História A Impossible Dream - Capítulo 56


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Esquadrão Suicida
Personagens Bruce Wayne (Batman), Coringa (Jack Napier), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina)
Tags Batman, Bryan, Coringa, Jozer
Exibições 44
Palavras 810
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Então gente eu estou aqui com mais um capítulo e antes queria avisar para vcs que decidi não fazer hot da jozer e do joker já que a maioria não queria

Capítulo 56 - Não dormisse querida!!


P.O.V Jozer 

A alicia tentava a todo custo se soltar da cadeira para tentar fugir, mas a única coisa que ela conseguia era me irritar é muito 

— Fica quieta alicia - digo como uma ameaça e a mesma me olhou com uma cara confusa 

— Nossa Jozer nem parece você - ela diz se presionabdo na cadeira e abrindo os olhos mais do que o normal 

— É que eu sou uma boa atriz - digo beijado meu obro e olhando para mesma 

Não era só eu que estava cansada de ficar na quela cadeira, mas para minha sorte a minha corda estava mais frouxa então comecei a mecher minhas mãos machucando as mesmas pela força mas não me importava, até que depois de um tempo consegui me soltar 

— Como é bom sentir meus pulsos de novo - digo abrindo meus braços e sorrindo para as duas que me encaravam 

— Solta a gente - a Kaune disse já irritada pela minha demora 

— Por causa do jeito que falou comigo vou soltar a alicia primeiro - digo andando para trás de alicia e desamarrando seus pulsos 

— Agora você... - digo com pouca vontade de soltar a mesma 

As outras duas se deitam no chão e tentam dormir, mas eu não estava com sono então fiquei encarando a pequena fresta de luz que iluminava a escura sala

P.O.V Joker 

Eu andava de um lado para o outro, de impaciência e demora do Aron que não chegava com notícias das duas que sumiram noite passada 

— Chefe!!! - escuto a voz ofegante de Aron atrás dele e me viro para o mesmo esperando alguma noticia útil 

— Então achou alguma coisa ? - digo pegando uma garrafa de álcool e tomando a mesma para tentar afastar os problemas 

— sim chefe - ele diz parado na minha frente que sem um idiota 

— ENTÃO FALA IMBECIL - digo apertando meu punho tentando me controlar 

— Elas estão em um tipo de mercado negro - ele diz pegando um papel 

— Mercado negro ? - pergunto não entendendo 

— É uma gangue grande e poderosa que contrabandeia mulheres, eles sequestram as mulheres e até mesmo crianças como a Jozer, e vendem as mesma para compradores de todo o país- ele diz colocando o endereço do local 

— Certamente se eu for lá vão me reconhecer DROGA!!! - digo socando a parede ao meu lado formando um buraco na mesma pela força exercida 

— Você precisa ir disfarçado - Aron diz colocando um sorriso em meu rosto que antes estava sério 

— É por isso que eu não te mato - digo batendo de leve no ombro do mesmo e saio do meu escritório 

P.O.V Jozer 

Eu não havia dormido a noite inteira, tentando planejar algum modo de sair daquele inferno, ou iam acabar me vendendo o que só ia complicar mais as coisas, eu não posso ficar aqui esperando que alguém venha me resgatar, tenho que agir por conta própria 

— Acorda sedo em - escuto a voz da Kauane atrás de mim e o gemido de dor da mesma 

— Eu não dormi - digo me virando para mesma que estava agachada com as mãos na coluna 

— A minha coluna está doendo muito - ela diz se sentando na cadeira e suspirando de alívio 

— Ninguém mandou dormir no chão - digo sem olhar para mesma, meus pensamentos estavam em outro lugar, nem escuta ela falar direito 

— Queria que eu dormisse aonde? No teto ? - ela ironiza na frase, então me viro para mesma saindo de meus pensamentos, e ando lentamente até ficar atrás dela 

— Não dormisse querida - digo em seu ouvido apertando fortemente minha mãos contra as costas dela fazendo com que gritasse de dor 

Ela tenta desferir um soco em meu rosto mas seguro seu punho empurrando a mesma no chão e saindo de perto, não estava afim de brigar,  pelo menos não agora, a mesma ia tentar me atacar de novo mas é interrompida pela porta sendo aperta 

— Parece que as três são boas em se soltar,não é mesmo? - ele diz se referindo às amaras que estavam em nosso pulso 

— O que você está fazendo aqui? - pergunta alicia com receio do que seria sua resposta 

— Uma de vocês não vão morrer aqui - ele diz abrindo caminho para alguém que logo aparece em nossa frente, era um homem alto com os cabelos loiros e os olhos pretos, me parecia forte, mas não dava para ter certeza já que as roupas cobriam seus braços, devo admitir era bonito, 

— €£¥+'$/:; - o homem fala alguma coisa em outra língua e eu não entendo nada, o que me leva à conclusão de quem de nós for escolhida vai para fora do país 

— Eu quero... - o homem loiro diz meio embaraçado nas palavras, já que não era sua língua, quase não dava para entender o que falava 

— Essa!!! - ele exclama apontando para mim



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...