História A história de Taehyung - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 22
Palavras 683
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Mistério, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoas pegaveis,
Temos uma nova estrategia e para isso temos que passar por cima de algumas pessoas.

Capítulo 11 - Caso de assassinato


Fanfic / Fanfiction A história de Taehyung - Capítulo 11 - Caso de assassinato

Ela ficará surpresa em me ver e principalmente por ter sido eu que foi procura-la, parecia levemente desconfortável pelo fato de estar sentado em sua sala ela preparou o chá e se sentou em minha frente. Estava usando uma roupa justa e com um leve decote parecia que estava de saída.

- O que lhe trás aqui? - me perguntou desconfiada.

- Com lhe ver e ver meu antigo quarto, esqueci algumas coisas e vim buscar. - disse enganando minha madrasta.

- E como esta a faculdade? Planeja mudar de curso ou vai ficar com gerenciamento de pessoas mesmo?

- Não tenho muita certeza... Não disse nada para o papai mais estava planejando mudar de curso. - Sabia que tudo q falaria pra ela seria passado para meu pai então teria que engana-la e me certificar q todo sairia de acordo com o meu plano. Me levantei - mas estou preocupado não sei se desisto e foco só na empresa... Sei que meu pai quer isso, mas não quero. Quero tentar trocar...

- E você tem algo em mente?

- Claro, estava pensando em sociologia. - ela me olhou não acreditando em o que estava falando.

- credito que seu pai não iria apoia-lo...

- Por isso vim falar com você, queria pedir que você me ajudasse a convencer meu pai. Sei que parece muito difícil, mas como não sei onde minha mãe está a única coisa q me resta é depender de minha família...

Aquelas palavras claramente a surpreenderam, ela se levantou e segurou meu braço.

- Pode deixar Tae vou lhe ajudar a conseguir realizar seu sonho, jamais imaginaria que você pediria algo tão importante para mim. Na realidade sempre acreditei que você me odiava...

- claro que não, te maltratava por que não gosto de meu pai. - disse segurando em sua mão - agora vou buscar minhas coisas para ir embora, ainda tenho assuntos a tratar.

Ela soltou meu braço e assentiu. Depois subi a escada em direção de meu quarto, peguei a caixa que tinha minhas coisas e depois fui no quarto de meu irmão ele estava estranhamente muito organizado e muito bem limpo, passei pela escrivaninha e vi a foto dele com Jin, meu coração deu um leve aperto. E depois vi alguns papeis e o jornal relatando sobre o acidente de Jin e Jhope.

" peritos dizem que não fora apenas um acidente, diversas provas comprovam que o suposto acidente pode ter cido um assassinato encomendado. Os resquícios que foram deixados na Ponte de banpo mostram que pode ter sido um assassinato, entretanto não a motivos aparentes para tal ato. Quando os oficiais foram interrogar seus parentes e seus amigos nada contra os Seokjin e Jhope, entretanto jhope único sobrevivente afirma que antes de sofrer o acidente viu um carro vindo em sua direção e o motorista, Jin teve que desviar bruscamente caindo da Ponte e acabará morrendo no local. Jhope, único sobrevivente passou três meses na reabilitação e teve dificuldades para retomar sua vida." Por que aquele jornal estava no quarto do Namjoon que me intrigava, sei que possivelmente sentia falta de Jin, mas mesmo assim...

Sai do quarto de meu irmão e dei uma passada no escritório do velho, estava do mesmo jeito que ele estivera da ultima vez. O que diabos ele escondia de baixo de toda aquela marra de presidente? Tenho certeza que ele sabe onde esta minha mãe e encontraria essa informação aqui ou na empresa, mas teria que fazer isso tudo sem que o velho descobrisse. Olhei por trás das cortinas, livros e dentro das gavetas nada fora encontrado nem um papel, nenhum documento, nada, aparentemente ele estava os escondendo e pra isso teria que encontra-los. Sai da casa e me despedi da vagabunda satisfeito pela minha atuação voltei para empresa certo que teria de invadir aquele maldito cofre. Encontrei com todos na copa, estava falando baixo e estranhamente pareciam perturbados com alguma coisa me aproximei de Yoongi.

- O que esta acontecendo? – disse baixo

- Você não ficou sabendo? O presidente da empresa acabou de dar entrada no Hospital.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...