História A Ilha - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bastian Schweinsteiger, Jason Dolley, Lukas Podolski
Personagens Bastian Schweinsteiger, Jason Dolley, Lukas Podolski
Tags Adultério, Naufrágio, Romance, Schweinski
Exibições 40
Palavras 664
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom diaaaaa !!!!!
Espero que gostem do capítulo mais aguardado (ou não) hahahahaha

Capítulo 14 - ''Eu confiava em você!''


Fanfic / Fanfiction A Ilha - Capítulo 14 - ''Eu confiava em você!''

Podolski não queria que aquela  cena que ele acabou de presenciar fosse verdade. Ele tentava de todas as maneiras segurar suas lágrimas o máximo que podia. 

—Po-Poldi? Eu posso explicar!—A voz saiu trêmula e falha enquanto ela tentava  tapar suas partes íntimas. 

—Não precisa me explicar nada.—Falou exasperado.

—Lukas eu...—Bastian falou se aproximando dele.

—Vai se foder, sai daqui!—Ele disse empurrando o mais velho,provocando sua fúria.—Desculpa, eu atrapalhei o casal.

—Hey, você está me empurrando por quê,cara?—Bastian indagou partindo para cima de Lukas,deixando Emily assustada.

— Não encosta em mim!—Falou o empurrando de novo.—Eu confiava em você,mas lealdade nunca foi seu forte,não é mesmo?—Berrou.

— Olha só quem fala, o cara que é casado, tem um filho de oito anos,mas nunca deixou de olhar para outras mulheres!—Retrucou.

—O quê? —Emily murmurou incrédula.

—Cala a boca que você pediu a Ana em casamento!—Podolski se defendeu.

—Oi?

—Eu nunca pedi Ana em casamento! —Se defendeu.

—E você,Emily? Esperou que eu virasse as costas para dar pra ele como uma vagabunda?—Ele a encarou com olhar de desprezo.

—Por que está falando desse jeito com Emily? Ela não é nada sua!—Bastian o questionou indignado.

—Conta pra ele,Emily, o que a gente ficou fazendo aquele dia naquela outra ilha.

—Contar o que?—O semblante de Bastian mudou de revoltoso a melancólico ao ouvir aquelas palavras. 

—Deixa que eu mesmo falo.Eu não sei desde quando vocês dois mantém um caso,mas Emily também estava ficando comigo,ou seja, ela enganou nós dois esse tempo todo. Nos fez de palhaço e bem debaixo do nosso nariz! —Ao falar a última frase, ele a encarou furioso.

—É verdade, Emily?—Seus olhos verdes agora estavam marejados,deixando uma lágrima cair sobre sua bochecha.

—Não foi por querer,eu nunca quis te magoar...—Falou soluçando.

—Some daqui!—Falou ríspido.

Lukas a pegou pelos braços e a tirou a força da cabana.

—Ai ai, meu braço!—Gritou.

—Não aparece nunca mais!—Bastian pegou suas roupas que estavam no chão e jogou com violência nela.

Emily pegou suas roupas e  correu para o interior da floresta enquanto chorava desoladamente e só parou quando tropeçou em algo e caiu no chão.Um sentimento de arrependimento tomou conta de seu coração. Ali de joelhos,com a cabeça baixa,um filme passou por sua cabeça. Ela sentia ódio de si mesma por ter deixado tudo aquilo chegar aquele ponto,agora eles nunca mais iriam querer olhar para a cara dela.

Anoiteceu. Os rapazes na praia , dormiam como anjos dentro da cabana. Apesar de tudo o que aconteceu, eles ainda se falavam. Tiveram uma longa conversa sobre tudo o que aconteceu e acabaram vendo que não valia a pena brigar por ela. Já Emily,não conseguia pegar no sono. Ela estava sentada no chão,apoiando seu corpo em uma pedra,usando os braços para apoiar a cabeça. Tudo o que ela gostaria era de sumir. 

De repente,um barulho estranho chamou sua atenção.Parecia ser de passos e ela achou que se tratava de alguns deles. 

—Poldi?—Ela levantou a cabeça e passou o olho no ambiente com os olhos semi cerrados,mas estava muito escuro e ela não conseguiu enxergar absolutamente nada. Novamente, ela escutou sons como se alguém estivesse se aproximando.—Bastian ,é você?—Ela se levantou e foi de encontro ao suposto causador do barulho.—Tem alguém aí?

Deu alguns passos devagar e encostou no que parecia ser um  tronco de uma árvore.Ao olhar para o lado, ela escuta um animal rosnando bem no seu ouvido,o que fez com que ela soltasse um grito de pavor tão alto que pode ser ouvido da praia.

—Emily!—Poldi levantou rápido e Bastian foi atrás dele.

Ela correu desesperadamente sem saber para onde estava indo. Tudo oque ela queria era sair da reta de um possível animal selvagem. Ela acabou tropeçando em uma pedra e caindo novamente,mas logo se levantou e voltou a correr até conseguir finalmente alcançar a praia e ver Schweinsteiger.

—Bastian!—Ela pulou em seus braços e ele correspondeu.

 


Notas Finais


Oiiii, espero que tenham gostado do capítulo de hoje.Até o próximo,bj!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...