História A história continua - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Exibições 34
Palavras 509
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção, Hentai, Super Power
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


E ai galeri! Preparados para o primeiro hentai da história?? Não esta muito detalhado, mas eu espero que gostem
Boa leitura!

Capítulo 10 - Primeira noite juntos


no dia seguinte

Já estava no escritório esperando a Mari, quando a mesma chega atrasada, como sempre.

-Senhorita Cheng, sera que não vai aprender a chegar na hora?- brinquei

-Ha ha muito engraçado Adrien

Ela estava muito bonita, com um vestido azul marinho e os cabelos compridos soltos

[Quebra de tempo]

Já estava na hora de ir embora então resolvi dar uma carona pra Mari 

-Ei, quer que eu te deixe em casa?

-Ah claro, obrigada

Descemos pelo elevador e fomos para a garagem pegar o carro

-Pensei que você tivesse uma moto

-Ah eu tenho, mas eu só uso de vez em quando

-Hmm só quando quer chamar minha atenção?!

-Também... rsrs

Liguei o carro e partimos em direção a casa dela que não era muito longe dali, confesso que queria mesmo era ficar com ela e ultimamente não falamos sobre nossa vida se super-herói, então resolvi tocar no assunto  

-Então... salvou muito Paris enquanto eu estive fora?

-Não muito, Hawkmoth resolveu dar uma pausa, graças a Deus, acho que sem você não tinha motivos para querer o poder absoluto 

-Mas você ainda tem a Tikki?

-Estou bem aqui!- disse a rosada enquanto saia da bolsa da Mari

-Ah, oi como vai? Plagg fala muito de você, sabia?

-Ei, não era pra contar- disse o pequenino 

-Acho que nossa vida tem ficado muito fácil, não é Tikki?

-Aham

Quando me dei conta já haviamos chegado na casa da Mari, eu não queria que ela fosse, por isso quando saiu do carro parou e disse:

-Você não quer entrar um pouco?- ela corou um pouco

-É claro!

Concordei e fui procurar um lugar para estacionar o carro, logo eu e ela entramos na casa. Manooo, não sei o que deu em mim, eu estava louco para por as mãos naquele corpinho dela. Caminhei um pouco até onde ela estava (na cozinha) e abracei por trás 

-Adrien... O que esta fazendo?

Eu não respondi, apenas desci minha mão para sua coxa e a peguei no colo levando para quarto. A deitei delicadamente na cama e ela me olhou

-Eu espero que eu te faça esquecer o Nathaniel

-Com certeza. Adrien...?

-O que?

-Eu te amo

Sorri em ouvir aquilo

-Eu também

Beijei ela calmamente mas os beijos foram ficando meio que necessitados, comecei a passar as minhas mãos por dentro de sua blusa e passear por suas costas. Tirei sua blusa e depois o sutiã e tive uma pequena ajuda para tirar minha calça

-Adrien... espero que não se importe, mas eu ainda sou virgem

-Não se preocupe, eu vou devagar e... eu também sou- dei um sorriso tímido de lado e voltei a beija-la 

Continuamos lá até tirar a ultima peça que faltava. Aquilo estava muito bom, a Mari gemia um pouco, então a beijei, o que abafou seus gemidos, ela também mordia o lábio inferior para abafar. Quando chegamos ao nosso ápice, me deitei ao seus lado e comecei  a acariciar seus cabelos, até que dormimos, ela deitada no meu peito e eu a abraçando

no dia seguinte


Notas Finais


Nada a declarar, só pensem em um tomate com meu rosto nele, pois é... só pra agradar vocês seus pervertidos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...