História A História De Uma Garota Qualquer - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Original
Exibições 21
Palavras 870
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Sobrenatural
Avisos: Suicídio, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Primeiro Dia


Fanfic / Fanfiction A História De Uma Garota Qualquer - Capítulo 1 - Primeiro Dia

Oi... Meu nome é lily tenho 13 anos e acabei de mudar de escola, não conheço ninguém, e sou sempre a ''nerd'' da sala, porém não me importo, não tenho amigos, sempre fui a solitária.. esquisita da turma... 
Entro na sala e a professora pergunta se eu quero me apresentar, porém não quero. 
logo no meu primeiro dia de aula ja sinto olhares ruins em cima de mim e então um tempo depois de eu ser ''vigiada'' o sinal bate para o intervalo, eu desço e me sento em um banco sozinha, logo vejo 3 meninas vindo em minha direção.


???: Hmm... então é a novata né? ela começa a rir
Lily: 
S-sim... digo em um tom baixo
???: parece que a escola ganhou mais uma nerd não é ? ela e suas amigas começão a rir me dando um ''tapinha'' no ombro
???: Vamos lá! não pode ser tão quieta assim! ela puxa minha mao fazendo eu ficar de pé
Lily: eu por acaso quis levantar? elas me olham feio 
???: nossa a nerd se alterou! ela e suas amigas caem na gargalhada
???: vamos meninas! antes que ela comece a chorar! elas vão embora dali rindo e eu me sento encostando a cabeça na parede. 
logo depois disso eu vejo uma menina que parecia ser inocente vindo em minha direção
Lily Pensamento: 
lá vem...
???: Oi! ela diz com um sorriso no rosto
Lily: Oi.. falo baixo 
???: Novata? diz se sentando do meu lado, e eu concordo com a cabeça
Layla: Prazer! sou Layla! diz com um sorriso enorme no rosto. autora (ate hj n sei o motivo)
Lily: Prazer Layla, Sou Lily!  Digo sorrindo 

logo o sinal bate para voltarmos para a sala e quando entro na sala ja sinto pessoas me olhando estranho 
Lily
 On~~~~
Gente.. o que eu fiz pra pessoas me olharem estranho...?
Tento ignorar o que era quase impossível e vou para meu lugar e me sento no mesmo
a professora chega na sala e dá sua aula normalmente, a aula foi a mesma coisa de sempre.. até porque.. aula de história não é muito legal.. algumas horas depois o sinal bate para irmos para casa. 
arrumo minhas coisas para sair, e na saída levo um tapa na cabeça (;-; doeu tá? ;-;) eu olhei pra trás para ver quem foi, e vi um grupo de garotos rindo, eu ignorei e fui pra casa como se nada tivesse acontecido, cheguei em casa minha mãe pergunta se estou bem e eu concordo com a cabeça e logo vou para meu quarto e me tranco no mesmo.


Lily: porque em toda escola que entro sou recebida da mesma forma? porque sou tão odiada? porque? porque.. eu to viva? (sim eu era dramática pra caramba) sussurro pra mim mesma. logo pego meu fone coloco musicas e vou escrever meu dia no meu diário, que por incrível que pareça, ninguém sabia que eu o tinha, logo depois de escrever, começo a reler tudo que estava escrito no diário, e logo vejo uma frase que pelo que eu me lembre, eu não tinha escrito:
-: 
Nunca desista Lily, sempre vou estar te apoiando mesmo não estando com voce, Hoje, eles riem de voce, amanha voce vai rir deles, só esperar. 
após ler isso sinto um calafrio e fecho o diário, e guardo o mesmo, me deito na cama ouvindo musica e logo pego no sono. minha mae entra no quarto e me ver dormindo e prefere não me acordar. 
dá 3:00hrs da madrugada (MELHOR HORA NÉ
?) e eu acordo e vou ate a cozinha, quando chego lá, vejo uma pessoa andando fora da casa, eu como sou trouxa fui la ver o que era, chegando lá. não vejo ninguém, e quando estou prestes a voltar pra dentro de casa sinto uma respiração do meu lado, e eu fico muito assustada e corro pro quarto, me traco lá e tento dormi, o que não acontece, fico acordada a madrugada toda, e logo amanhece, como é sabado prefiro não sair do quarto pelo que aconteceu na madrugada, mas eu levanto pois estava com fome, quando eu abro a porta do quarto, vejo uma pessoa andando pela cozinha, vou até lá pois penso que é minha mae.
Lily: Mãe? digo gritando
então vou pra cozinha e não vejo ninguém, vou até a sala e também não vejo ninguém, é ai que eu percebo que eu estava sozinha em casa. 10min depois eu sinto um respiração no meu ombro novamente, porém dessa vez sinto alguma coisa agarrando meu braço, isso já erá demais pra mim, eu sai de casa e fui pra rua como se alguma coisa fosse mudar, chegando na rua vejo como meu braço está, e pro meu azar tem uma marca de uma mão vermelha estampada no meu braço, logo vejo minha mãe chegando e vou correndo contar pra ela o que acabou de acontecer, como sempre ela não acredita e acha que eu estou brincando com ela, eu desisto de tentar convence-la que isso tinha realmente acontecido, e entrei como se nada tivesse acontecido, um sabado qualquer, sem nada pra fazer, e o dia passa rápido, logo chega a noite, quando eu vou pro meu quarto.....


                                     CONTINUA                                       


Notas Finais


bom.. saiu atrasado...? saiu..! mas foi pq eu dormi! DESCULPA ;U; tentei colocar mais minha historia do que ficção mas né... não posso expor minha vida online totalmente, ou seja nem tudo que esta ai é verdade mas algumas partes são :v então fica da cabeça de voces quais são as minhas ou as fictícias :v bom foi isso o proximo ep sai amanha as 3hrs da tarde (se eu não dormir de novo, por que dormir é bom :v)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...