História A irmã da Noiva - Capítulo 3


Escrita por: ~

Visualizações 3
Palavras 1.506
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bem aqui vai mais um capítulo para vocês,espero que gostem!

Capítulo 3 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction A irmã da Noiva - Capítulo 3 - Capítulo 3

A morena sentiu sendo balançada, abriu os olhos e viu que era Jesse que fazia o tal ato

-Dá para parar, capeta?-Ela disse irritada por ter sido acordada

-Foi mal te acordar- Jesse se afastou, pois sabia que a amiga odiava ser acordada do seu sono- Chegamos.

Ranna olhou para fora e viu parada na frente de uma casa de dois andares , na cor cinza,  com detalhes brancos, com uma varanda aonde se encontrava uma loira observando os recém chegados  ansiosa

-Pronta para encarar a fera?- Brincou Jesse

-Sinceramente, nem um pouco.- Ela olhou para irmã que esperava ansiosa- Mas vamos lá.- Saiu do carro e viu Bianca abrir um sorriso e caminhar em sua direção

-Ranna!- A loira pulou em cima da morena- Que bom que veio!

-Calma Bianca, desse jeito vai me esmagar- A loira soltou a irmã-Obrigada!

-Estou tão feliz em te ver,Ranna. Não imagina o quanto.- A loira sorria, mas seu sorriso desapareceu, assim que viu o acompanhante da irmã- Fala sério! Não acredito que você trouxe ele, Ranna!

-É bom te ver também, Bianca.- Falou Jesse

-Não digo o mesmo, Jesse!- Puxou a irmã – O que ele está fazendo aqui?

-O Jesse é o meu melhor amigo e eu pedir para ele me acompanhar.

-Não podia ter pedido para outra pessoa te acompanhar?

-Bianca, por favor! Vocês dois já são adultos, está na hora de pararem com essa briguinha infantil idiota.

-Sabe que não vou perdoar o Jesse, de te tirar de mim!

-Bianca, eu que convenci o Jesse de ir comigo para Londres. Eu escolhi ir para lá realizar meu sonho.

-Você podia realizar seu sonho aqui, mas aquele idiota encheu sua cabeça e fez você ir para longe de mim.

-Bianca! Da para me ouvir, eu fui para Londres por conta própria ninguém encheu minha cabeça!

A senhora Parker percebendo a tensão entre as filhas se aproximou para evitar que saísse briga entre as duas

-É tão bom ver as duas juntas novamente-Ela disse observando as filhas- Tão crescidas. Parece que foi ontem que eram duas garotinhas trocando de identidades e confundindo todo mundo. Mas agora são adultas  e realizando seus sonhos.

-Tão iguais, mas tão diferentes.- Disse o senhor Parker se lembrando que dizia isso sempre as filhas

As duas irmãs se viraram para os pais ficando lado a lado, pela aparência qualquer um podia dizer que eram idênticas, se não fosse pela cor do cabelo, mas só isso mudava, as duas tinham a mesma pele branca, os mesmo olhos castanhos puxados da mãe, os mesmos narizes, os mesmos lábios rosados, a mesma altura e peso, idênticas! Mas havia algo que fazia as duas diferentes, suas personalidades! Bianca era mais calma, meiga e delicada, já Ranna era mais rebelde, irritada e indelicada, a loira sonhava com um príncipe, a morena sonhava em ser independente, enquanto a irmã queria uma vida perfeita de uma princesa, Ranna queria se tornar uma grande compositora  que com a música fizer- se as pessoas sorrirem e esquecer os problemas do dia- dia, com essas personalidades qualquer  um que as conhece- sem bem poderia ver que elas eram iguais, mas também diferentes, isso quando elas não cismavam em enganar as pessoas trocando de identidades.

-Bom, vamos entrar.- Disse a senhora Parker – Ranna e Jesse estão cansados da viagem e precisam se deitarem  urgentemente.

-Vou chamar o tio Jack para ajudar com as malas- Disse Bianca- Vem, Ranna!- Puxou a irmã sem dar tempo da mesma protestar- Você tem que conhecer o Ethan, você vai adorar ele.- As duas entraram na casa

-Tio Jack!-Disse Ranna indo abraçar o homem que estava bebendo água

-Olha só, se não é a minha pirralha favorita.- Ele disse abraçando a sobrinha- Faz tempo que eu não tenho notícias suas. Então arrasando Londres com o seu som ?

- Ainda não, mas logo estarei.

-Tá, sei que vocês estão felizes em se reencontrar, mas agora quero apresentar a Ranna ao Ethan!- Falou Bianca- Sabe aonde ele está tio Jack?

-Acho que está na praia com o Benny e o Robinson.

-Hum, então assim que ele chegar eu apresento os dois. Agora vou te mostrar seus quarto- Pegou a mão da irmã- Tio Jack poderia ir ajudar com as malas?

-Claro, querida!- O homem saiu pela porta

As gêmeas subiram , Bianca guiou Ranna até uma porta aonde tinha a marca de garras estampadas, a morena reconheceu o quarto imediatamente e sem poder segurar a ansiedade entrou empurrando a irmã, podendo ver seu quarto da adolescência

-Não acredito, vocês não mudaram nada.

-Claro que não! Sabia que você não ia gostar se mexemos em algo!

A morena olhou envolta realmente tudo estava do jeito que tinha deixado, as paredes continuavam pretas com alguns detalhes rosas, sua cama no canto direto do quarto dando de frente para porta da varanda, seu guarda roupa preto de madeira, com os desenhos que ela fazia quando estava entediada e seu mural com desenhos e fotos dela com a família, com a irmã, com as amigas Erica e Sarah, com Jesse entre outras

-Aqui estão suas malas,Ranna!- Disse Jesse entrando no quarto- Nossa, continua do mesmo jeito que você deixou- Disse olhando envolta- Pensei que a Bianca ia mudar tudo.

-E  por que eu mudaria?- Perguntou a loira

-Porque você vivia dizendo para Ranna, redecorar.

-Fique sabendo Jesse, que eu nunca mexeria nas coisas da minha irmã sem a permissão dela.

-É mesmo? E quando você jogou todas as roupas dela fora, porque achava elas feias? Ou quando deu o vídeo game dela para seu primo, porque segundo você não era coisa de menina? Ou quando mexeu nos produtos de cabelo dela porque achou que ela precisava de uma mudança de visual? Ou quando...

-Já chega, Jesse!- Interrompeu Ranna- Então aonde o Jesse vai dormir?

-Por mim ele dormia na casinha do cachorro, mas como sei que você e a mamãe não vão deixar, ele fica no terceiro quarto de hóspede.

-Valeu.- Ele saiu do quarto deixando as duas sozinhas

-Bem, vou deixar você sozinha.- Falou Bianca- Nos vemos no jantar!

-Tá

Assim que a loira saiu, a morena se jogou na cama finalmente relaxando, era bom está em casa, mas também era sufocante, Ranna sabia que assim que os parentes a vissem iriam fazer as mesmas perguntas, se ela estava namorando, se pretendia se casar entre outras e isso a preocupava, mas resolveu esquecer isso e saiu do quarto, precisava de ar antes que fosse encarar o resto da família e o noivo da irmã.

Saiu da casa indo caminhar pelo gramado, parou perto da cerca que separava a casa da praia, parou um pouco antes de passar pelo portão e caminhou rumo ao mar, perto dele tirou os sapatos e colocou os pés na água, sentindo uma sensação boa e familiar, se lembrou que adorava fazer isso quando estava chateada ou preocupada, o mar a fazia se sentir bem e livre, o tio Jack sempre falava que ela era como as ondas do mar que vinham e iam quando quisessem.

-CUIDADO!- Ouviu uma voz gritar antes que fosse aceitada por uma bola na cabeça

A força da bolada a fez cair de bunda no chão, quando recuperou os sentidos viu três rapazes correndo em sua direção

-Ai meu, deus!-Disse o mais alto deles- Você está bem?- Ofereceu a mão para a garota que recusou e se levantou irritada

-Vou ficar quando saber quem foi o imbecil que me aceitou com essa bola.- Ela disse batendo na roupa para tirar a terra

-Nossa, Bianca! Nunca te vi falar desse jeito- Falou o que tinha tentado ajuda- lá a levantar

-É mesmo!- Falou o de altura média- E que cabelo é esse? Resolveu voltar a ser morena ?

-Isso é porque eu não sou a minha irmã- Ela disse ainda brava

-Você é a Ranna, não é?-Disse o terceiro rapaz

-Sou como sabe?-Perguntou olhando para o rapaz

Antes que pude- se responder, um vulto loiro pulou no pescoço dele

-Ethan!- Disse Bianca- Estava te procurando! Vi que já conheceu a Ranna.- Olhou para irmã- Meu deus! O que aconteceu com você, Ranna?

-Um dos três imbecis me aceitou com a bola- Ranna ainda estava irritada por tido aceitada

-Tem certeza que ela é sua irmã, Bianca?

-Tenho Benny! Porque essa pergunta boba?

-Porque ela é irritada demais

-Acorda meu filho! Só porque eu e a Bianca somos gêmeas, não quer dizer que nossas personalidades tem que ser idênticas também. Idiota!- Saiu andando irritada com a vida

-Vixe! Que bicho a mordeu?

-A Ranna é irritada desse jeito mesmo, Robinson.

Para falar a verdade nem Ranna sabia o porque de está irritada daquele jeito, tudo que queria no momento era uma banheira aonde pude- se afundar e esquecer os problemas que teria que jantar com o resto da família mais tarde, era tudo que precisava, aí talvez pude- se ficar mais calma e pedir desculpas aos meninos por te sido grossa e aguentar um jantar cheio de perguntas e sugestões para sua vida, mas só talvez!


Notas Finais


Então o que acharam?Comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...