História A insuportável amiga da minha irmã....(Jasiper) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Exibições 112
Palavras 691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Festa, Luta, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Próximo capítulo variaas tretas o bagui vai ser feio
Boa leitura

Capítulo 2 - Eu não tenho culpa se todas as garotas gostam de mim....


Pov's Jason

Eu estava treinando como todo dia, e como todo dia tinha algumas meninas do primeiro ano nas arquibancadas eu estava jogando normal o treino até que estava bem animado hoje. Mas daí a Reyna atrapalhou. Ela não era tipo minha namorada mais era gostosa pacas. Agente sempre ficava. Ela e líder de torcida. Elas comessaram a dançar uma música com uma coreografia um pouco....humm....sabe aquela dança que te deixa de pau duro. Então era exatamente isso que elas travam fazendo.

Os meninos conmessaram a parar um por um pra olhar. Do nada vejo Reyna vindo até mim. Ela comessou a dança roçando sua bunda no meu pau. Aquele corpo meu deus. Ela foi descendo até o chão na minha frente digamos que se eu abrisse o zipper da calsa ali, eu ia ter uma boquinha rosa no meu pau. Ela subiu de novo beijando meu pescoço. Olhei de relance pro lado e vi uma Thalia passando com algumas amigas, e me lançando um olhar mortal. Eu sabia o porque aalguma amiga dela gostava de mim. Acho que o nome dela era Piper mas eu nem sabia quem era.

E eu nunca pagaria uma do primeiro eram todas castas.

Mas o meu pensamento deu defeito quando Reyna sussurrou no meu ouvido:

-tá animadinho Grace?-ela deu uma risadinha provocativa

-você tá mais que eu sei-ela se arrepiou enteira-aposto que tá toda molhada

-como sabe?-ela falou com ar sedutivo

-porque eu te conheço -falei ainda no ouvido dela-quer ir ali no vestiário feminino 

-ia adorar-ela falou e saiu andando e eu sai atrásAssim que agt saiu da área s quadras euencostei ela na parede e ela enrroscou as pernas dela na minha cintura. Eu estava indo em direção ao vestiário feminino ouvi a voz da minha irmã e das amigas dela. Eu largura a Reyna na hora e me escondi acho que Reyna também. Elas estavam falando sobre uma festa do pijama, ótimo só espero que não seja na minha casa. Depois que elas passaram eu Levantei aliviado Reyna má olhou com uma cara de porque fez isso?

-Oque você queria que eu fizesse era minha irmã.-falei com cara de dãh

-sua irmã já pegou agente em situações bem piores que essa.-ela falou indignada

-é mais tem uma amiga que gosta de mim e que provavelmente tava com ela e ela fica muito brava quando eu fico com você na frente dessa tal de Piper-falei com deboche-e ela pode entregar a festa que eu fiz semana passada quando meu pai não tava

-okey -ela suspirou e saiu andando de volta pra quadra

-ei pêra- eu disse-você provocou você tem que aliviar é lei-eu aponte pro volume em minha bermuda.

Ela deu um sorriso de lado. Andou até mim ptovocativa passou a mão em meu eleitoral por cima da camisa depois foi abaixando devagar. Abriu o zipper da bermuda e tirou meu volume de dentro da cueca que estava duro.

Ela Lambeu a cabecinha depois seu comprimento e então enfiou tudo de uma vez na boca. Comessou a fazer movimentos de vai. Eu segurei os seus cabelos em um rabo mau feito. E acompanhar os movimentos que ela fazia. Depois de um tempo eu gozei ela engoliu tudo.Me olhando com cara de safada. Eu abotoei minha bermuda e fomos pra quadra com ela ainda limpando os cantos da boca. O treino já tinha acabado.

O sinal já tinha batido então eu fui pro meu carro Thalia estava encostado nele mexendo no celular. Eu não falei nada só entrei no banco do motorista e ela no do passageiro. A viagem foi em um clima totalmente tenso ela não falou nada nem eu.

A gente chegou ela pegou a bolsa dela e entrou pisando duro. Ela abriu com a chave dela e fechou o porta na minha cara e eu tive que procurar a minha chave.

Entrei e meu pai tava tentando na mesa de jantar lendo um livro

-Oque aconteceu com a sua irmã?-ele perguntou sem tirar os olhos do livro. Eu não falei nada só abaixo a cabeça-Oque você fez?

-a culpa não e minha se todas as meninas tem que gostar de mim-eu Subi as escadas com pressa deixando um Zeus totalmente confuso pra trás.


Notas Finais


Continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...