História A Irmã do seu Melhor Amigo - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Lysandre
Tags Amor Doce, Castiel, Lysandre, Nataniel
Exibições 142
Palavras 1.279
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Como eu amo as férias...
Hello galerinha mais um capitulo para vocês

Capítulo 26 - Possessivo.


Fanfic / Fanfiction A Irmã do seu Melhor Amigo - Capítulo 26 - Possessivo.

Dona Josiane fez questão de levar 3 pratos diferentes de receitas tipicamente francesa que eu nem sabia o nome para a festa na cidade. Vesti um top, moletom, saia e um salto. Além de alguns acessórios e fomos para a cidade. Quando chegamos lá era aquele típico clima de cidade pequena. Todos conheciam todos. Era engraçado quando as senhoras chegavam em Lysandre para falar como ele havia crescido, ele só acenava e sorria. Sempre pensei que Lysandre era tímido, mas aqui descobri que ele não estava confortável.

- Lysandre querido – uma menina ruiva de olhos castanhos com aproximadamente nossa idade chegou perto dele enquanto eu ajudava as senhora a organizar a mesa de comidas. Fiquei só de longe olhando o disparate daquela garota e rezando para ela não ser a tal de Lauren. Tive que fazer alguma coisa quando ela fingiu tropeçar e se agarrou no braço dele o fazendo segura-la

- Cuidado Maria – ele disse e eu apareci ao seu lado e logo ele firmou ela no chão e me puxou pela cintura percebendo a minha carranca – Maria essa é minha namorada Annie

- Prazer em conhece-la – ela deu um sorriso falso e se aproximou para dá um beijo em minha bochecha e sussurrou – Você vai cair garota da cidade eu serei a próxima Senhora Wreight

Ela se afastou rebolando querendo sensualizar, mas parecia que seu fino corpo podia quebrar a qualquer momento.

- O que foi? – perguntou

- Ao que parece tenho uma concorrente – disse rindo – Mas pode avisar para ela que quem será a próxima Senhora Wreight serei eu – disse dando um selinho nele

- Sabe que é por isso que eu te amo, você não se abala com garotas idiotas – disse ele retribuindo o beijo

- Senhor gigante até para a gente ter ciúmes é preciso escolher quem vale a pena. - ele deu uma risada estrondosa, genuina chamando atenção para a gente

 

Depois de algumas conversas lá pelo meio-dia o almoço começou, estávamos todos numa mesa gigante incluindo o prefeito comendo e conversando. Lysandre segurava minha mão por cima da mesa como se quisesse marcar território para os outros garotos, mostrando que eu era dele. Havia tanta coisa gostosa que acabei comendo mais do que deveria e fiquei passando um pouco mal.

 

- Você está bem? – perguntou Lys

- Acho que comi demais – afirmei – Acho melhor eu ir para casa

- Tudo bem eu vou com você deixa eu só avisar meus pais

 

Pegamos o carro e fomos de volta para casa perguntando a cada minuto se eu estava bem, chegando lá ele me deu um antiácido e me mandou ficar quietinha porque ele ia cuidar de algumas pendencias da fazenda. Fui para o quarto e tirei meu moletom porque eu estava realmente suando com o calor daquela casa quentinha e me deitei de bruços. Nem percebi que havia dormido até senti uma mão acariciando meus cabelos e vi o quarto todo escuro. Remexi-me na cama e fiquei de frente para Lysandre.

- Você está bem? – ele perguntou

- Bem melhor, obrigada.

- Acho melhor a gente voltar para a cidade para pegar o final da festa – eu me sentei em sua frente e ele me puxou para mais perto – ou a gente pode ficar aqui – eu dei uma risada e ele pareceu constrangido com minha reação, se levantou e saiu andando

- Eu quero ficar aqui – eu disse enquanto pulava em suas costas e ele segurava minhas pernas para eu não cair – Eu quero você senhor gigante – finalizei dando uma mordida no lóbulo de sua orelha sentido que cederia o desejo de está com ele desde aquele sonho.

- Hmm... Acho melhor não fazer promessas que não pode cumpri

- Mas eu quero – fiz vozinha de criança pirracenta

- Acho melhor você não me tentar. Meu autocontrole não é dos melhores. Se começa não vou consegui parar – disse ele enquanto me puxava de suas costas para sua frente e me colocava no chão

- Então manda esse autocontrole pro espaço – disse enquanto beijava seu peito por cima da blusa.

- Que droga garota – Ele me empurrou até eu encontrar a parede e me beijou com uma fome que nunca havia visto nele, enrolei-me pernas em sua cintura para que nossa diferença de altura não atrapalhasse tanto, ele segurou minhas coxas com as mãos na popa da minha bunda, quando começou a faltar ar ele começou a descer os beijos e e leves chupões para meu pescoço e só sabia gemer baixinho e segurar seu cabelo com força - Puta que pariu a gente vai cair – ele sussurrou perto da minha clavícula

- Tem uma cama alí, mas gostaria de você sem blusa quando estivesse nela – disse enquanto abria o primeiro botão de sua camisa.

Fomos no encaminhando até a cama enquanto retiramos sua blusa, meu top , minha saia e sua calça já que não estávamos mais de sapatos. Minha roupa intima era preta simples assim como cueca box, já podia se vê o volume crescente entre suas pernas. Ele me deitou delicadamente na cama e eu ri baixinho quando ele se atrapalhou com o feche do sutiã. Ele beijou meus seios com uma delicadeza que quase podia ser considerada uma reverencia, descendo depois os beijos pela minha barriga até chegar a calcinha onde ele beijou-a por cima do tecido, me fazendo me remexer de ansiedade. Ele parecia fazer tudo em câmera lenta só para prolongar o momento, tirou minha calcinha em um movimento estupidamente lento e ficou me encarando por tanto tempo que comecei a ficar com vergonha, quando tentei fechar as pernas, ele segurou-as e fez algo que eu não previa ele me lambeu, mas não parou por aí, ficou fazendo movimentos no meu clitóris que pulsava a cada ataque seu, enquanto isso eu mexia querendo mais.

- Por favor – eu gemia

- Só mais um pouquinho amor – ele disse com a cabeça ainda lá. Após algum tempo me torturando ele subiu e me beijou – Agora sei como você é gostosa e docinha. E o melhor é toda minha. – disse me beijando novamente

- Por favor, Lys, eu preciso de você. – disse em sua boca

- Tudo bem, vou parar de te torturar. – Ele pegou a carteira em cima do criado-mudo e retirou uma camisinha. Nesse meio tempo consegui me recuperar de seu ataque e consegui ficar em cima dele. Arranhei seu abdômen que quando o conheci era só definido era já tinha uns gominhos aparentes e depois o beijei e ele contraiu a barriga, eu tirei a cueca e seu pau rosado pulou para fora já ereto e pedindo atenção, eu peguei a camisinha de sua mão e coloquei nele e fiquei brincando com seu pau na minha intimidade até ele segurar minhas mãos e inverter novamente nossas posições – Agora quem vai parar de me torturar é você. – ele disse me penetrando rapidamente, demos um gemido em unissom e ele começou a se movimentar, para cima, para baixo, cada estocada me fazia pedi mais e gemer mais alto, o único som na casa toda era nossos gemidos e o som de nossos corpos se chocando.

- Você é toda apertadinha e minha – ele disse me puxando pelo cabelo e me dando um beijo enquanto estocava cada vez mais forte

- Sua – disse enquanto chegava ao meu clímax e gozava em toda extensão de seu pau o levando ao orgasmo também

 

- Nunca pensei que fosse tão possessivo na cama senhor gigante – disse depois de acalmar minha respiração estando deitada em seu peito, fechando os olhos morrendo de cansaço

- Você que faz essas coisas comigo senhorita Anã – disse ele beijando minha testa e senti um sorriso bobo em sua voz.


Notas Finais


Gsuis o que foi isso? O que acharam meu povo. Estou postando hoje porque acho que não vai da pra postar amanhã ou sabado.

Look da Annie - http://blogentrelacadas.com/wp-content/uploads/2015/03/moletom-6.jpg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...