História A jornalista - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Exibições 17
Palavras 1.402
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Festa, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um capítulo para vocês pujins ♡

Capítulo 3 - Não sei o que seria de mim sem você


Fanfic / Fanfiction A jornalista - Capítulo 3 - Não sei o que seria de mim sem você

Fomos para nossos quartos. Deitei na cama e dormi. Logo acordei, por causa dos pesadelos. Levantei da cama e fui até ao banheiro, lavei o rosto,  e fiquei sentada na cama, estava com medo de dormir e ter os pesadelos novamente. Então sai do quarto, desci as escadas e fui até a cozinha beber um copo de água. Caminhei até a sala, e sentei no sofá, peguei o controle e liguei a TV. Coloquei um canal qualquer, e tentei ficar acordada. Depois de algum tempo, percebi que já havia amanhecido, e eu nem tinha dormido ainda. Escuto alguém descendo as escadas, logo vejo o Suga com uma expressão confusa.

-O que está fazendo aí na sala? -Pergunta Suga

-Não consegui dormir, estava tendo muitos pesadelos, por causa de ontem.

-Sua cara está horrível. -Disse olhando para mim com uma certa preocupação. Olhei para ele e ri.

-Vou tomar um banho e ir trabalhar. -levantei do sofá.

-É melhor você ir dormir.

-Não posso,  tenho que ir trabalhar, meu trabalho é muito importante.

-Está bem, vou se arrumar, e te levar até lá.

-Não precisa. -Mais e claro que eu precisava.

-Precisa sim, vai se arrumar. -Ele me levantou do sofá pelo braço, e foi me levando escada acima, até que eu chegasse no meu quarto.

-Anda logo, se não quiser chegar atrasada!

-Ok, Ok, já entendi. -Falava enquanto revirava os olhos.

Entrei no banheiro, e tomei um banho quente. Enquanto saia do banheiro enrolada na toalha, me lembro que a minha roupa estava no meu apartamento. Não poderia ir trabalhar com a roupa do Suga né. Sai do quarto de onde eu estava e fui até o quarto do Suga e bati na porta. 

-Ei Suga! abre a porta!

-Já vai. -Ele abriu a porta e começou a olhar meu corpo. -Por que está de toalha?

-Deve ser por que acabei de banhar. -Disse irônica. -Ele ri. -Não tenho roupa aqui esqueceu? -Preciso que você vá até meu apartamento pegar minhas roupas, vê se no hotel possui alguma chave reserva. 

-Aaah, por que não fica de toalha. -Disse ele de uma forma maliciosa.

-Yoongi! -O olhei nervosa.

-Ta bom, estou indo Kath.

-S-Suga! -O olhei e me aproximei do mesmo. -Obrigado por ser tão gentil comigo. -O abracei, e ele retribuiu.

-De nada, não deixarei ninguém te machucar. -Me abraçou mais forte, e deu um selar na minha testa, que me fez corar.


<<<<<<< P.O.V Suga >>>>>>>


Sai de casa, entrei no meu carro e fui em direção ao apartamento da Katherine. Cheguei lá e fui falar com a recepcionista do lugar.

-Olá, minha amiga perdeu a chave do apartamento, poderia me ajudar?

-Ah sim, claro, temos chaves reservas para o caso de que isso acontecesse. Venha por aqui. -Segui a recepcionista, que foi até um cômodo. Em uma das paredes do local havia várias chaves, ela pega uma delas, e me dá.

-Aqui. -Estendi o braço e peguei a chave.

-Obrigado. -Entrei no apartamento da Katherine, e procurei por suas roupas, logo encontro uma mala vermelha, abri a mala para checar se era mesmo suas roupas, e de fato era. Fechei a mala, e a peguei, sai do apartamento, e fui para casa. 


<<<<<<< P.O.V Katherine >>>>>>>


Eu estava esperando o Suga no quarto, quando escuto um barulho, caminhei até a janela e observei o seu carro entrando pelo portão. Desci as escadas rapidamente e me deparei com ele logo na porta. Em uma de suas mãos estava a minha mala, andei em sua direção e estendi a mão para que ele me entregasse.

-Tente pegar! -Ele levantou a mala para que eu não pudesse pegar. Começa a rir da minha situação.

-Me dá logo Suga! vou acabar chegando atrasada na empresa. -Pisei no pé dele, o fazendo derrubar a mala no chão, a pego e em seguida mostro a língua.

-Como você é malvada, não precisava usar violência. -Nos encaramos e rimos.

-Vou me arrumar, obrigado por pegar minha mala. -Subi as escadas entrei no quarto e fechei a porta. Coloquei uma blusa branca, uma calça preta, calçei uma sapatilha azul e fiz um coque no topo topo da minha cabeça. Sai do quarto, e vejo o Suga logo na porta.

-Está pronta? -Acenti com a cabeça. -Então vamos.

Saímos da casa, entramos em seu carro conversível, ele dá partida e segue em direção ao meu serviço e me deixa na porta da empresa.

-Tchau! -Acenei para ele, e ele fez o mesmo.

Entrei em meu escritório, sentei na cadeira que era realmente confortável, e coloquei minha cabeça na mesa, minutos se passaram e acabei cochilando. Logi sou acordada por alguém abrindo a porta.

-Katherine! o que pensa que está fazendo? 

-Ahn? -Cocei meus olhos com o pulso.

-Se você dormir mais uma vez enquanto estiver nessa empresa, iremos descontar do seu salário, ou quem sabe demiti-la, não aceitamos pessoas incompetentes.

-Sinto muito, é que eu não dormi direito. Me desculpe. -Disse enquanto olhava para a loira.

-Não trabalhamos com desculpas, então por favor, que isso não se repita novamente. -Eu apenas acenti com a cabeça. A mulher saiu da minha sala batendo a porta com força, devia estar muito brava, ou quem sabe de tpm. Foi um longo dia tentando me manter acordada. Chega a hora de ir embora, sai da empresa e logo na porta da mesma, encontro o Suga em seu carro buzinando para mim.

-Katherine! vim te buscar vem! -Falou ainda dentro do carro. Caminhei até o carro e entrei.

-Suga, preciso comprar um celular, eu acabei quebrando o meu.

-Está bem, vou te levar até alguma loja. Coloque o sinto.

-Tá. -Coloquei o sinto como ele havia pedido.

Chegamos em uma loja, e logo fui escolher um celular. Depois que escolhi, paguei a conta. Saímos da loja, e ele me levou até sua casa. Entramos na sua casa.

-Suga você está com a minha chave? 

-Ah sim, espera um pouco eu deixei ela no meu quarto, vou procurá-la. Entre por favor.

-Vou te esperar na sala. -Entrei na casa, fui até a sala e sentei no sofá,  e o aguardei. 


<<<<<<< P.O.V Suga >>>>>>>


Eu sei que a chave está por aqui. Olhei em todo canto do quarto e não estava achando, sentei na cama e comecei a pensar onde a tinha deixado, e logo me lembro que estava no bolso da minha calça, pego a chave e vou até a sala onde a Katherine estava.

-Ei Kathe... -Antes de terminar de falar, a vejo dormindo no sofá,  devia estar muito cansada, então não a acordei, apenas a peguei no colo e a levei até o quarto. Peguei uma coberta a encobri, e dei um beijo em sua testa, ela era tão fofa dormindo, aqueles lindos cabelos pretos e sua franja que a deixava ainda mais fofa. Sai do quarto e fui para o meu, deitei na cama e dormi logo em seguida.


<<<<<<< P.O.V Katherine >>>>>>>


Eu estava suando muito, me virava de um lado para o outro, quase me debatendo, e acordo em desespero.

-Hm? onde estou? Suga deve ter me trazido aqui depois que adormeci. -Me sentei na cama. Aquele pesadelo me atormentava mais uma vez, não poderia ficar mais uma noite sem dormir era demais para mim. Comecei a chorar, me encobri com a coberta na tentativa de abafar o choro. Não queria acordar o Suga.

-Katherine? o que foi que houve? -Suga aparece na porta do quarto, com o cenho franzido, super preocupado.

-N-Nada. -Chorei mais uma vez, e ele se aproximou de mim, e me abraçou.

-Ei, ei, calma Kath, deixa eu te ajudar, me conta o que está acontecendo.

-Estou tendo pesadelos com aquele cara que me machucou. Suga eu não consigo dormir, é horrível. -Ele passou seus dedos em meu rosto na tentativa de conter as lágrimas. 

-Calma, vou ficar aqui até você conseguir dormir. -Me abraçou mais forte.

-Não precisa fazer isso. 

-Precisa sim.

Se passou um tempo até que consegui dormir, e Suga também. Amanheceu, acordei ainda sonolenta, e vi que o Suga já não estava na cama. Me levantei e fui procurar por ele. Enquanto o procurava, encontrei um bilhete em cima da mesa da cozinha.


Bom dia Katherine, fui até a delegacia, parece que encontraram o cara que te machucou, estou indo lá resolver isso. Beijos.


Espero que prendam esse desgraçado! -Fui ate a geladeira e a abri, peguei um bolo de chocolate e um suco de laranja e fui até a sala assistir TV, hoje não vou precisar ir trabalhar, é feriado de alguma coisa, não sou atenta a esses tipos de coisas. Ainda bem que essa noite consegui dormir, e isso foi graças ao Suga, ele realmente é uma pessoa boa, nunca pensei que fosse conhecer alguém assim.








CONTINUA...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...