História A jogadora. - Capítulo 20


Escrita por: ~ e ~GarotadoMalikkk

Postado
Categorias Arturo Vidal, Eden Hazard, Gianluca Gaudino, Manuel Neuer, Mario Götze, Oscar Emboaba, Robert Lewandowski, Thibaut Courtois, Thomas Müller, Xabi Alonso
Personagens Mario Götze, Personagens Originais
Tags Max Meyer
Exibições 59
Palavras 2.054
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey Cupcakes aqui vai mais um capítulo,nos vemos lá embaixo...

Capítulo 20 - Lerda.


\\ Mabel //

Eu estava em verdadeiro e completo estase,parecia um sonho e se era de verdade um sonho eu não queria acordar,estivemos empatados até os 10 minutos finais quando Max fez um gol,eu pulei em seu colo passando as pernas pelo seu quadril e ele me abraçou sorrindo e rindo muito,os outros logo vieram conosco,nós ganhamos da seleção brasileira e conquistamos nossa primeira medalha de ouro olímpica,os brasileiros estavam tristes arrasados com o fato de perderem de novo para a Alemanha e eu imaginava bem como eles estariam.Lisa veio nos abraçar e foi muito bom tê-la comigo ali apesar da expressão derrotada dela sorria para nós,eu vi Neymar conversando com Rafinha ao longe e avisei a Max e Lisa que já voltava,Max só fazia sorrir e concordou de leve abraçando Lisa de novo,caminhei até Rafinha e o abracei,eu conhecia seu irmão que jogava comigo no Bayern e por isso falava com ele também,ele me abraçou de volta e sorriu de leve.

-Bom jogo.-eu disse e ele sorriu concordando com a cabeça.

-Parabéns pela vitória.-ele disse e beijou minha testa indo dali até onde estavam outros dos seus amigos jogadores brasileiros que acenaram para mim.

-Você é muito boa.-a voz de Neymar me chamou falando em espanhol,eu sorri franzindo a testa.

-Você sabe que eu falo espanhol.-eu afirmei e ele riu de leve daquele jeito moleque dele confirmando.

-Rafinha disse uma vez.-ele disse dando de ombros,Rafinha falava um pouco do inglês então com ele eu normalmente falava em inglês,Neymar morava em Barcelona então o mais próximo do português que eu poderia falar seria o espanhol que ele tinha se acostumado a falar la em Barcelona.-Estou honrado em te conhecer finalmente.-ele disse e eu sorri tímida.

-O prazer é meu.-eu disse sorrindo ainda.-Parabéns pelo jogo,aquele foi um belo gol de falta.-eu disse apontando para a trave onde ele havia feito o gol e ele sorriu para mim.

-O seu também foi bonito.-ele disse provavelmente se referindo ao meu gol de falta.-Você é uma jogadora incrível e sei que gosta da Alemanha e do Bayern mas por um acaso aceitaria se juntar ao trio MSN?-ele questionou risonho e eu ri de leve.

-Acho que vocês já tem seu M.-eu disse sorrindo e ele negou com a cabeça.

-Messi tem fascínio por você Mabel.-ele disse sorrindo e eu olhei surpresa.-Eu também na verdade,é incrível a sua capacidade com uma bola nos pés.-ele disse gesticulando e eu ri de leve dando de ombros.-Talvez possa me ensinar.-ele disse andando comigo na direção onde Max e Lisa estavam,Max olhava de cara feia para nós.

-Eu ensinar a você?Está brincando?-eu disse rindo um pouco e ele riu,paramos junto aos dois e eles cumprimentaram Neymar.

-Belo jogo Max.-ele disse fazendo um toque com Max,ele disse essa frase em inglês mas eu podia imaginar que não sairia mais do que isso do seu inglês,ele beijou a cabeça de Lisa que era bem mais alta que ele por isso teve de se abaixar sorrindo.-Até logo.-disse e beijou minha bochecha antes de ir,Max me encarou por um segundo bravo e eu franzi a testa confusa.

-O que?-questionei voltando ao meu alemão com expressão confusa,Lisa sorriu e saiu dali.

-O que vocês estavam falando?-ele questionou enciumado e eu ri de leve.

-Nada de mais.-eu disse rindo,ele não falou mais sobre isso e nem pareceu estar emburrado,houve uma festa para comemorar o título mas eu não fiquei muito,estava exausta de mais para me aguentar em cima dos saltos que eu usava,Max voltou comigo para o hotel,o lugar parecia abandonado,eu me joguei sobre a cama sorrindo.

-Ganhamos.-Max disse sussurrando ao se jogar na cama ao meu lado,eu virei o rosto para olhá-lo,ambos com sorrisos abobados no rosto,ele virou o rosto para me olhar,seus olhos azuis brilhavam de um jeito que eu nunca tinha tido o prazer de ver,as vitórias que ele tinha na Alemanha com o Schalke o deixavam quase cintilante de alegria mas aquilo era incrível,ele parecia ainda mais bonito,se eu já estava enlouquecendo antes então agora eu piorei de vez,o observei por um tempo calada e ele se manteve olhando para mim com a mesma intensidade,o seu sorriso aos poucos morreu junto ao meu e apenas ficamos nos encarando.-Você é tão linda.-ele murmurou de leve me olhando,esticou o braço pelo espaço entre nós e contornou os traços do meu rosto,as sobrancelhas,olhos,bochechas,maxilar e lábios,ele tocou o polegar em meu lábio inferior e pressionou o lugar,seus olhos encaravam meus lábios com uma expressão tão ferrenha de desejo que quase me assustou.-Você não sabe o que faz comigo.-ele disse com a mesma voz rouca e sussurrada de antes,eu lentamente sorri.

-Não tenho ideia,o que eu faço?-eu questionei e ele negou com a cabeça parecendo incrédulo.

-Não me provoque.-avisou ele desviando o olhar de mim e deixando seu braço cair no espaço entre nós,a sua mão bem a frente do meu rosto,seu dedo indicador estava apontando em minha direção,eu mordi a almofada do seu dedo na tentativa de chamar sua atenção,consegui,imediatamente ele virou sua atenção na minha direção,seus olhos me questionavam em silêncio se o que eu queria era brincar com ele.

-Eu não estou fazendo nada.-sussurrei sorrindo aos poucos da sua expressão fechada.

-Está brincando com fogo Mabel,eu disse,não me provoque porque não sabe todos os meus lados.-ele disse baixo entredentes e aquilo só o fez ficar uma tentação ainda maior,eu engatinhei sobre a cama sob seu olhar atento até estar com o rosto bem acima dele.

-Não conheço,você não quer me apresentar a eles?-eu questionei sem saber exatamente o que deu em mim ou que eu estava tentando saber,a parte racional que existia em mim estava profundamente adormecida.

-O que você está tentando fazer?Me provocar até que eu não consiga me controlar?-ele questionou franzindo a testa,seus olhos azuis estavam escuros,os lábios prensados como se estivesse concentrado,eu o olhei atenta e sorri aos poucos.

-Talvez.-eu respondi para ele que suspirou contrariado.

-Por que?-questionou curioso.

-Porque seria mais fácil do que se eu simplesmente te agarrasse.-eu disse dando de ombros.

-Então quer que eu faça isso por você?-ele questionou incrédulo e eu ri de leve dando de ombros risonha.-Você quer me enlouquecer,é isso o que quer.-ele disse então passou o braço pela minha cintura puxando com força fazendo meu corpo se chocar contra o seu com meus braços cedendo a sua força,seus lábios buscaram os meus tão rápido que eu mal consegui respirar,seus braços eram de ferro ao meu redor e novamente eu me surpreendi com a sua pegada,sua boca era firme mas carinhosa sobre a minha apesar do gestual de posse com o qual ele me segurava firme,me encachei em seu colo sem separar o beijo colocando uma perna de cada lado do seu quadril,suas mãos entraram pela barra do meu vestido o subindo até parecer uma blusa,suas mãos apertaram de leve meu bumbum e ele deve ter gostado porque manteve as mãos ali firmes me trazendo para perto,ele se sentou e se recostou a cabeceira da cama sem parar por nenhum segundo o beijo entre nós que era intercalado por mordidas pequenas no meu lábio ou no dele,ele chupou meu lábio inferior e eu soltei um suspiro,seus dedos apertaram minhas coxas mas logo voltaram ao meu bumbum,ele desceu os lábios pelo meu colo beijando e distribuindo chupões pelo meu pescoço e clavícula,eu empurrei seu peito o prensando na cabeceira e desci meus lábios pelo seu maxilar fazendo um caminho até o lóbulo da sua orelha onde eu mordi de leve,ele apertou minhas coxas quando meus dentes roçaram seu pescoço,eu dei uma mordida forte e ele soltou um leve rosnado.-Quer me transformar em vampiro?-ele questionou e eu dei um chupão na pele sensível onde mordi o fazendo soltar um gemido,eu sorri o encarando nos olhos.

-Prefiro os lobos,eles são mais quentes.-eu disse para ele que sorriu malicioso,eu rebolei sobre seu colo enquanto ele passava os lábios pelo meu colo até o decote em V do meu vestido.

-Isso aqui está começando a me irritar.-afirmou ele e com um puxão rasgou meu vestido,eu olhei impressionada com sua força,o vestido tinha um tecido firme no entanto estava rasgado pelo meio,ele o rasgou até parecer um casaco longo sem mangas aberto,ele tirou pelos meus ombros e sorriu ao me ver apenas de sutiã e calcinha,eu tirei sua camisa de botões e abri o jeans que ele usava enquanto ele chupava meu pescoço,toquei seu membro por sobre a calça e ele gemeu mordendo a pele que chupava,eu suspirei,ele desceu o rosto entre meus seios cobertos pelo sutiã e beijou minha barriga,suas mãos apertando os seios por sobre o tecido do sutiã.

-Isso está um pouco injusto.-eu disse rebolando sobre seu colo,ele mordeu o lábio e sorriu,afastou o pano fino da minha calcinha e pôs os dedos me estimulando,eu gemi revirando meus olhos.

-Não me importo muito com a justiça quando se trata de você na minha cama.-ele disse com a voz rouca e eu sorri.

-Eu me importo Maximiliam.-eu disse e sai do seu colo,sua mão saiu de entre minhas pernas e eu ergui uma sobrancelha sugestiva o olhando,ele tirou a calça ficando apenas com a cueca branca muito reveladora que usava,ele veio até mim como um caçador a sua presa,eu sorri o encarando.

-Chega de brincar.-ele disse e me deu impulso me pagando no colo,ele rasgou minha calcinha e enquanto caminhava se livrou da cueca,eu fiquei apenas de sutiã e ele nu,eu ri de leve da sua pressa,ele retirou rápido meu sutiã e abaixou o rosto até meus seios onde ele chupou enquanto sua apertava o outro seio,eu suspirei e abaixei a mão para seu membro o estimulando e masturbando,ele suspirou chupando meu seio,seu cabelo caia sobre a testa e começava a se colar ali com o suor,eu gemi de leve quando ele me prensou contra a parede ao lado da cama e me beijou com força,seu membro roçando minha intimidade sem penetrar,ele enfiou com tudo até o fim e eu gemi sobre seus lábios,ele me penetrava e beijava ao mesmo tempo,minhas mãos arranhavam suas costas ao me segurar em seu colo com força para me manter ali,ele continuou estocando com força,minhas costas raspavam na parede mas eu pouco me importava,mordi seu lábio com força quando ele saiu de dentro de mim e depois colocou tudo de novo,senti o gosto do sangue e enlouquecidamente deixou seu beijo ainda melhor,ambos gozamos ao mesmo tempo mas mesmo depois de um longo jogo de final de olimpíadas,festa e de já termos gozado nenhum de nós dois estava cansado agora,eu me sentia mais acordada do que nunca,ele me jogou na cama e subiu por cima de mim.

-Hora de ser a caça Max.-eu sussurrei em seu ouvi e ele soltou um leve gemido/rosnado quando eu inverti as posições ficando por cima,mergulhei sobre seu membro,me inclinei beijando ele e cavalguei sobre ele interrompendo os beijos para os gemidos de ambos,logo gozamos pela segunda vez e desta vez eu cai sobre o seu corpo ofegante e suada como se o jogo tivesse acabado agora,só que um jogo de mais de duas horas,suspirei me aconchegando no peito dele,ele beijou minha testa suada e com os polegares traçou minha testa afastando as gotas de suor dali,me observou calado sorrindo.

-Você fica ainda mais linda assim,depois de transar comigo.-ele disse sorrindo e eu ri de leve negando com a cabeça de leve.-Não sei se eu te disse isso sem ser como amigo mas eu te amo Mab.-ele disse sério acariciando minhas têmporas.

-Eu amo você também seu maluco.-eu disse rindo e revirando os meus olhos apoiando o queixo no seu peito para vê-lo melhor,ele fez carinho em minha bochecha e sorriu.

-Maluco por você sabia?Sempre fui,você só não percebeu.-ele disse sorrindo e eu ri revirando os olhos.

-Você é muito mentiroso.-eu disse rindo e ele sorriu negando.

-Não sou,é sério,você é muito lerda,não teria percebido nunca se eu não tivesse dito.-ele disse divertido e beijou a ponta do meu nariz.

-Isso é um pouco de verdade,nunca percebo quando alguém gosta de mim.-eu disse admitindo com um sorriso envergonhado sentindo minhas bochechas corarem.

-Lerda.-ele disse beijando minha testa carinhosamente.-Mas eu amo assim mesmo.-ele disse rindo da minha careta indignada,eu deitei a cabeça em seu peito e ele cobriu nossos corpos com o lençol,me aconcheguei em seu corpo e suspirei com os carinhos que ele fazia em meus cabelos úmidos de suor,logo eu adormeci com o som ritmado do seu coração como música.


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo,como me sai?
Esse é o último capítulo da primeira temporada mas a segunda temporada vai continuar aqui mesmo porque é mais fácil para vocês acompanharem...
Até mais Cupcakes!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...