História A Killer Love - J-Hope - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 71
Palavras 1.160
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiiiiiii amores :3 agora sim é o hentai :v dei duro nele mas fiz *-*

Capítulo 15 - Melhor Presente


Fanfic / Fanfiction A Killer Love - J-Hope - Capítulo 15 - Melhor Presente


Soo-Min POV


Após um bom tempo me arrumando, finalmente eu estava pronta: Tiara e luvas  de gato preto, coleira fofa com um sino, sutiã rosa bebê, calcinha preta e saia da mesma cor.
De repente, meu celular vibrou. quando fui ver, era a Érika me enviando uma mensagem

Érika:
- Se prepara hein! Hoseok vai chegar aí em mais ou menos três minutos.


Perfeito!
Passei meu perfume outra vez, peguei a corrente fina rosa e a prendi na coleira, arrumei meu cabelo, coloquei minha meia preta (que era acima do joelho), rapidamente fui pro quarto de Hoseok e me deitei no chão como uma gata.
Fiquei esperando os minutos passarem mas parecia que estava demorando séculos.
- Soo-Min? - quando ouvi a voz de Hoseok, meu coração se acelerou. O desejei ainda mais.
Ele estava demorando uns minutos. Provavelmente me procurando pelos cantos da casa.
- Vem logo seu lerdinho. - falei baixinho impaciente 
Quando ele entrou...
- Soo? - ele arregalou os olhos e sua boca automaticamente ficou aberta
- Que foi? - perguntei dando um sorriso safado. - Parece que você nunca me viu na vida. - engatinhei lentamente e fiquei sentada como um gato na frente de Hoseok
- Eu nunca te vida vestida ASSIM na vida. 
- Não gostou? - fiz um bico triste
- Claro que gostei, mas... Ahhh. - vi ele revirar os olhos e dar um suspiro pesado quando encostei minha mão em seu membro já duro e o apertei
- Então está esperando o que? - perguntei sem tirar meus olhos de Hoseok. - Seja meu dono daddy.
Hoseok me pegou no colo, me jogou na cama e logo ficou por cima de mim
- Viu o que você fez comigo? Sinta o que você acabou de causar Soo-Min! - ele pressionou com força seu membro duro em minha intimidade ainda coberta, me fazendo dar um gemido alto. - De costas. - ele ordenou e eu apenas obedeci
Ouvi o barulho da gaveta ser aberta e fechada. Hoseok pegou os meus braços e os prendeu juntos atrás das minhas costas. Senti que era uma corda. Logo vejo tudo ficar escuro. Ele tampou meus olhos com uma venda!
Hoseok me virou com uma certa brutalidade e rasgou meu sutiã sem dó. Minha respiração já estava mais acelerada que o normal. Senti seu hálito quente em meu seio direito, fazendo com que meu corpo se arrepiasse todo
- Calma Soo. Mal comecei ainda. - ele falou antes de depositar beijos em meu seio. Logo foi mordiscando e chupando ao mesmo tempo
- Hobii.. - fiquei gemendo alto enquanto arqueava as costas e mordia meu próprio lábio inferior
Logo senti suas mãos percorrerem meu corpo até chegar na minha saia, que senti ser tirada junto com a calcinha. Seus dedos me penetraram com tudo. Os movimentos foram se intensificando, assim como os meus gemidos.
Quando atingi meu primeiro orgasmo, Hoseok retirou seus dedos de mim e de repente, parou  por alguns segundos.
Logo senti ele me puxar pela corrente, me fazendo ficar ajoelhada na cama. Logo ele me puxou para um beijo delicioso e com voracidade. Logo o beijo foi cessado. Senti os dedos de Hoseok acariciar lentamente meu rosto, causando uma onda de choque por todo meu corpo.
Droga! Como ele consegue fazer isso comigo?
- Agora seja uma boa garota e me chupe. - ele sussurrou rouco no meu ouvido. Meu corpo se estremeceu na hora
- M-ma-mas oppa.. 
- Sim? - Seu hálito agora estava no meu pescoço
- N-não estou enxergando, esqueceu? - rapidamente ele tirou a venda dos meus olhos
Ele já estava nu e também ajoelhado na cama. Fiquei extasiada com aquela visão.
Foi complicado, mas consegui enfiar seu membro em minha boca. Hoseok pegou em meus cabelos e ficou fazendo movimentos de vai e vem. 
- Ahhh Soo... Que boquinha gostosa. - ele disse entre gemidos
Chupei seu membro com tanta força, que ele falou um palavrão alto e soltou seu líquido todo na minha boca. 
Ele me retirou de seu membro, me colocou deitada de novo na cama, deixou minhas pernas totalmente abertas e ficou roçando a cabecinha avermelhada na minha intimidade. Ele ficou me torturando por segundos.
- V-Vai lo-logo. - falei desesperada
- Como se pede? - ele sussurrou no meu ouvido
- Por favor daddy. - gemi manhosa
- Boa garota. - Hoseok deu um pequeno selar em meus lábios e foi me penetrando com lentidão
Logo ele foi aumentando as estocadas, me fazendo revirar os olhos na hora
- Porra. - automaticamente o palavrão saiu da minha boca
- Soo-Min? Você xingou? - Hoseok parou com os movimentos e retirou seu membro de mim, me fazendo gemer em reprovação. - Vou ter que te castigar por isso. 
- Merda! - pensei arregalando os olhos
Ele me deixou de costas outra vez, empinou minha bunda e me penetrou com tudo
- Peça desculpa. - ele deu um tapa em minha coxa. Fechei os meus olhos com força e apoiei mais ainda minha cabeça no travesseiro. Ele puxou meus cabelos, deixando minha cabeça para cima. - PEÇA! - gritou autoritário
- D-desculp.. - falei entre gemidos
- Desculpa o que?
- Desculpa... daddy.
- Ótimo.
Com uma mão, Hoseok puxava meu cabelo e com a outra segurou na minha cintura com força. Suas estocadas ficaram mais rápidas e brutas. Lágrimas prazerosas escorriam do meu rosto enquanto eu ficava implorando por mais daquelas estocadas
- Como você é apertada Soo.. Ahh porra. 
- Hobi.. M-mais forte... 
Ele atendeu meu pedido e foi estocando mais forte mas outra vez ele parou
- Filho da puta. - pensei
- Agora é a sua vez. 
Ele me tirou da posição, me colocou sentada em seu colo e enfiou seu membro inteiro em mim pela terceira vez
Decidi torturá-lo, mesmo ainda estando amarrada. Rebolei lentamente em seu membro, fazendo sua cabeça ir para trás
- Assim não vou aguentar. - Hoseok murmurou
Suas mãos foram de encontro a minha cintura, fazendo com que eu me movimentasse.
Seu membro duro e grosso dentro de mim, seus gemidos misturados junto com os meus e sua boca semi-aberta me fazia ficar mais extasiada.
Nós dois gozamos juntos. Joguei minha cabeça pra trás e gemi o mais alto que pude pra apreciar aquela sensação deliciosa.
Nos deitamos na cama ofegantes. 
- Gostou do presente? - perguntei o olhando fixamente
- Adorei. - ele deu aquele sorriso que tanto amo. - Mas foi por isso que você fingiu que estava passando mal?
- Exatamente. - olhei para trás e me lembrei de uma coisa. - Hobi.. A corda.
- Me desculpe, eu já ia esquecendo. 
Me virei de costas e Hoseok tirou aquela corda dos meus braços. 
- Finalmente. - tirei minha luva e a taquei longe fazendo Hoseok dar umas risadas. - Vamos dormir. - me aconcheguei no peitoral dele. - Boa noite Hobi.
- Boa noite jagi. - ele me abraçou
Dormimos juntos.


Notas Finais


Gostaram? *-*
Só avisando que as Altas Tretas estão para chegar nos próximo s caps. Bom, é isso! Boa noite <3 (madrugada, sei lá :v)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...