História A Irmã De Açúcar - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 37
Palavras 1.853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - Amigas? Acho que não




Acordei extremamente nervosa e ansiosa. O motivo? Era o meu primeiro dia de aula depois de tirar a máscara, e eu não fazia ideia de qual seria a reação dos meus colegas. Tudo bem que na aula eu não fazia nada e ficava excluída junto com as meninas, mas eu tinha alguns mini amigos que também eram excluídos. Ta, eu não era bem excluída, todo mundo me conhecia e eu conhecia todo mundo, mas não tinha muitos amigos.
Ontem fiquei o dia inteiro com o Suga, e então eu percebi o quanto eu sentia saudades dele, mas foi um deslize horrível. Agora K me faria me afastar e o magoar de novo, porque eu sabia que ela mandaria a porra de uma mensagem me ameaçando.
Eu estava tremendo de tão nervosa que eu estava por ter que ir pra escola, então comecei a tentar vários métodos pra ver se eu me acalmava.
Resolvi tomar um banho pra ver se eu me acalmava um pouco. Não funcionou.
Fui no YouTube e comecei a ver videos dos meus canais favoritos. Não funcionou.
Comecei a escutar música. Não funcionou.
Comecei a dançar feito uma louca. Não funcionou.
Fui na cozinha e tomei leite morno. Não funcionou.
Comecei a escrever letras. FUNCIONOU!
Compor acabou se tornando uma necessidade pra mim, eu não conseguia ficar um dia sem algum lugar pra escrever que eu começava a enlouquecer.
Enfim, eu comecei a escrever e comecei a me acalmar, e quando eu fui ver já eram  07:30, então eu só tinha 30 minutos pra terminar de me arrumar e chegar na escola. Me arrumei no modo The Flash e sai correndo pelo corredor encontrar com as meninas na sala, mas elas não estavam lá.
Filhas da puta, foram pra escola e nem me esperaram, vão tomar no cu. Fudeu, eu me recuso a chegar sozinha.
Eu tava desistindo de ir pra escola quando a Sun Hee chega correndo toda desengonçada.
-EU TO PRONTA!-ela grita, tentando segurar seus sapatos, livros e alguns lapis na mesma mão.-Me... Ajuda...
Eu ri da cara dela e fui lá ajudar, ela colocou os sapatos e guardou as coisas na mochila.
-Você ta bem?-eu perguntei, ainda rindo.
-Sim.-ela olhou em volta.-Cadê as meninas?
-Eu acho que elas esqueceram a gente aqui.-respondi.-Eu não ia mais pra escola, mas já que você ta aqui nós vamos juntas.
-Oque tem de mais em ir pra escola?-ela perguntou.
-Moon, as vezes você é muito lerdinha.-exclamei batendo a mão na testa.-Agora as pessoas sabem que somos do THE4.
OK, eu não devia ter lembrado ela disso. Má ideia Mila.
Sun Hee arregalou os olhos e começou a respirar muito rápido e sem parar.
-Eu não vou, não vou pra escola!-ela disse, com um pouco de dificuldade.-Eu não querooooo!
-Para de ser medrosa, quanto mais a gente adiar pior vai ser.-eu a encorajei.-Já estamos em cima da hora, vem!
A puxei pela mão antes que ela pudesse rebater, a arrastando pra fora do apartamento e pelas ruas de Seoul. Estávamos a um quarteirão da escola quando ouvimos um grito.
-AI MEU DEUS, AQUELAS SÃO MIN E MOON, DO THE4!!
Olhei pra dona da voz e vi uma menina da nossa idade correndo feito louca na nossa direção.
Ela começou a dizer como amava a gente e pediu uma foto e um autógrafo. Eu já estava achando a situação bizarra, mas piorou quando começou a sair gente do bueiro pra falar com a gente.
-Gente, eu queria muito ficar aqui, mas temos escola.-tentei dizer, mas pareceu que ninguém escutou.-Gente, por favor.
A Sun Hee tava muito assustada e eu já não sabia mais oque fazer, tinha muita gente e apareciam cada vez mais fãs. Eu já tava me desesperando quando uma voz do além surgiu pra salvar o dia.
-OH MEU DEUS, AQUELA É A YUN, DO THE4, BEIJANDO O G-DRAGON, DO BIG BANG?! ELES ESTÃO ATRÁS DAQUELA ÁRVORE!
De um segundo pro outro a maioria da multidão saiu correndo pra uma direção qualquer, e não pude deixar de respirar aliviada, mas logo minha mente processou oque a voz tinha dito e eu buguei.
-Vem logo suas lerdas!
Só senti uma mão puxar meu pulso e sair correndo, e eu até me assustaria se não tivesse reconhecido a voz do Jungkook.
O Jungkook estava correndo de mão dada com a Sun Hee, e a Sun Hee me puxava pelo pulso.
Aaaaaaahhh, agora faz sentido, ele que tinha gritado pra ajudar a gente. VALEU JUNGKOOK!
Não tivemos que correr muito, mas mesmo assim quando chegamos na escola estávamos sem fôlego.
-Eu fiquei tão assustada!-Sun Hee exclamou.
-Calma, ta tudo bem.-Jungkook a abraçou.
Eu não queria atrapalhar o momento do casal, então resolvi ir até o meu armário pegar um livro que eu tinha deixado. Assim que eu pisei no corredor automaticamente todos os olhares foram direcionados pra mim, e o barulho dos cochichos preencheu o ambiente. Por um segundo eu quis voltar atrás e ir procurar o Jungkook e a Sun Hee, mas assim que essa ideia passou pela minha mente me repreendi por ter sido tão covarde, então eu fiz como fazia nos meus tempos escuros, coloquei um sorriso no rosto e fingi que eu era a pessoa mais confiante do mundo. Andei com a cabeça erguida até o meu armário e coloquei minha senha ignorando os olhares.
Meu deus, isso ta parecendo um filme americano.
-Com licença, pode me dar um autógrafo?
Olhei pro lado e uma menina um pouco mais nova que eu me olhava com um caderno e um lápis.
-Claro, qual seu nome?-perguntei sorrindo.
-Jiyoung.-ela respondeu.
Escrevi uma dedicatória pra ela e devolvi o caderno e o lápis.
-Obrigada, sou muito sua fã!-ele exclamou.
Eu ia agradecer, mas antes disso Hea, Yang Mi e Sook apareceram.
-A gente quer falar com a Mi agora, vaza garota.-disse Hea.
Mi? Desde quando alguem me chama de Mi? Ainda mais a Hea.
Jiyoung abaixou o olhar e saiu andando, eu fiquei com dó dela. Me virei pra Hea com raiva.
-Oque você quer?-perguntei grossa.
-É que eu percebi que talvez a gente tenha começado errado.-ela respondeu, com o sorriso mais falso do mundo.-Queria recomeçar com você, tentar ser sua amiga.
-E oque te levou a isso?-perguntei.
-A gente viu o quanto você se esforça no THE4.-respondeu Yang Mi.-Sério, você estava incrível nos MVs de Roll Deep e We Are A Bit Different.
E foi depois dessa frase que eu percebi o quão interesseiras elas eram interesseiras aquelas vadias eram. Descobriram que eu sou a tão famosa Min e agora querem ser minhas amigas, mas eu não vou deixar.
-Olha, eu sinto muito, mas dispenso a amizade de vocês.-eu disse, e me diverti vendo o sorriso delas murchar.-Se vocês tivessem me procurado antes de descobrir que eu era famosa talvez até desse pra tentar, mas nas atuais circunstâncias eu tenho vários motivos que me levam a acreditar que isso é tudo falsidade.
-É assim então?-Hea perguntou, a raiva estampada na cara dela.-Sem problemas, continue com a sua vidinha de famosa, mas vai se arrepender.
-Se você diz...-debochei.
Hea e Yang Mi estavam prestes a rebater, mas foram interrompidas por uma risada baixinha de Sook. Assim que ela percebeu que as "amigas" ouviram que ela riu Sook ficou assustada e pela primeira vez em toda discussão levantou a cabeça.
-Ta rindo da gente, Sookzinha?-Hea ironizou.-Eu sempre soube que você não servia pra fazer parte do nosso grupo.
-Não... Eu não...-Sook tentou se explicar.
-Cala a boquinha, cabelo de musgo.-Yang Mi a interrompeu.-A gente fez tanto por você, e é assim que você agradece? Se considere expulsa do grupo.
Sook arregalou os olhos e saiu correndo.
-QUAL O PROBLEMA DE VOCÊS?!-eu gritei, dando um leve empurrão na Hea.-ELA ERA SUA AMIGA!
-SOOK NUNCA FOI NOSSA AMIGA, NÓS SÓ TINHAMOS DÓ DELA!-Hea retrucou.-ELA ERA PATÉTICA.
-COMO PUDERAM FAZER ISSO? COMO PUDERAM MENTIR PRA ELA DESSE JEITO?!-eu senti a raiva subindo a minha cabeça, mas não liguei.-SOOK CONSIDERAVA VOCÊS PESSOAS IMPORTANTES E SIMPLESMENTE A DESCARTARAM!
-ELA NÃO SERVIA PRA NADA!-Yang Mi gritou.
-Eu tenho pena de vocês.-olhei pra elas com o olhar mais frio que eu consegui.-Por serem tão patéticas.
Fechei meu armário e sai pisando duro, prometendo a mim mesma nunca cogitar a ideia de não odiar Hea e Yang Mi. Eu fui procurar o Jungkook e a Sun Hee, mas pra minha infelicidade eles tinham evaporado. Eu estava andando pela quadra a procura do casal um som de choro vindo de um mini beco sem saída que tinha na escola, fui até lá e encontrei uma garota encolhida no canto, chorando.
-Ta tudo bem?-perguntei indo até ela.
-Eu to bem-ela respondeu, dava pra notar que ela estava mal.
-Não ta não.-eu fui até ela e me sentei ao seu lado.-Eu posso ajudar?
Ela levantou a cabeça e arregalou os olhos quando me viu.
-Você.-ela exclamou.
-Jiyoung.-retruquei, sorrindo.-Porque esta chorando?
-Você não vai entender.-ela resmungou, abaixando a cabeça novamente.
-Talvez não, mas posso ajudar.-eu disse.
-É que, eu me sinto tão sozinha.-ela explicou, e pela sua voz soube que ela tinha voltado a chorar.-Eu não tenho nenhum amigo, e todos nessa escola me acham patética. Eu só queria ter alguém.
Eu a olhei e soube exatamente como ela estavase sentindo, e no segundo que levou pra eu dar uma resposta eu fiz eu promessa a mim mesma, eu decidi que ajudaria Jiyoung, que faria de tudo pra que virassemos amigas.
-Eu sei como é se sentir assim.-respondi, e não pude deixar de rir com o olhar surpreso dela.-Antes de vir pra Coréia eu tive tempos escuros. A verdade é que qualquer um já teve momentos difíceis.
-Eu sempre te admirei, tanto como Mila quanto como Min.-ela confessou.-Sua presença sempre foi marcante, mas eu não sabia que você era tão gentil.
Eu a olhei com um sorriso gigante.
-Obrigada, de verdade.-me levantei e estendi minha mão pra ela.-Vem, a primeira aula já começou mas ainda temos a segunda.
Eu a ajudei a se levantar e fomos indo pra aula, mas no meio do caminho meu celular vibra e eu vejo que recebi duas mensagens, uma da LR Produções e outra de um número desconhecido. Resolvi ver primeiro a da produtora já que parecia ser mais importante.

  "Srta Min, escrevo para te avisar que uma reunião foi marcada para as 11:30 de hoje, sua escola já foi avisada que você sairá mais cedo."
                                 -LR Produções

Eu estranhei o fato que eles não mencionaram o nome THE4 em nenhum momento, e também que eu fui avisada tão em cima da hora, mas ignorei isso e abri a outra mensagem.

  "Que fofa, ajudando uma menininha, ela te lembrou de si mesma? Se eu fosse você não confiava em cada rostinho bonito que aparece. E aliás, sobre sua reunião, me agradeça depois. Kisses."
                                                     -K

Como ela já sabe que eu falei com Jiyoung? Isso foi a segundos atrás! E parece que K resolveu voltar a usar Kisses no final das frases, essa vadia idiota.
Eu fiquei extremamente curiosa sobre a reunião, mas como não podia fazer nada a respeito apenas fui pra minha sala e fiquei torcendo pro tempo passar rápido.
 


Notas Finais


Eu considerei esse capítulo péssimo, mas ele era necessário.
~beijos LR


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...