História A história mais chata do mundo - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Biografia, Bullying, Não-ficção, Vida Escolar
Visualizações 5
Palavras 1.022
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - 07


                                                                                                      #07 
 
 E agora finalmente,vamos falar sobre a escola,esses vão ser os capítulos mais difíceis de serem escritos,então pode acabar demorando um pouco,acho que vou começar pela minha primeira escola,que não aconteceu nada de mas,mas deixo a critério de vocês. 
 
 Naquela época eu estudava sempre na mesma escola que o meu irmão,não era como se eu gostasse disso,o incidente da piscina ainda não tinha acontecido,eu era uma criança levada e muito desordeira,tudo que eu queria era ser incrível,eu era bobo,era um pirralho gordo e feio que não se importava com o mundo,dá logo para perceber que eu me odeio não é,tanto no passado como no presente,a escola que eu estudava se chamava,escola do mickey,mas eu poderia simplesmente colocar outros nomes como,prisão para crianças,ou até mesmo sanatório infantil,aquilo não era apenas uma escola,era uma casa com pessoas morando lá(dah!),e era na minha rua,mas eu era tão pequeno que não me lembro de quase nada,tudo que eu me lembro era que eu puxava briga com outro garoto gordo que tinha lá chamado ojama black,sério,ele parecia,mas ele era branco tá,então não achem que eu sou racista,eu digo que ele era o black porque ele era mais gordo do que eu,e eu era o ojama yellow,se vocês não estão entendendo,pesquisem no google esses nomes,a coisa só vai ficar pior daqui pra frente. 
 
 Eu e ele brigávamos sempre,e sempre era castigo na hora,mas o mais castigado era eu,não sabia o porque,afinal na maior parte das vezes,ele era ele que puxava briga comigo. 
 
 E fin. 
 
 Agora vamos para o jardim 1,foi uma época não muito diferente do maternal,existia um garoto que sempre brincava comigo,vamos chamá-lo de masaki the legendary swordsman,ou só leg,assim fica mais fácil,agora lembram que eu ia falar da Era do Harry Potter,vai ser agora,ela se estendeu até a primeira série,onde eu o reencontrei,mas a era do harry potter começa na alfabetização,então porque você vai começar a falar dela agora?,porque tem tudo a ver com ele,eu e ele gostávamos sempre da hora do lanche,naquela época eu não me interessava nem um pouco em aprender,só queria saber de ficar com os meus amigos brincando e falando sobre desenhos,mas eu era tão bobo que em uma aula,eu por extrema grosseria levantei a mão na hora errada justo na hora em que a professora fez uma pergunta na classe,e ele me salvou de dar a resposta errada. 
 
Eu sempre me divertia como leg muito nos intervalos,ele era o meu melhor amigo naquela época,embora as brincadeiras naquela época fossem meio estranhas,porque nós brincamos de lutinha várias vezes,e eu sempre ganhava,o problema era que não era apenas nós dois,tinham outros garotos também,mas só vou mencionar um,vou chamá-lo de kuriboh,porque ele não falava,devido ao fato dele ser surdo,realmente aquela foi a primeira vez que eu tive um contato com uma pessoa surda,e eu não sabia por ignorância que ele não conseguia me escutar,já viu o filme Koe no katashi,é uma animação japonesa que conta a história de uma garotinha surda que chega em uma escola do jardim de infância e 
 
 
ninguém da classe sabia o que era um surdo,me senti desse jeito,mas eu não chateava ele nem achava ele esquisito,pelo contrário,eu achava ele engraçado e bem humorado,uma vez encontrei ele anos depois e ele ficou bem feliz em me ver,mas eu ainda não suspeitava que ele não podia me ouvir falando,também não sabia a linguagem de sinais na época,agora eu meio que estou disposto a aprender isso,embora nem curso eu comecei a fazer porque não tenho como pagar. 
 
 e é claro,além dos garotos tinham também as garotas,não me lembro de todas,mas tinha duas que em particular,sempre falavam comigo,independente da minha situação,eram as elfas gemêas,(colou direitinho em hahahaha),maior parte das vezes eu brincava com elas,quando leg não vinha,eu conversava mais com elas,até já ficamos de castigo juntos,ficávamos sempre falando de não nos mudar para uma nova escola,mas construir uma nova escola,o plano era,pedir para as nossas mães para poder construir uma escola(simples assim)hahahaha,crianças. 
 
 Eu nunca senti atração por nenhuma delas ou pelas duas,embora essa não tenha sido a última vez que eu estudei com elas,mas a única coisa que eu me lembro era que elas vendiam CDs e DVDs virgens,eu fui lá duas vezes por causa do TRAIDOR!!,e nas duas vezes eu me senti constrangido,porque já fazia um tempo que eu não falava com elas,então era meio difícil chegar em alguém que não estuda mais com você,eu só entrei na casa dela acho que três vezes na mesma semana,já que estávamos fazendo a maquete para a feira do conhecimento,que eu chamava de ciências porque eu via muita televisão,era eu e outros dois caras e elas e outra garota,e dessa eu gostava,mas vamos para mais detalhes sobre isso depois. 
 
 Depois de muitas dificuldades,finalmente terminamos o trabalho e bom,ele ficou meio m#rda,comparado com o do outro grupo,é que nossa sala,como ela não era muito grande,fomos divididos em dois grupos,um tinha quase todos os mais inteligentes da escola e maior parte dos amigos que eu conversava com mais frequência,e o nosso grupo,era os deslocados e burros,e só as garotas eram inteligentes,as três,o problema era que tinha um chato que estava no outro grupo que ficava me atrapalhando enquanto eu tentava falar a minha fala(essa frase ficou esquisita,eu sei),ele me chutava e ficava pisando no meu pé,até que eu não aguentei mais,chutei a canela dele e adivinha o que aconteceu,Weird foi mais uma vez castigado(deixei de ser o ojama na primeira série),sinceramente,eu não conseguia entender porque ela só havia discutido comigo,até parece que ninguém viu o outro me chutando,mas parece que os professores só não são cegos quando sou eu fazendo algo de errado,por minha causa as apresentações da nossa classe foram encerradas mais cedo,mas ninguém ficou com raiva de mim por causa disso,na real,todo mundo gostou. 
 
 resumindo:não aconteceu nada no jardim 1 e nem no 2 
 
 Agora na alfabetização,além do caso que eu já mencionei lá trás,foi quando eu vi pela primeira vez uma coisa que na qual nunca vou esquecer,a primeira garota que eu me apaixonei,ou me iludi,o que é uma maneira mais fácil de escrever,ela não era da minha 
 
 
classe,mas a avó dela morava na minha rua,pena que não era minha vizinha,ao invés da behegon.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...