos.
A porta se abriu e todos olharam e viram o Girdarts entraram e ele parecia cansado, ele fechou a porta e começou a andar, mas parou assim que percebeu todos nós ali na sala, ele olhou no relógio que estava no seu pulso e depois pra gente.
-Alguém pode me explicar o que está acontecendo?- Ele perguntou.
-Uma festa do pijama.- A Mavis respondeu pagando o homem da pizza.
-E quem deu autorização pra isso?
-Você que não foi.- A Cana falou.- E além disso é só uma simples festa.
-Você diz isso agora, depois eu encontro todos bêbados.
-Como se você estivesse sempre sóbrio.
-Eu vou pro meu quarto me arrumar, depois vou sair.
Ele subiu as escadas e a Mavis colocou as pizzas na mesa de centro e começamos a comer, a Cana entrou na sala com algumas bebidas e entregou para todo mundo uma garrafinha.
-Eu não vou beber isso é horrível. - A Lucy falou.
-É saque, é bom.- A Cana falou dando um gole.
A Lucy deu um gole e depois outro, depois de vários minutos a Lucy, Cana, Erza, Gray e o Sting estavam bêbados a Mavis havia subido pro seu quarto, a Hisui estava bebendo uma garrafinha e já tinha outras duas vazias do seu lado, mas eu sabia que ela não estava bêbada.
-Vamos jogar sete minutos no paraíso.-A Cana falou rindo e soluçando.
-Como se brinca disso?-A Lucy perguntou rindo.
-A gente gira a garrafa e em quem cair tem que ficar sete minutos trancado em um local escuro.-A Juvia falou.- E eu não acho que seja uma boa idéia.
-A Juviazinha, vamos brincar também. -O Gray falou abraçando a Juvia.
No final todo mundo concordou em jogar, sentamos em uma roda no chão e a Cana girou a garrafa e caiu na Levy e no Jelall, eu sabia que não ia rolar nada demais só pelo fato do Jelall ser fiel a Erza. Eles entraram na dispensa e depois de sete minutos eles saíram e nada estava diferente.
Estávamos na quarta jogada quando a garrafa caiu em mim e na Hisui que já estava um pouco alterada por causa do saque, nos levantamos e fomos até a dispensa entramos e a Hisui sentou no chão e abraçou seus joelhos me sentei na sua frente e fiz o mesmo.
-Você está apaixonado por ela?- Ouvi a Hisui murmurar.
-Ela quem?-Eu perguntei.
-Você sabe muito bem de quem eu estou falando.
-Não. Eu não estou apaixonado pela Luce.
-Ainda. Natsu eu te conheço há anos e você nunca se interessou por mim, mas foi essa loira aparecer que tudo mudou, você só pensa em um jeito de ficar com ela.-A Hisui falou mais alto.-Eu estou aqui! Você pode ficar comigo! Ela não quer nada com você, eu quero!
-A gente já teve essa conversa. E você sabe que eu só te vejo como minha irmã.
-Irmã, irmã. Você só sabe falar isso? Eu não sou sua irmã!
Ela se aproximou de mim e segurou meu rosto e me beijou, seus lábios tinham o gosto do saque, nossas línguas estavam em sincronia e eu sei que isso é errado. Me afastei dela e a olhei sério, seu sorriso era enorme.
-Hisui isso é errado.-Eu falei.- Não posso fazer isso com você.
-Me poupe eu sei que você gostou, quem não gosta de beijar uma garota linda como eu?
-O tempo acabou!-Ouvi a Erza gritar.
Me levantei e sai do depósito e me sentei de volta no meu lugar, a Hisui entrou na sala e se sentou. Depois de algumas rodadas a garrafa caiu de novo em mim e dessa vez também havia caído na Lucy.
- Não vou pra dispensa com essa Ameba.-A Lucy falou rindo.-Posso estar bêbada, mas ainda tenho cérebro.
- Magoou.-Eu falei.
- Sinto muito loirinha. -A Cana disse sorrindo.- Mas tem que ir, são as regras.
A Lucy emburrou e foi pra dispensa e eu andei atrás dela, fechei a porta  e vi a Lucy em pé de braços cruzados olhando para as coisas na dispensa, me aproximei dela e fiquei na sua frente, mas ela nem me olhava virei o rosto dela a fazendo me olhar.
-Não pretende falar nada?-Eu perguntei.
-Só preciso te aturar por mais seis minutos, então vou ficar em silêncio.-Ela disse.
-Assim a gente nem aproveita e o nome da brincadeira é sete minutos no paraíso, tem uma razão não acha?
-Com você isso aqui não é o paraíso.
-Nossa assim você me magoa.
-Problema seu, eu não tenho nada a ver com isso.
-Você realmente é muito grossa.
-E você é estúpido, idiota e nem por isso jogo na sua cara.
-Eu tenho minhas dúvidas.
Peguei na sua cintura e a aproximei de mim, ia beijar ela só que ela virou o rosto e começou a gargalhar.
-Qual é a graça? - Eu perguntei.
-Eu já disse, posso estar bêbada ou o que for até drogada se preferir, mas eu nunca mais vou te beijar Ameba cor de Rosa. Nunca mais.-Ela falou pausadamente, dando várias gargalhadas.
-Você realmente é uma figura.
-Se você não fosse tão idiota e tentasse me beijar toda hora, a gente podia ser grandes amigos.
Natsu P.O.V OFF
"Difícil é ganhar um amigo em uma hora; fácil é ofendê-lo em um minuto."
                  Provérbio Chinês


Notas Finais


Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...