História A história de Taehyung - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 22
Palavras 662
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Mistério, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoas pegaveis,
Mais um cap na cara de vocês e novas revelações....

Capítulo 10 - Um novo amor ou uma nova aliança


Fanfic / Fanfiction A história de Taehyung - Capítulo 10 - Um novo amor ou uma nova aliança

Aquelas palavras me marcaram e sabia que em algum que o assistente de meu pai falara, ele sabia de muito e possivelmente sabia onde minha mãe estava, precisava descobrir e para isso tinha que me aproximar mais e mais das pessoas interligadas a ele. Cada vez mais presente na empresa e cada vez mais próximos aqueles que faziam parte da drama, dias foram se passando ate que um dia durante meu descanso na copa Yoongi me interrogara.

- O que você esta planejando? – me prendeu contra a parede.

-Do que você esta falando? Estou apenas trabalhando nada mais que isso. –ele me sufocava e não dava nenhuma brecha para minha fuga.

- Você acha que eu sou burro, esta falando com pessoas grandes e esta abrindo espaço entre os superiores, ou você esta querendo destruir a empresa ou esta planejando algo que eu ainda não descobri. Anda fala logo, somos colegas.

-por que deveria confiar em você? – olhei nos olhos de Yoongi buscando o por que de ele esta querendo saber aquilo. Quando de repente a porta da copa abre e Junin nos ve naquela situação.

-Desculpa não pretendia interrompe-los.

-Você não interrompeu nada! – disse saindo da copa.

Chegando no dormitório Yoongi me encarava não sabia quando ele iria voltar aos questionamentos e se voltasse como poderia me livrar dele. Troquei de roupa e deitei em minha cama olhava para o teto que estava pouco iluminado, Yoongi sentou em sua cama e olhou mais intensamente para mim.

- Vai ficar me encarando por quanto tempo? – perguntei não conseguindo suportar aquele perfurantes olhos.

- Ate o momento em que você me revelar a verdade.

- Então tome cuidado pra não ficar cego, beleza excessiva pode te cegar.

Yoongi levantou de sua cama e subiu sobre mim, seu olhos negros como um buraco negro fazia me perder nos meus pensamentos.

- Por que você se voluntariou para trabalhar ate mais tarde? – voltei a mim.

- por que você quer saber?

- Por que disse pro Junin Ho ir embora mais cedo e te deixar sozinho na empresa?

- como é que sabe disso?

- No momento que você responder um de minhas perguntas eu te respondo as suas. – não conseguia mais me concentrar em suas palavras, aqueles finos lábios me chamavam e sem que eu percebesse eu já havia beijado Yoongi. Ele me empurrou contra cama e se levantou atordoado pelo que eu fizera.

- Você esta louco? O que pensa que esta fazendo? – disse passando a mão na boca.

- Fazendo um pequeno teste.

-Teste?! Que tipo de teste maluco foi esse?

- Ver se esse interesse todo que você tem é amor por mim...

- Você tem problema! Eu não te amo seu idiota, estou apenas curioso sobre o que você esta escondendo.

- Que seja... – disse me sentando, meu telefone começou a tocar novamente e o número não estava identificado, era minha mãe.

~ Ligação

- Olá? – novamente estáticas e sem resposta – Mãe aonde você esta? Me diz que eu estou indo para ai!

- Tae, eu não sei onde estou, mas preciso de você! Seu pai... Empresa esta eliminando pessoas... Por favor, Tae – a ligação estava ficando ruim novamente. – Ajude seu irmão antes que seja tarde... Vou tentar... Não se esqueça disso... Eu... Tututu

- Mãe? – olhei para meu celular a ligação novamente tinha sido desligada e tudo que minha mãe havia dito me deixou mais confuso – preciso te encontrar... – pensei alto. Yoongi olhou novamente pra mim agora mais intrigado que antes.

- Se fosse a minha mãe me perguntaria se eu já lavei as minhas cuecas...

No dia seguinte sai indo para a casa do velho, precisava de respostas, e incrivelmente iria atrás de respostas com a puta que dormia com o velho. Os segurança ficaram impressionados quando me viram e logo abriram os portões da casa, entrei na casa e logo encontrei com a prostituta.

- Tae, você não falou que viria.

- Vim lhe fazer uma visita.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...