História A Lady Speedster - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon, Detetive Joe West, Dr. Harrison Wells, Dra. Caitlin Snow, Iris West, Jay Garrick, Leonard Snart (Capitão Frio), Personagens Originais, Wally West (Kid Flash)
Tags Lady Speedster, Terra 2, The Flash, Velocista
Exibições 70
Palavras 1.075
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Romance e Novela, Super Power, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey, pessoas!
Essa é minha primeira fanfic de The Flash e, por enquanto, eu estou começando ela ainda, não tenho certeza sobre algumas coisas. Por isso, trouxe o prólogo para vocês e vou aguardar suas opiniões para saber se devo prosseguir com essa ideia que tive há um tempão e nunca coloquei aqui.
A fanfic não irá seguir os acontecimentos da série, só usei o episódio 14 da segunda temporada como base para começá-la.
É isso aí, boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo


TERRA 2 – Central City/S.T.A.R. Laboratories

Logo após se livrarem de Zoom, quando estavam se organizando para passar pela fenda que os levaria de volta para a Terra 1 e o Flash ainda agradecia à Iris e Barry pela ajuda, Harrinson Wells decidiu que precisava fugir com sua filha daquele lugar. Mesmo com os protestos de Jesse, ele tinha total consciência do que Zoom faria assim que os visse novamente.

- Pai, não podemos ir embora! – Jesse insistiu.

- Nós temos, querida. – Wells explicou enquanto guardava suas coisas na mochila.

Antes que a garota insistisse mais, o alerta indicando que o Star Labs tinha sido invadido soou e Flash os alertou para andarem mais rápido. Wells pegou sua arma e entregou para Jesse e a mochila para Cisco, que seriam os primeiros a passarem pela fenda.

- Pai... – ela o chamou, confusa com todos os acontecimentos.

- Eu preciso buscar uma coisa. – ele avisou ao Flash antes que ele levasse a filha e Cisco para a Terra 1.

Ao ver os três desaparecendo no meio da névoa azul, Harrinson correu até sua mesa e pegou uma chave magnética em sua gaveta, andou rapidamente até um quadro e o arrancou da parede, colocando a chave dentro de uma fechadura eletrônica que estava escondida. A parede ao lado se abriu como portas automáticas, revelando um longo corredor. Wells andou rapidamente por ele até chegar onde queria, a porta do quarto branco.

- Hayley! – Wells chamou e, em menos de um milésimo de segundo, a garota abriu a porta.

- Dr. Wells? O que...

- Não tenho tempo, apenas venha comigo e, haja o que houver, não use sua velocidade. – ele a puxou pela mão e correram de volta, assim que colocaram os pés na sala, Zoom estava lá.

Hayley nunca tinha o visto pessoalmente e tudo que conseguiu fazer foi arregalar os olhos e segurar o braço de Harrinson com força. Ele era um ser enorme, todo em preto e tinha garras bem evidentes nas luvas. Ele se aproximou rapidamente e empurrou a garota, a jogando direto contra a mesa, a fazendo bater a cabeça com força e desmaiar.

Zoom ergueu Wells pela camisa no mesmo segundo que o Flash retornou pela fenda.

- Esqueceu alguém, Flash? – a voz sorrateira e sinistra de Zoom pegou o velocista em vermelho de surpresa.

- Solte-o!

- Feche a fenda! – Wells pediu.

Enquanto Barry e Harrinson discutiam, claramente distraindo Zoom, o cientista tirou uma seringa com soro desacelerador do bolso e injetou diretamente no peito do velocista em preto, que logo sentiu a agonia que a fórmula causava, dando para o Flash a oportunidade perfeita de resgatar Wells das garras dele.

- ESPERE! TEMOS QUE LEVÁ-LA! – ele apontou para Hayley jogada no chão.

- O quê? Por quê? – Barry questionou.

- Não temos tempo para perguntas, Allen! Apenas pegue-a.

Barry jogou Hayley por cima dos ombros e com a outra mão pegou Harrinson. Os três atravessaram a fenda de volta o mais rápido que o Flash pôde, assim que se viram no Star Labs da Terra 1, para o alívio geral, Barry colocou a garota no chão e gritou para Jay:

- Feche! Feche agora!

Jay Garrick se aproximou e lançou a cápsula no centro da fenda, a desestabilizando. Todos ficaram visivelmente mais calmos enquanto a névoa se transformava em uma fumaça escura.

- Você conseguiu! – Caitlin comemorou e se virou para Jay, que estava parado de costas para a fenda instável.

Quando fez menção de ir até ele, a mão preta e com garras já conhecida atravessou o corpo de Garrick. Zoom o puxou com ele para a fenda um segundo antes dela fechar para sempre. Caitlin entrou em estado de choque, obviamente, sendo amparada por Cisco que a tirou do local.

Naquela situação, todos sabiam o que havia acontecido; Jay Garrick estava morto, a última fenda foi fechada e até então não existiam mais passagens entre a Terra 1 e a Terra 2, Zoom não era mais um problema para eles, ou era o que pensavam, e agora tinham uma nova estranha de outra terra em suas mãos.

- Quem é essa clandestina? – Iris perguntou, apontando para a garota que ainda estava no chão.

- Por que você a trouxe, pai? – Jesse indagou com uma certa ponta de raiva no tom de voz.

- Eu não podia deixá-la a mercê do Zoom, você sabe muito bem. – Wells explicou – Será que poderiam me ajudar a levá-la para uma cama?

- Não seria melhor levá-la para um hospital? – Joe questionou.

- Não, ela acordará em alguns minutos.

- Não bastava saber que estou presa aqui, longe da minha vida, da minha família... – Jesse aumentava o tom de voz – E você ainda trouxe seu ratinho de laboratório?

- Jesse, agora não. – Wells a repreendeu.

Barry levou a garota para uma das macas no laboratório, uma longe de onde Cisco estava com Caitlin para não atrapalhar ou deixar a doutora ainda mais perturbada. Wells o acompanhou e deu uma breve examinada para saber se não tinha mais algum machucado nela.

- Você vai explicar quem é ela? – Barry perguntou, analisando o cuidado excessivo de Harry com a estranha – E o porquê de sua filha a chamar de rato de laboratório?

- Claro, mas não agora. – Wells deu batidinhas de leve no rosto de Hailey – Acorde, mocinha.

- Ela está desmaiada, não vai...

- ACORDEI! – Hayley saltou no lugar, se pondo sentada na maca – E acordei num lugar estranho... Onde eu estou?

- Hey, garota. – Wells segurou o ombro dela – Está tudo bem agora, você está segura.

- Certo... Mas isso ainda não responde minha pergunta. – ela ergueu uma sobrancelha.

- Você está na Terra 1. – Barry falou, cruzando os braços e encostando na porta.

- Na Terra o quê? – ela voltou-se para o Harry – Quem é ele? O que é Terra 1? Por que estamos aqui? Onde está o Zoom? ONDE O SENHOR ESTEVE ESSE TEMPO TODO?

Barry tentou não rir do desespero da garota e das perguntas que ela fazia rapidamente, mas quando ela gritou a última, apontando o dedo dramaticamente no rosto do Wells, não teve como segurar e acabou soltando uma risada leve.

- Certo, vejo que tem muito que explicar aí. Quando acalmar a visita, você conversa conosco. – o Flash saiu da sala e foi ver como Caitlin estava.

- Bom... – Dr. Wells puxou uma cadeira e sentou ao lado da maca que Hayley ocupava – É uma longa história.


Notas Finais


É isso aí, eu sei que foi pouca coisa e está curtinho, mas foi basicamente para iniciar a história para vocês, os próximos capítulos serão narrados em primeira pessoa, pela Hayley, e serão maiores.
Comentem o que acharam, se preciso melhorar algo e se cometi algum erro, esse tipo de coisa realmente me ajuda.
Bom, aguardo respostas, beijos e até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...