História A história confusa de uma garota desesperada - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Horror, Medo, Revelaçoes
Visualizações 3
Palavras 655
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


A cerca de 7 anos, tudo mudou pra ela ,ela era apenas uma criança então por que tudo aquilo tinha que ter acontecido com alguém tão jovem e inocente? Por que ninguém viu? Por que ela foi tão covarde e não contou pra ninguem?? Por que? Por que? ?

Capítulo 1 - Capítulo 1 - Fim da inocência .


Fanfic / Fanfiction A história confusa de uma garota desesperada - Capítulo 1 - Capítulo 1 - Fim da inocência .

A mãe dela tinha saido, ela não lembra muito bem para onde, mas ela tinha duas irmãzinhas menores e ela se sentia responsável quando a mãe dela saia,mesmo que por alguns minutos, era cerca de 15h da tarde e ela estava brincando com as suas irmas como de costume, ela morava em uma casa simples mas tinha tudo que precisava, dentro do seu pátio, haviam outras casas mas todos se davam muito bem, mas nesse dia algo que ela não estava esperando aconteceu..  Era cerca e 15h/15h30min e ela estava dentro de casa em quanto msuas irmãs brincavam, at´pe que suas irmãs a chamaram para brincar junto e ela foi brincar toda sorridente, um menino de uns 12 anos se aproximou e perguntou se podia brincar junto, e vc sabe como são as crianças, adoram fazer amigos, então eles resolveram brincar de mamãe papai e filhinhas, havia uma peça separada no patio e eles escolheram que ali seria a sua casinha, eles estavam brincando bem feliz até que esse menino começou a falar coisas como “voce ta linda” ela totalmente inocente aceitou como um elogio, afinal, o que uma criança de 10 anos iria pensar? Até que ele começou a tentar passar a mão nela, ela pediu pra ele parar e ele não parava e falava coisas como “seria melhor se voce estivesse sem roupa” ela se assustou, foi quando uma de suas irmãs pediu um copo de aguá, ela meio que saiu correndo para dentro de casa dizendo “eu ja voltou, vou buscar tua aguá”, mas na verdade, ela tava apavorada, mesmo não entendendo exatamente o que tava acontecendo ela sabia que não era algo “legal” ela entrou dentro de casa e correu pro banheiro e se trancou lá mas o que ela não viu é que a porta estava quebrada bem na parte de baixo, então tinha como ver que ela estava lá.

Ele entrou dentro de casa a procura ela, ela só ouvia os passos no chão ate que viu os pés dele, ela deu um paço pra trás mas não tinha pra onde ir, ele falou “eu sei que vc tá ai, pode sair eu não vou te machucar” mas isso só a fez ficar com mais e mais medo,  até que ele se colocou naquela parte estragada da porta, e ela abriu a porta e saiu correndo para o quarto da mãe dela que tinha tranca, mas não foi rapida o  suficiente, ele conseguiu entrar..

Ela só conseguia pensar “ele vai me matar” “ele quer me machucar” mas ela não conseguia se mexer, estava paralizada de medo e ele a olhava com um olhar que ela nunca consegiu esquecer até hoje, ele subiu em cima dela, ela tentou gritar mas não conseguia, ela era fraca , ela não conseguiu impedir que ele fizesse aquilo.  Oh meu deus ela era só uma criança!! Depois que ele “terminou” ele olhou nos olhos cheios de lagrima dela e disse “voce quer que eu faça isso com suas irmãs tambem? Voce vai ficar quietinha e não vai contar nada a ninguém ou voce ja sabe o que vai acontecer”  e foi embora.

Assim que ela conseguiu “respirar” ela chorou mais ainda, mas ela nao queria que aquilo acontecesse com as suas irmãs, entao fez exatamente o que ele disse e ficou quieta,tocou os lençois e suas roupas com sangue em uma sacola e depois colocou na lixeira do vizinho e foi tomar banho. Assim que sua mãe chegou, ela estava quieta ,ja tinha chorado tanto que nem conseguia mais chorar, sua mãe perguntou se tava tudo bem e ela disse que só tava com sono.

Nos dias que se passaram ela andava quieta pela casa, sua mãe achava que era algum problema na escola, ela dizia que não era nada,não conseguiu contar pra ninguém  mesmo precisando desabafar, ela estava desabando não sabia mais o que fazer e sabia que se contasse tudo iria piorar


Notas Finais


...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...