História A História Da Minha Vida - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fall Out Boy, Panic! At The Disco, The Academy Is, Young Love
Personagens Brendon Urie, Dan Keyes, Jon Walker, Personagens Originais, Pete Wentz, Ryan Ross, Spencer Smith, William Beckett
Tags Ryden
Exibições 31
Palavras 2.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Réllow.
Tamos ai <3
Boa leitura e até as notas finais ^^

Capítulo 29 - Thats a good start?


(Ryan)

Eu dei muita sorte da Heisel ter entrado sozinha no quarto. Dei mesmo.

 

Flashback on

 

O Gabe nem bem saiu e Heisel sentou do meu lado na cama e disse:

- Então Ry… você é gay?

- Anh… não… por incrível que pareça não… eu gosto de meninas mas de meninos também…

- Ah… e você o Gabe não… vocês realmente não estão namorando?

- Acho que não

- Por que? Vocês parecerem ter uma química… eu sempre achei isso…

Essa não era bem a reação que eu estava esperando dela mas, wow, deixa assim. Bem mais legal.

- Ah, eu não sei. Ele gosta de mim, ele já me disse isso, mas eu não gosto dele… não da mesma forma pelo menos… e mesmo se eu gostasse, ele já tem um outro namorado… - ela fez uma cara confusa – calma, eles não estão juntos agora. Eles tiveram que se separar por um tempo mas não foi por que eles quiseram… então eles ainda se amam. Só estão esperando poder voltarem a ficar juntos…

- Ah…

- Heisel… você vai… contar pro papai?

- Não… a não ser que você queria que eu conte. Mas não acho uma boa ideia filho… você sabe como ele é com a ideia do nome dele e tudo mais… apesar disso, não acho que você deve morrer sem contar para ele… você sabe que ele te ama. Depois de um tempo qual quer coisa vai passar…

- Unh…mas sei lá. Acho que ele não deve saber agora….

- Bom, enfim esse pode ser o nosso segredo se você quiser… mas por que você nunca me falou antes?…

- Heisel – eu ri – esse não é o tipo de coisa que se sai contando por ai… as pessoas ficam bravas sabe…

- Devem ficar... pensando bem Ryan, melhor as coisas ficarem só assim mesmo. Acho que o seu pai seria um dos que ficariam bravos…

- Eu sempre achei que fosse…

- Eu só estou supondo aqui, mas se eu descobrir uma coisa mais concreta, eu te aviso.

- Obrigado – e eu a abracei

Ela estava sendo legal comigo e ela era demais. Ela merecia um abraço.

- Agora vamos lá para baixo… devem estar nos esperando… - ela disse

 

Flashback off

 

Não sei como teria sido se alguém estivesse com ela quanto ela entrou, mas acho que não importava muito. O que importava é que agora eu precisava me concentrar em dormir para acordar cedo amanha e ir para escola. Estava difícil mas eu ia tentar.

Eu não conseguia esquecer o que tinha acontecido entre mim e o Gabe. Aquela sensação não ia embora! Tinha sido tão bom…

Parecia que eu realmente nunca ia conseguir deixar a sensação dele em mim ir embora…

Eu me sentia tão diferente em todos os sentidos agora… o que eu e o Gabe fizemos não foi qual quer coisa. Isso era tipo, confiar a sua vida a alguém. Ele não ia se livrar de mim tão fácil. E a minha sorte é que ele era um fofo….

Será que eu estava começando a gostar dele?… Não… acho que não. Acho que era só questão de confiança mesmo. Mas agora ele não poderia ir mais embora. Você não podia ter uma pessoa daquele jeito e ir embora do nada. Não, não. Ele e eu fazendo aquilo sempre.

Acho que não deixaria nenhuma outra pessoa…

Se bem que ainda preferia o outro jeito. Era melhor. Bem pouco mais era. Só que confesso que se ele quisesse revezar de vez em quando, eu não ligaria. Quase certeza que ele também gostava mais do outro jeito mas, vai saber não é….

Troquei esses pensamentos pelos livros da biblioteca da escola e por algum motivo, isso me fez lembrar do Brendon. Verdade, eu veria ele amanhã! Seria legal… ele era um cara super legal. O que será que ele estaria vestindo naquele corpo lindo?…

Dormi no meio desses pensamentos e só acordei com o despertador. Eu estava quase atrasado. Ele já tinha despertado uma vez e eu não tinha ouvido…

Me levantei correndo e fui para o banho.

Me troquei, joguei “O clube da luta” da mochila e desci. As duas ultimas aulas de hoje iam ser de exatas. Eu com certeza ia ter muito tempo para ler.

O café já estava pronto e Hayley já estava comendo. Percebi que meu pai estava dormindo no sofá e pelo cheiro de álcool, ele provavelmente tinha bebido de novo. Heisel parecia um pouco triste…

Eu devia ter falado alguma coisa ou sei lá, pedido desculpas por ele... não deu nem tempo para isso…

Cheguei na escola quase encima da hora e só tive tempo de ir encontrar o Gabe. Dessa vez eu fui até ele e não só acenei de longe.

- Gente esse é o Ryan – ele falou – Ryan, esse são Pete, William, Jason e Jennifer.

- Acho que o Pete e o William eu já conheço. E ai galera.

- Beleza Ryan – eles disseram

- Vocês se conheceram a onde? – ele perguntou se referindo a mim ao William e ao Pete.

- Da festa que o Spencer e o Brent deram – William falou – você estava doente…

- Ah é…

E logo depois nós fomos em direção as nossas salas.

Droga, queria que eles estudassem comigo….

O primeiro período pareceu durar uma eternidade. Meu deus.

Como eu suspeitava, Jac estava na minha sala. Antes de eu sair para procurar os meninos no intervalo, ela disse:

- Ryan!

- E ai Jac! Como você está?

- Bem e você?

- Bem também…

- Que bom – eu sorri e ela também.

Não sei se isso foi estranho ou não, mas eu gostava dessa menina. Não do jeito que você está pensando, eu só gostava do jeito dela mesmo. Ela era legal. E transava perfeitamente também.

Caralho, eu acho que ela era a menina mais bonita e melhor de sexo que eu já tinha conhecido.

Mas era só isso mesmo.

Chamei ela para ficar comigo e com os rapazes no intervalo mesmo achando que talvez não fosse uma boa ideia. Não queria que o Gabe pensasse que eu estava afim dela por algum motivo. Mas como eu disse, ela era legal e valia a pena conservar a amizade. E o Gabe não era bobo também, ele sabia que ele era mais importante para mim do que o resto das pessoas.

Então do nada, quando estávamos andando, eu sinto uma mão no meu braço.

- Ryan?

- Brendon!

- E ai cara!… aqui estamos então não é… - Ele disse

- Pois é… ei, essa aqui é a Jac. Lembra dela da festa?

- Ah, lembro sim. Oi Jac.

- E ai Brendon – ela sorriu -… por acaso, você sabe, a Audrey veio para cá também?

- Veio sim! Ela só foi pegar um livro. Já já ela aparece.

- Não acredito! Isso é demais… Eu preciso ir atrás dela agora! Tenho tantas coisas para contar!…. Hoje acho que passo o intervalo com ela Ry… te vejo na sala?

- Aham

 Ela deu um beijinho na minha bochecha e foi em direção aos armários.

- Então… - Brendon disse – algo que eu preciso saber nessa escola?

- Acho que é tudo bem normal… mas posso te mostrar algumas coisas legais tipo a biblioteca e tudo mais… vamos procurar os meus amigos que a gente te ajuda – sorri

Ele enviou uma mensagem para Audrey e nós fomos.

Brendon estava cada vez mais bonito. Não fazia muito tempo que eu tinha visto ele, mas mesmo assim, ele estava diferente… ainda mais bonito...

E as roupas dele. Ah, as roupas dele… combinavam certinho com o seu corpo cheio de curvas… um jeans um pouco colado, a camiseta de uniforme não tão larga, o tênis botinha por cima do jeans…

Pena que eu comecei a ficar com raiva dele.

Ele tinha mentido para mim. Não lembrava de ele ter mencionado que a Audrey vinha com ele. Nada contra caras terem namoradas, mas arrastar elas juntos para todos os lugares? O que, eles nasceram grudados por acaso?  Ah, não era à toa isso. Ele era mais novo… crianças são tão bobinhas…

Apesar disso, apresentei ele para todo mundo e nós tivemos o intervalo mais legal que eu já tive a minha vida inteira. Meu círculo de amigos estava maior do que jamais esteve e dessa vez eu não esqueci de pegar o telefone do Brendon. Tudo estava caminhando perfeitamente bem até a última aula.

Eu estava lendo com o livro debaixo da carteira por que, bem, era matemática e eu sempre fiz isso, mas esqueci que o professor era outro agora.

Nem percebi ele se aproximando da minha carteira.

- Sr. Ross… o que temos aqui… - ele pegou o livro -  “O clube da luta”…  não acho que isso seja de matemática… - ele olhou sério para mim - isso aqui não é o primeiro ano Sr. Ross. Nem o segundo. Você está no terceiro ano agora. Adapte-se a ele. 

- Mas ele só estava lendo um livro…! - Jac disse

- Jac, tudo bem… desculpa Sr. Heatwood.

- Direção. Agora.

E eu me levantei e fui.

Primeiro dia de aula e eu já tomaria uma advertência. Comecei muito bem.

Eu só estava sentado esperando a diretora me chamar quando a minha professora de português e literatura entrou na sala

- Ryan!

- Oi Sra. Dent.

Ela gostava de mim e acho que eu dela. Não conversávamos muito, mas, minhas notas altas sempre faziam ela vir puxar assunto comigo….

- O que você está fazendo aqui? Você não é de se meter em encrenca…

- Eu estava lendo na aula de matemática… o professor não gostou...

- O que você estava lendo?

- O clube da luta

- Wow, bom livro!

- Não é!

E nós começamos a conversar sobre isso enquanto ela arrumava suas coisas na mesa dos professores.

- Sabe Ryan, nunca esqueci daquela narrativa que você escreveu. Nunca vi um aluno da sua idade criar com tantos detalhes técnicos como você fez… e você nunca se aprofundou em cursos disso e nem nada não é?!

- Não…

- Bom, você sabe que você precisa de créditos para entrar na faculdade certo?

Eu tentava não pensar nisso por que era irritante e eu ainda estava começando o terceiro ano, mas é. Eu precisava sim. E a única coisa que eu tinha feito até agora que contava créditos era a aula de música (o que não era nem perto do suficiente).

- Aham

- Então, eu sou muito amiga do professor de teatro, o Sr. Wilson, e ele pede para mim escrever os roteiros, ajudar a dirigir as peças… você sabe disso não?… então, só que eu estou precisando de um assistente no momento… se você quiser a vaga, ela é sua...

AI MEU DEUS.

Puta que pariu, eu sempre quis ser escritor! Nunca achei que realmente podia dar certo! Eu achei que sei lá, era tipo querer ser astronauta. Por isso eu pensava em ser veterinário também.

Na verdade eu era escritor, mas assim, como hobby. Ter uma desculpa para passar horas escrevendo e não ter que se preocupar que estava deixando “coisas mais importantes” de lado ia ser…. Ia ser insano! Sem contar que as pessoas realmente iam ver o que eu tinha escrito!

Ah, bem, não sei. Essa última parte talvez não fosse boa.

- Serio Sra. Dent?! Meu deus! Claro que eu quero! Obrigado!

- Vamos ter muito trabalho pela frente então. Temos a peça do final do ano, e tem as peças que tem auditores de faculdades….

E a diretora chegou e a Sra Dent explicou tudo certinho e no fim, eu só acabei tendo que me desculpar com o Sr. Heatwood e prometer que eu não ia ler mais nas aulas. Nem escrever também.

Eles ligaram para casa para pedir a permissão do pai para o “trabalho” que eu tinha conseguido e quando eu cheguei, ele e a Heisel estavam tão orgulhosos de mim!…

Eu não podia estar mais feliz. Eu tinha achado algo que eu gostava de fazer e que meu pais apoiavam, e ainda por cima, estava abrindo a minha porta para uma faculdade… Maravilha


Notas Finais


E AI MEUS CHAPAS
Tenho basicamente duas coisas para falar shudahd
Vou postar outro capitulo daqui tipo, dez segundos pq sim huehuueheu então YAY dois capitulos juntos <3
Mas pq ninguém comentou no ultimo capitulooo ç.ç cade vocês galera? vou ficar bolado desse jeito ;-;
Enfim, comentem o que acharam ai (nos dois capitulos viu u-u) e até daqui a uns minutinhos ^^
Beijos <3
(Sorry não ter postado ontem mas eu só ia ter tempo de madrugada e achei melhor deixar para postar hj de manha sjadih)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...