História A Lei do Casamento - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lee Ji-eun "IU", Personagens Originais, Rap Monster, Suga, Uee, V
Tags Baseado Em Fatos Reais, Bromance, Casamento, Longfic, Menção Jikook, Menção Sinrin, Menção Vhope, Slash Jihope, Slash Namjin, Yoongi!topsweek, Yoonseok!flex
Visualizações 72
Palavras 2.117
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo-Ai, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite! Me desculpem estar postando tarde, é a segunda vez que atualizo essa merda (internet aff) Mas olhem, saibam que nunca deixarei passar da meia noite pra atualizar, ok?

Opa, parece que temos uma treta ai em rsrs BOA LEITURA

Capítulo 29 - Capítulo 28


Fanfic / Fanfiction A Lei do Casamento - Capítulo 29 - Capítulo 28

Capítulo Anterior (Apoio)

Jimin foi socorrido pela Yujin por causa do apendicite.

Yujin descobriu que um anônimo pagou mais um ano de contrato do aluguel.

Hoseok descobriu que Yoongi ainda insiste em ter Yujin com ele.

*

CAPITULO 28: Prova da paternidade

“Me diga quem é o pai da criança, agora!”

 

» ♂♂ ♂♀ ♀♀  «

Ao encontrar o que procurava, descobre um papel dobrado, que fora amassado, na mesma gaveta. Por isso ter chamado sua atenção, apanha e descobre que é rascunho daquele contrato de Yujin, mas o que o decepcionou, foi reconhecer a letra de seu amado na sugestão cinco “Ser compromissada somente à Min Yoongi, sem direito de se casar”. 

–– O que é isso? –– Magoado em descobrir que ainda não a superara e que ainda a quer, mesmo como amante, começa a sentir raiva dele e de tudo. Como poderia imaginar se não fosse por esses papeis, que ainda a quer? Achara que tivesse feito se esquecer dela, acreditando em suas palavras, mas foi enganado. Hoseok não quer deixar nada barato para os dois. 

Finalmente, Yoongi sai do banheiro enrolado de toalha na cintura, de cabelos molhados, pingando no chão. Desconfiado em ver seu amado sério e triste, para os passos e o encara.

–– O que é isso? –– Pergunta Hoseok, estendendo a folha aberta –– Você pode me explicar o que isso significa?

O que dizer? Que ele não superou Yujin e quer os dois? O que fazer pra não magoá-lo sendo que já está fazendo? 

–– Esse papel não é nada significante.

–– Não é? Você... –– Suspira e abaixa a folha por desistir, desistir de querer sua explicação, e de ouvir desculpas esfarrapadas –– Não precisa me explicar nada, acha que sou idiota? Eu sei o que é isso... É melhor eu ir embora –– Sai do quarto, Yoongi vai atrás.

–– Hoseok-ah! –– Hoseok para e olha nos olhos, ainda intrigado com tudo.

–– Você não mudou nada! A gente era feliz, a gente podia ter tudo e você simplesmente terminou comigo pelo medo das pessoas e o que elas pensariam. Você não percebe que está me fazendo sofrer, mesmo que diga a mesma coisa “Não quero te magoar” você queria me fazer de otário e eu bobo aqui amando você! Desde que aquela mulher apareceu em nossas vidas, você mudou. Nem com JiSoo você era assim. Queria arrumar casamento pra nos amar em paz assim como você fez com minha amiga, e o que ganho? Só mais decepções.

–– A minha intenção com Yujin é a mesma, pra nos amar em paz!

–– Mas você se apaixonou por ela! –– Revela o que percebeu, despertando mais a realidade do outro. Não tinha percebido sua paixão pela professora, estava cego e continua sendo. –– Mas querendo continuar com sua ideia estúpida de se casar é só uma desculpa pra ter ela com você. “Compromissada somente à Min Yoongi sem direito de se casar com ninguém”? –– Bufa com olhos marejados, sentira vontade de chorar, a decepção causava, mas não tinha que ser na frente dele –– Não tem ideia o como ler isso me machuca! Você é egoísta Min Yoongi! Vai atrás dela e me esquece! –– Vira as costas pra não chorar em sua frente, com intenção de ir embora de vez, mas é impedido ao sentir mãos em seus braços, pra continuar a discussão. Yoongi, quer explicar. Hoseok engole o choro, mas deixa uma lágrima escapar.

–– Eu não sei como isso aconteceu comigo! –– Confessa –– Não tenho ideia o como eu não percebia que... Posso até ser apaixonado por ela, mas eu amo é você. –– Mesmo que seja sinta isso por ela, quer ser somente dele, mas sua obsessão o impede –– Eu só queria me casar sem amor, pra continuarmos felizes, sem ninguém da minha família pegando no meu pé.

–– Por acaso Yujin sabe de sua intenção? Você engravidou ela e também Jisoo. Não quer assumir a paternidade e mesmo assim, você quer Yujin de qualquer jeito! –– Sobre a gravidez da primeira mulher, Yoongi não consegue explicar, mesmo que fale a verdade ninguém acreditaria.

–– Hoseok-ah, isso é passado, eu estou aqui com você, por favor! –– Tenta segurá-lo, mas o outro, solta os braços de sua garra.

–– Não posso! Está me fazendo de palhaço, mas engano seu! Você quer se casar pra gente viver juntos, não é? Yoongi, você não sabe o que quer! Eu vou dar um jeito pra você! –– Ainda com raiva, disse ríspido e com sarcasmo; pega seu casaco e o deixa sozinho, batendo agressivamente a porta.

Yoongi não admite sua paixão por ela, não queria isso, mas não consegue se libertar. Queria os dois de qualquer jeito, queria se casar com alguém de confiança para ter paz, pelo romance dos dois, pelo amor que sente por ele. Quando disse que não queria magoá-lo, estava sendo sincero. Como é aquele ditado? “Quando tenta segurar os dois, acaba ficando sem”. É isso que está acontecendo. Deve abrir mão por Yujin, ou por Hoseok? Qual é o certo a se fazer?

Hoseok caminha por aí pelas ruas escuras querendo segurar orgulhosamente seu choro. Não quer derramar lágrimas pelo amor que te enganou. Não aguenta por muito tempo, as lágrimas escapam incontrolavelmente e, se vendo sozinho, inclina cabeça para trás e grita como se quisesse que outro planeta o ouça.

Jung aparece no apartamento da Hyuna, um lugar não muito caro, mas bem confortável. É recebido por ela, usando apenas roupas de dormir. É uma mulher sexy, mas isso ele não repara.

–– O que queria conversar de tão importante? –– Pergunta ela cínica, deixando espaço para o mesmo entrar. Hobie está sério e quer ser direto nas suas intenções de seu interesse.

–– Você não quer um homem rico pra se casar? Eu tenho um ótimo partido pra você, irrecusável!

–– Ah é? E quem?

–– Você conhece um Chaebol chamado Min Yoongi?

–– Acho que não –– Confessa hesitante, queria se lembrar se o conhecia.

–– Se aproxime dele, o faça esquecer-se de outra mulher e você vai conseguir se casar com ele pra ter a melhor vida que você nunca teve. Eu te garanto!

–– Ainda não completou uma semana, e dizendo assim até parece que você quer muito isso –– Arqueia sobrancelhas. De fato, Hoseok não parecia interessado em ajudá-la, só agora. Ele parece um rançoso aos olhos dela.

–– Não vamos perder tempo, vamos planejar agora mesmo pra você ter o que você quer! –– Embora gostasse dessa novidade, o encara desconfiada. 

Hoseok nunca que iria arrumar Jimin ou Yoongi para ser vítima dela, mas como seu amado passara dos limites, ele também teve que passar. Ele quer se casar, então que seja logo com Hyuna, já que ela tem apenas interesse de ter vida boa mesmo sem amor.

 

>> Cinco meses depois <<

Yoongi e Hyuna, que em poucos meses se conheceram, se tornaram próximos a ponto de saírem pra qualquer lugar e se aventurarem, assim como foi com Yujin, mas a diferença, é que ainda não se envolveu com ela. Ele não sabe de suas intenções nem mesmo as do Hoseok, por isso que acredita que tenha sido do interesse da parte dela em conhecê-lo por vê-lo tocar piano em alguma sala da Universidade. 

Ambos entram no elevador do apartamento do Yoongi para pegarem o carro e irem juntos à casa do Jin e Anna, comemorarem dois anos de casados. Yoongi deixou que todos pensassem que Hyuna se tornara sua namorada, portanto, Jin também a convidou. O que Yoongi não pensou na hora, foi que sua ex também foi convidada, então quando as portas do elevador se abrem, Yujin, de quase nove meses, um pouco inchada, de vestido verde escuro muito lindo, os encontram, e, sem hesitação, entra para também descer e pegar seu carro. Yujin pensa que essa mulher é nova namorada dele, e da todo o luxo de mostrar seu desinteresse para o novo casal. Hyuna, que vestira deixara de vestir roupas vulgares e passara a se vestir melhor, sabe quem é ela, principalmente o fato de ter engravidado dele, mas que ainda não dera essas “cartas” para ele. Por ser o tipo de mulher que não perde nada, tenta provocar ciúmes de alguma maneira, nem que seja indiretamente.

–– Oppa, o que vamos fazer mais tarde? –– Disse sem nenhuma maneira fofa –– Podíamos ir ao cinema, ou então... Tomar vinho.  –– Yujin, por estar mais na frente dos dois, não percebe olhada mal intencionada da outra, mas continua quieta. Yoongi queria muito passar ciúmes na ex, mas sentia que isso não daria certo e afastaria mais ela de si. 

–– Decidimos isso mais tarde –– Responde com intenção de encerrar a conversa.

A porta do elevador se abre e Yujin é a primeira a sair sem olhar para trás, como se fosse somente ela ali. Yoongi percebe que desde outras vezes que está com Hyuna, não adiantaria provocá-la. Talvez fizesse algo maior para magoá-la como ela tem feito com ele.

Yoongi quis passar em um lugar primeiro, pra poder comprar vinho e brindar com seus amigos. Yujin, por sua vez, chega primeiro no apartamento do irmão. Anna a recebe com animação, mas seu irmão não parecia muito animado, a recebe com simpatia. Ele continua se vestindo bem, com tecidos caros, assim como sua esposa.

–– Você está bem? –– Pergunta irmão, tentando engolir seu orgulho e recebê-la como sempre a recebe. Yujin percebe que ele ainda tenta mudar, mas levaria mais tempo, ainda está tímido.

–– Estou, Oppa. Parabéns pelos dois anos de casados, e que venha muitos e muitos anos –– Sorri com simpatia e recebe dele sorriso forçado, mas sincero.

Ainda está assim por ter virado as costas pra ela durante muito tempo, mas foi o primeiro a procurá-lo com incentivo indireto do Namjoon. “Tenho certeza que se fosse com você, sua irmã nunca viraria as costas, mas é você quem está sendo idiota” Jin não quer dar os créditos de quem o “incentivou”, mas admite que o rival estava certo. Yujin foi a primeira a apoiar seu amor pela estrangeira, agora precisa apoiá-la a seguir os passos de ser mãe e criar o bebê. 

–– Vamos conversar Yujin-ah –– Convida Anna e se afastam pra conversarem no quarto.

Em seguida, chega Yoongi e Hyuna com uma garrafa de vinho. Como Jin não faz ideia de que ele namorou sua irmã, o trata como sempre tratou, como um amigo próximo. E atrás, chega por fim, Jimin e Hoseok. A amizade continua o mesmo, nada mudara.

–– Fiquem a vontade –– Pede Jin e todos entram na sala.

–– Onde está Anna pra dar felicidades? –– Pergunta Jimin.

–– Está no quarto com minha irmã.

–– Já decidiu o nome dele? –– Pede Anna ao sentar na cama, a vendo sentada com costas escoradas no travesseiro. A barriga é pesada, não pode se esforçar muito.

–– Não tenho certeza, estou entre Kim Shin e Kim Yeon.

–– Gostei do Kim Shin.

–– Taehyung quer que o nome seja Kim Tae –– Sorri ao se lembrar de sua fofura.

–– Faz tempo que não vejo Kim Taehyung.

–– Ele está trabalhando muito. –– Após a pausa na conversa, Anna hesita na próxima pergunta.

–– Yujin-ah –– Se aproxima dela –– Não quer me dizer quem é o pai? Você está com medo que seu irmão descubra, não é? –– Kim, hesita triste.

–– Eu o conheço muito, não quero contar pra ele. –– Jin se aproxima da porta do quarto semi-aberto e escuta a conversa; –– É mais seguro ele não descobrir quem foi meu namorado. –– Tira o papel do bolso –– Mas ainda insisto que ele assine a Renúncia de Direitos Parentais. Ele diz que o filho é só meu, mas ele não quer assinar, não quer abrir a mão da paternidade. Ele queria que eu abortasse, de certo pedia a mesma coisa pra JiSoo. –– Anna franze os cenhos.

–– JiSoo? Espera, deixa eu ver se entendi... Esse seu ex...

–– Sim, ele também foi namorado da Ji Soo e a engravidou, mas eu não sabia disso, eu soube quando eu ainda estava no terceiro mês da gravidez –– Jin não sabia quem era o noivo da garota Park e agora se sente indignado. E então, determinado de descobrir quem é o irresponsável que a engravidou suas irmãs, invade o quarto com berros.

–– Quem é? Me diga quem é o pai da criança, agora! –– As mulheres se assustam, e Yujin começa a ficar nervosa, o conhece e sabe que seu irmão é ciumento e protetor demais.

–– Oppa, por favor –– Implora Yujin.

–– Me diga! Vou matar ele!

–– Oppa, não faça isso! –– Jin ia voltar para sala pra perguntar pro Jimin, se o mesmo sabe de alguma coisa, mas se lembra que ela segurara um papel, ali poderia informá-lo melhor. Então se aproxima pisando fundo e arranca dela o papel. –– Não, oppa! –– E ao abrir a folha, descobre tudo. Encabulado por ter sido traído, por não ter sido confiável pra saber dessas informações, a olha em silêncio decepcionado e, ainda com raiva, volta pra sala. 

*


Notas Finais


'0' o que será que Jin vai fazer? Comentemmmm AAAA :3

OBS: Gente, não coloquei como foi que Hyuna se aproximou dele porque não é importante, rsrs ok? 5 meses foi o tempo suficiente pra se tornarem próximos.

Bjs e até quinta às 19h (sou fiel <3 marcadíssimo)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...