História A Impossible Dream - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Esquadrão Suicida
Personagens Bruce Wayne (Batman), Coringa (Jack Napier), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina)
Tags Batman, Bryan, Coringa, Jozer
Exibições 65
Palavras 783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 53 - Sonífero


P.O.V Harley 

Vou até meu Puddin e deito ao seu lado, estico meu braço desligando o abajur deixando o quarto num completo breo, me ajeito na cama e sinto Puddin me puxar para perto num abraço, e assim durmo em seus braços 

(...) 

Acordo no meio da noite com um barulho vindo da sala, percebo que meu Puddin ainda me abraçava então tiro seu braço de cima de mim delicadamente, me levanto da cama e pego meu taco de beisebol caso precisasse me defender, antes de sair do quarto olho para o coringa, sua expressão suave le deixava com uma aparência inocente, apesar de ser bem diferente disso na vida real, olhando para ele me lembro de nunca ser visto o mesmo sem maquiagem, como será que ele é sem a maquiagem dele? 

Desligo meus pensamentos voltando ao barulho que havia escutado, saiu do quarto e em passos leves e silenciosos vou descendo as escadas até encontrar a sala vazia sem sinal de vida 

— Ué juro que tinha visto... AHHH - eu me interrompo assim que me viro vendo uma sombra preta em minha frente, pelo susto acabo com tentar bater na sombra, mas a mesma segura o bastão com força retirando ele de minhas mãos 

A sombra vai até o enterupetor e acende a luz revelando quem era 

— Jozer ? - pergunto ao ver a mesma com o cabelo todo bagunçado e o batom todo borrado 

— Eu mesma Pq ? - ela pergunta sem interesse ajeitando a roupa de ginástica que se encontrava rasgada 

— Você pegou alguém ? - pergunto fazendo cara de safada para mesma que dá uma bufada 

— Ahhh faça o meu favor né Harley - ela diz franzindo o cenho e soltando o meu bastão no chão 

— Que foi ? - pergunto não entendendo o seu irritamento

— Eu não sou dessas que pega todo mundo, tenho coisa melhor para fazer tipo... matar pessoas HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA - ela gargalha alto é assustador que nem o coringa e sobe as escada me deixando ali com cara de retardada 

Ao voltar para o quarto não encontro Puddin na cama

— Ué onde ele foi ? - pergunto a mim mesma sentindo braços me pegando por trás e algo sendo colocado em meu nariz me fazendo desmaiar 

P.O.V Jozer 

Subo até meu quarto encontrado Isadora deitada na MINHA cama com um monte de papel em volta, provavelmente de tanto chorar dou a volta na cama e vou até meu banheiro tomar um banho

(...) 

Depois de um bom banho para tirar todo aquele cheiro de academia e de uma pequena luta que tive com umas pessoas que devem estar visitando o inferno agora, vou até meu quarto novamente colocando uma calcinha preta é uma camisola de seda preta transparente. 

Me olho no espelho por um período e vou em direção a Isadora que estava dormindo, puxo ela pelo pé fazendo a mesma cair no chão 

— Aí - ela reclama ao acordar 

— Sai do meu quarto AGORA!!!! - eu grito apontando firmemente com o braço para a porta 

— Mas... - ela começa a falar mas a interrompo puxando a mesma pelos cabelos até a porta do meu quarto 

— Vê se não me perturba a noite - digo série batendo a porta na cara dela 

— Urggg menina ensuportavel - digo forçando meus dentes e minhas mãos 

Me deito na cama puxando a coberta para mim e fechando meus olhos sentindo a brisa bater em meu rosto me fazendo adormecer 

(...) 

Acordo com algo me chacoalhando freneticamente 

— Vai chacoalhar coqueiro vai - digo com raiva cubrindo meu rosto com as cobertas 

— A Harley sumiu - escuto a voz do coringa e o mesmo puxar a coberta com agressividade me deixando descoberta 

— Eu com isso - digo debochada e dando de ombros 

— Eu preciso achar ela !!! - ele grita me fazendo revirar os olhos 

— Então vai procurar dã - digo mechendo a cabeça 

— Você vai me ajudar - ele fala como uma ordem 

— Aí que saco você é muito insistente - digo me levantando da cama e indo até meu closet trocar de roupa 

— Eu já volto não sai dai - ele diz quase que me ameaçando, mas não tenho medo dele, quer dizer, sou a única que não tem 

Enquanto escolhia uma roupa para por sinto algo forte sendo precionando contra o meu nariz me fazendo desmaiar na hora 

P.O.V Joker 

— Jozer... - procuro ela com o olhar mais não acho sua presença 

— Jozer sem brincadeiras - digo irritado com uma espressão de raiva , mas logo minha espressão muda assim que acho perto de umas roupas derrubadas da Jozer um pano

— MERDA - digo ao cheirar de longe o pano persebendo que era um sonífero forte...

 


Notas Finais


E agora quem será que fez isso ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...