História A irmã do Harry Potter?! - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alice Longbottom, Alvo Potter, Argo Filch, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Cho Chang, Córmaco Mclaggen, Dino Thomas, Dolores Umbridge, Draco Malfoy, Duda Dursley, Fred Weasley, Gina Weasley, Gui Weasley, Harry Potter, Helena Ravenclaw, Hermione Granger, Hugo Weasley, Lucius Malfoy, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Mundungo Fletcher, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Percy Weasley, Petunia Dursley, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Severo Snape, Sibila Trelawney, Theodore Nott, Valter Dursley, Viktor Krum
Tags Harry Potter, Romance
Visualizações 61
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Magia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem. Pois hannah e draco estão indo por uma aventura que fará uma montanha russa de emoção

Capítulo 14 - A onde eu foi parar parte 1


Fanfic / Fanfiction A irmã do Harry Potter?! - Capítulo 14 - A onde eu foi parar parte 1

Acordou com uma coberta em cima de mim, olhou e vejo que está amanhecendo ainda. Levanto vou para o meu quarto e tomo banho e já colocou o uniforme, e faço um rabo de cavalo, vou para a cozinha e pegou um suco e torrada. Depois descido sair para caminhar afinal são apenas 5:40.
No caminho me perco em meus pensamentos,por que eu ajudei o Malfoy, depois que ele foi tão mal comigo. Não sei como mas eu foi para no curujal, e por conhecideça Rony estava lá também, tento sair sem chamar a atenção mas ele me ver e sorrir
— oi Hannah.
— oi
— podemos conversar?– fala Rony
— claro– fala me aproximando dele.
— me desculpa, por tudo eu foi rude com você, mas me entenda que a guerra me mudou eu vi a morte de perto e me fez ficar mas frio.
— Rony eu te desculpo. Mas entenda que eu nunca  mentir
— eu sei, por isso eu estou animado para você ir na minha casa amanhã. Eu acredito em você
— você bebeu Rony?
— não apenas tirei a fenda dos meus olhos!
— sei!– falou olhando.
— tá bom mione me deu uma bronca e ameaçou terminar comigo se eu não melhorar.
— agora sim está explicado.

Ele sorrir, ver ele tão calmo me faz relaxar, olho e vejo um lindo nascer do sol.
— e você Potter por que está acordada?
— apenas tenho pensamento demais na minha cabeça, eu não consegui dormir.
Ficamos mais alguns minutos, então descidimos voltar Rony me levou até a minha casa então nós despedimos e eu entrei, vejo que o Malfoy acordo olhou e vejo que tem olheira profunda em seus olhos e ele está com cara que não dormiu bem. Subo para o meu quarto e deitou na cama e pegou no sono.
Algumas horas depois
Depois das aulas de manhã e o almoço eu estava na aula de poção do professor Horácio Quando ouço batida na porta; o professor contra gosto se levanta indo  abrir a porta, assim que ele abre vejo uma menina de 5 anos  loira de olhos azuis chorando.
— licença professor
— oi precisa de ajuda para achar seus pais ?
Ela olha para mim e sorrir  entra  e vem em minha direção.
— mamãe sei que a senhora me pediu para ficar longe do colar mais ele era tão bonito.
Olhou para ela com uma cara de assustada esperando ela sorrir mas a cara dela está triste como se fez arte. ouço risada vindo de ninguém menos que o Malfoy, a garotinha olha para ele  e sai correndo pedindo colo e ele altomatimente a pega .
— papai eu vou ficar sem doce por que eu mexi nas coisa da mamãe ?
Meu mundo caiu quem é essa garota e lógico que eu não tenho uma filha e principalmente eu não tenho uma filha com Malfoy. A sala estava quieta ninguém ousava fala
— senhorita pode me dizer seu nome ?
— Lydia Potter Malfoy– fala ela com tom de superioridade, realmente ela se parece com o Malfoy
— senhorita Potter e senhor Malfoy pode levar essa linda garotinha para a sala da Minerva
Levanto rapidamente pegou meu material e saiu vejo que Malfoy está com a garotinha no colo ando rapidamente
— mamãe por que você está andando rápido ?
— eu não sei querida – disse apenas para encerrar o assunto.
Quando chegamos na sala da Minerva a gente abre a porta sem pedir, o que faz ela se assustar mas o que assustou foi a garotinha. Depois de explicar como ela chegou até nossa sala Minerva olha para ela.
— Lydia pode me mostrar como chegou até aqui?
— sim eu estava fugindo do scopirus e do Thiago quando eu entrei no escritório da mamãe aí eu vi esse colar e girei aí uma areia roxo me combriu e vim para aqui!
— quem é scopirus e Thiago?– pergunta Minerva
— scopirus é meu irmão mais velho e Thiago é meu primo 

Minha respiração ficou descompressão então eu tenho dois filhos com o Malfoy 
— Lydia eu tenho que te contar uma coisa você viajou no tempo de volta a época que seus pais se conheceram!
— então que dizer que vocês não são meus pais– fala ela quase chorando.
Por um puro instinto ajoelho em sua frente e acarrecio seus cabelos fazendo ela olhar para mim
— somos seus pais, mas somos seus pais mais novos
— apena mais jovem e bonitos– fala Malfoy.
— mentiras a mamãe está mais linda
Apenas sorriu enquanto olhou para Lydia Minerva da um doce para ela e nos chama para conversar no canto
— bom e agora professora?–disse o Malfoy
— bom ela só tem 5 anos e não quero que a fantasia de família seja estragada só por que vocês se odeia, então vocês agiram como casal e pais dela até que eu conserte o colar !
— por que nao usa o meu ?
— por que o seu é objeto do passado se levar para o futuro pode prejudicar.
— então quer dizer que eu terei que fingir gosta dele?– falou em tom de mesnoprezo
— aí Potter eu também não tô nem um pouco animado em fazer um casal feliz com você !
Respiro fundo e conto até dez abro os olhos e vejo que eu estou em uma baita encrenca.
— olha os dois irão dormir junto e Lydia irá dormindo no seu quarto e por favor não brigar.
— está bem – falou o Malfoy eu apenas acentir
— Lydia vamos que eu quero te mostrar onde irá dormir – falou
— ah mas uma coisa vocês estão livre o resto da aula
— okay – falou fazendo uma cara triste.
— mamãe me pega no colo?
Pegou ela no colou enquanto ela mexe no meu cabelo começamos a andar quando ela repara que eu estou a quase um metro do Malfoy.
— papai por que está longe? e por que não anda de mãos dadas ?
— estava apenas pensando
Ele vem e me dar a mão e um choque se formou entre nós, hoje será um dia longo


Notas Finais


Talvez hoje eu posto a segunda parte... Só para deixar vocês curiosa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...