História A history about love - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon, Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Amizade, Amor, Primeiro Amor, Romance, Shawn Mendes, Superação
Visualizações 118
Palavras 1.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Tenho uma perguntinha pra vocês lá nas notas finais.

Boa leitura!!!

Capítulo 6 - Seis


{Stella Lambert point of view}

Dois dias depois

Já fazem dois dias que eu nem levanto da cama. Estou completamente doente e só falta dois dias para o natal. Também estou com pena da Brianna que tem que me ajudar até para ficar no banheiro na hora do banho. Ela me ajudou a sentar na cama para tomar o remédio e comer. 

- Qual a desculpa que eu tenho que dar ao Shawn hoje?

- Não tenho condições de ver ninguém, Bri. - tossi 

- Eu sei. Precisa ir no médico. 

Tossi de novo, só que muito mais forte. Vi a Brianna ficar nervosa e gritar meu pai, comecei a sentir muita falta de ar e o meu pai entrar no quarto. Desde esse momento eu não lembro de mais nada. 

 {Shawn Mendes point of view}

Estava do lado de fora com meu pai olhando uma coisa que ele dizia que precisava reformar quando uma movimentação começou na casa da Stella. A Brianna saiu correndo para a garagem e tirou o carro tão rápido que quase batia no hidrante. Em seguida o Christian saiu com a Stella nos braços, ela estava desacordada, senti meu coração bater mais rápido por não saber o que tava acontecendo e não podia simplesmente atravessar a rua e perguntar. O carro saiu muito rápido e uma sensação estranha se instalou em mim. 

- O que será que aconteceu? - meu pai perguntou me empurrando de leve para entrar 

- Não sei. - engoli seco - Espero que não seja nada grave. 

- Também espero. - ele disse 

Minha mãe perguntou o que aconteceu e meu pai ficou explicando. Subi pro meu quarto e fiquei sentado pensando o que poderia ter acontecido com a Stella, a dois dias não consigo falar com ela e hoje isso acontece. 

 {Brianna point of view}

Estava assustada com o que a Stella, ela tinha desmaiado no meio de umas tosses, o nariz dele sangrou bastante, não sei o que pensar, eu só quero que a minha menina fique bem. O médico pediu alguns exames e estamos esperando. Stella já acordou e dormiu de novo.

- Sr e sra Lambert? - o doutor nos chamou e saímos do quarto da Stella fechando a porta de vidro - Os resultados dos exames saíram. 

- O que ela tem? - perguntei preocupada

- As notícias não são boas. Os exames de sangue da Stella deram positivo para linfoma. 

Era como se o chão aos meus pés tivessem se aberto e eu tivesse sido sugada. Aquilo não podia está acontecendo. A minha menininha não merecia aquilo.

- A notícia boa é que não está em um estado avançado e se tratamento for iniciado nesse estágio ela tem 90% de cura.

- Quando ela pode começar o tratamento? - Chris perguntou me abraçando de lado 

- Depois do natal, provavelmente. Ela tem que passar por uma consulta com o oncologista e ele vai explicar o tratamento e começar o mais rápido possível. - ele disse - Posso marcar a consulta para o dia 27?

- Sim. Por favor. - Chris respondeu 

- Ela está acordada. - o doutor disse olhando para dentro do quarto - Querem falar agora? 

Assentimos e entramos. Segurei a mão esquerda dela que sorriu para mim, aquele sorriso lindo e inocente de sempre. 

 {Stella Lambert point of view}

Então é isso? Um dia eu estou bem e no outro eu descubro que tenho câncer. O médico, meu pai e Brianna estão confiantes no tratamento. Aparentemente tenho 90% de chance de ficar curada, e, aparentemente, isso é bom. 

Recebi alta as 19:45 e meu pai me levou para casa. Fui o caminho todo pensando nessa minha nova 'condição'.

- Pai? - o chamei ainda no carro - Como vou contar pro vovô e pra vovó?

- Eu faço isso, meu bem. - ele respondeu e eu afirmei com a cabeça 

- Pai. - ele me olhou de canto - O que eu vou fazer agora?

- Vamos cuidar de você, Ste. - Brianna disse olhando pra trás, sorri para ela 

Meu pai parou o carro antes estacionar, eu e Brianna saímos para entrar pela porta da frente ao invés de entrar pela porta da garagem. 

- Stella. - olhei para trás e encontrei Shawn 

Andei até ele o abracei, o mais forte que consegui ele me abraçou de volta, deixei as lágrimas que eu segurei o caminho todo em seu peito. 

- O que aconteceu, Stella? - ele perguntou mas não conseguia responder, os soluços não deixavam

-  Shawn, por que não conversam lá dentro? - Brianna disse 

- Vamos. - ele afastou nossos corpos e passou as mãos em meu rosto enxugando as lágrimas 

 {Shawn Mendes point of view}

- Eu tenho câncer, Shawn. - Stella disse depois de um bom tempo chorando. 

O pai dela e a Brianna nos deixaram sozinhos na sala. Não sei o que eu senti quando ela disse aquilo, um frio passou pela minha espinha. 

- Linfoma para ser mais exata. - ela riu sem animo - Eu nem sei o que tá passando na minha cabeça. O médico disse que eu tenho 90% de chance de ficar boa se fizer o tratamento. 

- Isso é bom não é? 90% é uma grande porcentagem. 

- É. Muito grande. - ela disse e fechou os olhos - Meus avós, Shawn, eles não merecem cuidar de uma doente. 

- Ei, não fala assim de você. - ela riu nasalado e eu segurei o rosto dela fazendo-a me olhar 

- Eu não sei o que fazer. - Stella começou a chorar e eu a abracei - Não quero morrer, Shawn. 

- Você não vai morrer, Stella. Vamos cuidar de você. 

- É tão ruim saber que sua vida vai mudar do dia pra noite, é tão ruim descobri que uma doenças dessa está dentro de mim. 

- Eu não faço ideia de como está se sentindo. Mas vou ficar do seu lado. Vou cuidar de você, Stella. 

Apertei ela ainda mais nos meus braços, eu não a deixaria só, ficaria do lado dela. Eu tenho que ficar do lado dela. 
 


Notas Finais


Vocês acreditam em milagre, karma e essas coisas?
me: eu acredito!!

Tô de bom humor porque é aniversário do Shawnzinho <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...