História A irmã adotada - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Seventeen
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lee Jihun "Woozi", Rap Monster, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Suga, V
Tags Bts, Jin, Jungkook, Seventeen, Taehyung, Woozi, Yoongi
Exibições 61
Palavras 1.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente ! Desculpa pela demora...faz dois dias que estou de ferias e comecei o capitulo ontem. Ai esta , espero que gostem
Bjs

Capítulo 11 - Você é ele


Fanfic / Fanfiction A irmã adotada - Capítulo 11 - Você é ele

-qual é o seu nome e como sabe disso tudo?-perguntei.

.......

-isso não importa um dia talvez possamos nos encontrar de novo e assim direi o meu nome-respondeu deixando logo em seguida a sala.

 

Fiquei estático, minhas pernas não obedeciam aos comandos que eram dados pelo meu cérebro. -Ana. -sussurro.

 

Sinto um aperto em meu peito, o que está acontecendo comigo? Ana o que você está fazendo comigo? Corro, corro o mais longe que consegui daquela escola, procuro por uma delegacia mais próxima e logo encontro. Entro com presa, fazendo todo ali me olharem assustados. Acredito que seja pelo meu estado, um garoto todo suado com a respiração irregular, com uniforme escolar todo amassado e que deveria está no colégio.

 

- por favor! Preciso de ajuda!-grito desesperado.

 

Povs, yoongi off

 

Povs, narradora on

 

Um dos policiais vai até min yoongi, com passos lentos é precisos. Possuía um sorriso de dar inveja por causa de suas covinhas, era moreno, alto e seus cabelos castanhos estavam em um topete lindo. Parou enfrente ao mesmo com as mãos uma em cada lado de sua cintura.

 

- o que aconteceu?-perguntou com a sobrancelha direita arqueada.

 

Um suspiro foi à única coisa que saiu de seus lábios rosados, não sabia o que estava fazendo e muito menos no que tinha se metido. Estava tão confuso, será que era a coisa certa a se fazer? E se algo acontecer com Ana por causa dessa decisão? Eram tantas coisas que se passava, sua cabeça está a poucos segundos de explodir.

 

-dana-se ela precisa de mim-disse para si mesmo.

 

-hã?-perguntou o policial. 

 

-Acho que já sabem que uma garota chamada min Ana está desaparecida, mas sei onde ela pode está-disse para o mais alto.

 

-sim! Estamos informados sobre isso, venha vamos falar com meu chefe- falou já indo em direção à sala do seu chefe, sendo seguido por yoongi. 

 

O homem em sua frente deu três batidinhas na porta de vidro que nela tinha o nome cravado "Park jiyong", logo ouviram uma resposta rápida "entre" disse. O homem que antes estava acompanhado de yoongi se retirou para cumprir suas responsabilidades.

 

-sente-se meu jovem-ordenou com uma expressão calma, ao contrario do que yoongi pensava dos delgados. Sempre achou que todos possuíam uma carranca, eram sérios e frios. Pois por trás disso tudo havia um passado sombrio ou sofreu com a perda de algo que afetou aquela pessoa facilmente.

 

Sentou-se em uma das cadeiras, logo começando toda sua explicação por o motivo de está naquele momento ali. Dês do dia em que Ana não voltou para casa, ao que um garoto que jurava já ter o visto em algum lugar deu uma informação valiosa.

 

-foi bom namjoon ter o trazido para falar comigo, vamos fazer o seguinte. Primeiro: montarei um grupo para ir com você ao local, segundo: essas bandas são muito perigosas, por isso o garoto pediu para que não fosse sozinho e terceiro: daqui a uma semana vamos começar o resgate- disse tudo digitando algo em seu computador, que se encontrava sobre a mesa de vidro.

 

Uma semana depois...

 

-yoongi tome cuidado!-grita namjoon já impaciente.

 

o garoto tinha novamente tropeçado em uma seringa no chão, o local era todo destruído( claro). Macas quebradas, seringas e remédios pelo chão e muitos armários arrombados. Continuaram andando pelo corredor estreito, enquanto namjoon ficava na frente com mais dois policiais e outros três atrás de yoongi.

 

Depois de horas vasculhando não encontraram nada, será que o garoto apenas o tinha enganado? Não desistiria tão fácil assim, mesmo sabendo que era mais provável. Revistou novamente uma parte daquele manicômio com pouca iluminação com bastante atenção e viu uma porta trancada.

 

-namjoon me ajude a abrir esta porta-sussurrou para o moreno, que não estava tão longe.

 

Namjoon concordou com a cabeça e com sua arma, e ajuda de outros policiais arrombaram a porta. Logo depois disso pode ver alguém amarrado com correntes em volta do pulso e pés. Correu ao encontro dessa pessoa, vendo que era Ana e uma lágrima teimosa desceu de seu olho direito. A garota estava acordada e sentiu ser libertada finalmente, ao abrir os olhos lentamente antes de desmaiar sussurrou “você é ele". Yoongi ouviu perfeitamente, por um momento sentiu-se perdido. Mas logo voltou ao normal. Agora tinha sua pequena em seus braços, nada poderia tirar essa felicidade.

 

Mas nem sabiam eles, que naquele momento não estavam totalmente seguros...

Povs, narradora off

 

Sonho...

 

Acordo no mesmo lugar em que passei esses dias, minhas mãos e pés já não eram mais presos por aquelas correntes. Fico sentada na cama e meus olhos vão para o chão, que estava sujo de sangue. Meu desespero só aumenta ao ver copos sobre o chão, corro sem saber para onde ir. As lagrimas insistem em cair sem parar, ao saber que algo de ruim teria acontecido com yoongi.

-yoongi!-grito ainda correndo, sem rumo algum.

Uma luz naquela escuridão toda pode ver, corro ate ela. Lá encontro ele todo ensanguentado e sem vida em seu corpo. Não consigo olhar para aquilo, não consigo acreditar que ele se foi tentando me salvar.

-vai ficar tudo bem, estou aqui com você-ouço alguém falar, mas não vejo ninguém.

Tudo fica preto e o cenário muda completamente, estou em uma cama e encontro-me sem vesti nenhuma. Olho para o lado com medo e yoongi estava dormindo calmamente, sorrio ao imaginar a noite que tivemos.

 

Ele parecia um anjo, sua face encontrava-se tão serenem, seus lábios rosados estavam entreabertos. Então uns flashbacks da noite passada veem em minha mente, suas mãos acariciavam o meu corpo, sua linga brincava com o bico de meu seio direito. Eu gemia seu nome e ele gostava quando o fazia.  As estocadas começaram e o prazer só aumentava, yoongi pegou-me no colo com uma delicadeza fora do normal e começou a me foder em pê. Minhas costas estavam encostas sobre o grande espelho e minha cabeça apoiada em seu ombro direito.

De novo tudo fica preto e sinto algo estranho, uma coisa maligna esta perto e isso não é bom, agora minha visão fica turva e desmaio.

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...