História A história de Maíra Jade - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Futebol Feminino, Jornalismo, Lesbicas, Paris
Exibições 82
Palavras 1.121
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Esporte, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 16 - De volta para casa


Finalmente as férias infernais acabam hoje. Depois que saímos de Fortaleza, fomos para São Paulo, conheci toda a família da Cristiane, todos me receberam muito bem, principalmente seu irmão mais novo, em uma de nossas saídas, acabou rolando um clima entre nós, para falar a verdade, eu forcei a barra um pouco, queria fazê-la sofrer, mas não tive coragem de tirar fotos e mostrar à ela e até hoje estou completamente arrependida, choro todos os dias pensando no que eu fiz. Mas pedi para o Carlos não contar a ninguém, afinal, ele é casado e já tem filhos. Seria um escândalo se alguém descobrisse isso,  desde quando ficamos, eu tenho vontade de ir para casa.

– Amor, já chegamos! – dizia Cristiane me interrompendo de meus pensamentos. Quando me dei conta, estávamos em frente ao nosso prédio. O taxista nos ajudou com nossas malas e depois veio o porteiro ajudar a subir tudo.

– Obrigada, você é massa demais! – sorri para ele e entramos em casa. Que saudade que eu estava do nosso canto, agora nossa vida voltará ao normal. Amanhã mesmo já voltamos aos nossos trabalhos, essa semana ainda a Cristiane já vai viajar para jogar e eu não poderei ir, vou acompanhar apenas pela TV.

– Ainda bem que a Claire veio fazer faxina, está tudo muito limpo e cheiroso. – comentei olhando nosso quarto, estava tudo impecável na limpeza e organização.

– Sim, e eu ainda pedi para ela fazer umas compras, deixamos só água na geladeira antes de ir. Você gostou das nossas férias? – perguntou Cristiane se jogando em nossa cama e bagunçando ela toda.

– Depois vou olhar o que tem pra comer, estou com fome. Ah amor, teve aqueles problemas, mas eu gostei sim. Passeamos muito né, conheci SP e ainda fomos no Rio de Janeiro. – falei abrindo nossas malas para colocar tudo pra lavar. Mesmo as roupas limpas, já misturou com as sujas. Fui colocar as roupas para lavar e escutei meu celular tocando, era minha mãe.

– Oi mãe! –

– Oi filha, tudo bem? Já chegou em casa? –

– Tudo ótimo, só estou cansada da viagem, muitas horas no avião é ruim. Mas e vocês? Cheguei a poucos minutos, tava colocando as roupas para lavar. –

– Ah que bom amor, estamos todos bem. E a Cristiane? Como vocês estão? Tudo em paz? Fico preocupada com você. –

– Estamos bem. Desde aquele maldito dia nós não discutimos mais. Tudo indo bem. Essa semana ela vai viajar pra jogar. Vou ficar sozinha –

– Eu rezei muito por vocês, ainda bem que está tudo na paz. Nossa filha, chama alguma amiga pra dormir contigo. –

– Obrigada mãezinha, mas nem precisa. Vou ficar sozinha mesmo. Passo o dia no jornal. –

– Então tá bom. Vou desligar, beijos, te amo. Se cuida vida! –

– Você também se cuide e papai também. Tb te amo, beijos. –

Desliguei a ligação e fui para o quarto, a Cristiane estava dormindo. E eu fui guardar as malas no lugar delas e depois tomei um banho quente. O frio está congelante hoje a noite. Sai correndo do banheiro e procurei a roupa mais quente e vesti. Depois fui preparar uma macarronada para a janta. Deixei tudo no fogo e me sentei na mesa para mexer no celular, eu preciso falar com a Juliana, contar o que eu fiz à ela. Procurei ela no whatsApp e mandei uma mensagem.

Jade: Oi amiga, já estou de volta. Tudo bem?

Juliana: OOOI amor da minha vida, até que enfim voltou. Quero saber como foi tudo e aquele babado teu com a Cristiane. Separaram? Me conta agora. Ah e como tu tá vadia?

Jade: Até que enfim mesmo. Amiga, foi assim, a ex dela foi atrás dela no dia que chegamos no Ceará, acredita? Aí eu fiquei louca quando vi aquela imbecil, bebi muito e depois quando fui falar com a Cristiane dei um tapa na cara dela. Eu tava descontrolada amiga :( Aí descobri que na mesma noite, ela foi dormir com ela, fiquei com mais ódio ainda.

Juliana: Nossa, que safadinha a Cris. Sacanagem pô, mas e aí?

Jade: Aí, inventei de ficar bem com ela, e quando fomos pra SP, fiquei com o irmão mais novo dela. Mas eu queria ter dito a ela sabe, tirar foto e mostrar e tudo mais. Mas eu amo taaanto ela. Não tive coragem e choro todos os dias arrependida. O que eu faço?

Juliana: Amada, tu é louca. Porque fez isso? Logo com o irmão dela, dupla trairagem! Mas se tu não quer terminar com ela, não conte. Vamos guardar esse segredo. Entendeu?

Jade: Estou muito arrependida amiga :( mas já foi, já fiquei e pronto. Não vou contar a ela nunca. Será nosso segredo! Agora deixa eu terminar o jantar. Beijos te amo ❤

Juliana: Certo... Para de loucura viu, sua louca. Te amo doida

Joguei o celular na mesa e fui terminar a janta. Coloquei o macarrão a carne e o molho em uma travessa, depois coloquei queijo por cima e botei no forno.

– Ei, quero comer. – disse Cristiane entrando na cozinha com cara de sono.

– Daqui a pouco fica pronto. Vá tomar banho, e depois vem comer. –

Ela assentiu e saiu da cozinha, fiquei esperando o queijo derreter para tirar do forno e não demorou muito, tirei do forno e fiquei chamando ela. Em minutos ela apareceu e comemos em silêncio.

– Tu me perdoo mesmo? – perguntou ela pensativa.

– Claro amor, não sei como seria a vida sem você. Nem imagino mais ficar longe de ti. –

Ela sorriu e me puxou para me dar um selinho, depois acariciou meu rosto e levantou para colocar os pratos na pia.

– As meninas estavam falando no grupo que amanhã a gente vai ter que viajar. Não sei como vai ser esse jogo, eu não fiz nada nessas férias, só comi. Estou ferrada. – dizia ela lavando a louça.

– Mas o jogo é só na sexta-feira, não? –

– Sim, não entendi porque vamos ter que ir amanhã já. Ou seja, só volto no sábado. –

– Eu queria ir assistir o jogo! Mas não vai da, vou ter que cobrir outros jogos aqui. Já estava acostumada a ficar contigo grudada 24 horas. – falei indo até ela e a abracei por trás.

– Eu sei. Estamos mal acostumadas, vai ser chato demais agora voltando a nossa rotina. –

O resto da noite ficamos assistindo filmes no quarto, quando Cristiane adormeceu, aproveitei para apagar as fotos com o irmão dela no meu celular e a conversa com a Ju. Em seguida desliguei a tv e dormi também.


Notas Finais


Continuo??? 😆


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...