História A Lenda de Finn, O Humano - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Tags Hora De Aventura
Exibições 87
Palavras 2.238
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Super Power, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola ola, então, pode demorar pra eu postar outro cap, e se eu postar vai estar bem meno, então aproveitem a leitura viu

Capítulo 7 - Olá Doce Inferno


                               POV Finn on

 

                Eu acordo tonto pra kraleo, mal aguentei me levantar, eu olhei no espelho e parecia seco, eu fui ate uma garrafa de água e fui bebendo igual louco, eu desci as escadas e comecei a comer tudo que tinha na geladeira, tava quase tudo congelado, mas na minha situação estava bom pra kraleo, me sentei no sofá e olhei pra Tv que eu destruí, fiquei so olhando e rindo da minha situação, eu nem queria ver as horas, eu fiz questão de fechar a janela pra ninguém perturbar, olho pras horas e ainda são 11 horas, eu já estava melhor quando senti meu ombro ardendo, era o M na minhas costas, eu olhei nela por um vidro e vi que ela estava vermelha, eu não entendi oque estava rolando, então vejo Marcy descendo a escada flutuando, ela está com os longos cabelos tocando o chão e uma cara de sono inacreditável, ela olha pra mim e abre um sorriso, ela vem lentamten e me beija se jogando no meu colo e começa a me esmagar no sofá, ela começa a mexer no meu cabelo, e eu sem entender nada por ela ter caído e dormido de novo, eu acho ne

-Marcy? Ta acordada?

-Agora to ne

-Marcy qual é a do M nas minhas costas

-Eu já falei, to marcando território, não pergunta de novo viu

-Okok, mas por que ela começou a arder?

-Como assim, tava vermelha meio brilhante?

-Isso

-Deve ser por que eu estava pensando em você

-Como assim?

-Agora nos estamos ligados um ao outro até que eu tire a marca

-E você vai tirar?

-Quer que eu tire

-Não não... Eu gosto

-Então cala a boca e me deixa dormir

-Ok

                Ela ficou la deitada e eu sem fazer nada, eu as vezes esqueço que Marcy é um ser noturno, so que ela dorme o tempo todo então foda-se ne, eu estou quase pegando no sono quando olho na Janela e vejo Jack, ele esta me chamando com uma cara seria pra kraleo, eu vou saindo devagar e deitando Marcy, eu saio sem fazer barulho, deixei um bilhete pra Marcy não se preocupar ou sei lá, então saio da caverna com Jack, e ele ta com uma cara de pânico, ele nem para de me puxar

 

-Jack oque foi vei?

-O monstro do pântano esta atacando o reino fantasma cara

-Oque? Por que?

-Ele ta gritando que quer vingança de um morto ou sei la

-Porra então bora logo, e oque o filha da puta quer com um morto vei, já morreu

-Eu também não entendi

-Vei so bora logo... Eu to sem espada nenhuma aqui

-Vai na porrada mesmo vei

-Pode ser

                Jack cresce e começa a me levar nas costas, da uns 30 minutos e já da pra ver o reino fantasma cheio de covas e espíritos voando, então vejo o monstro do pântano, uns 4 metros, alguns tentáculos e aquela cara feia da porra, sem contar os cogumelos no ombro, ele sacudia os tentáculos batendo em tudo, olhei e vi que ele estava indo na direção do castelo amaldiçoado da princesa, tínhamos que chegar a tempo, Jack estava ficando cansado e estávamos ficando sem tempo

 

-Jack ne joga la, eu me viro, quando você chegar você se vira pra limpar a bagunça

-Iiii Eu não cara

-Jack me joga logo

-A parceiro...    

                Já diminui o corpo e aumenta a pata e forma uma mão gigante, então ele me arremessa com tudo, eu quase que perdi minha toca, então eu já estava bem próximo e ele ainda nem tinha me notado, quando estava bem do lado dele me preparei pra chutar ele, dei 2 giros e chutei ele com a parte de traz do meu pé, ele cambaleou para trás e caiu, quando a poira baixou haviam vários fantasmas a minha volta e eu não sabia oque fazer, achei que iam me atacar, foi quando alguns deles se juntaram la no céu e desceram com todo bem na minha frente, formando uma espada, e então escuto vocês na minha cabeça...

 

-esta é a espada... a espada... que lhe oferecemos... oferecemos... para defender nossas terras de descanso... descanso...

-A muito obrigado

-Não Finn, nos que agradecemos- Olho para trás e esta a princesa fantasma flutuando perto de seu castelo

-Não a de que princesa

                O monstro já esta de pé, ele moveu os tentáculos pra perto de mim, e eu já estava indo pegar a espada, quando noto que ela atravessa minha mão... Porra ne... assim fica foda, sou arremessado para longe na hora, eu bati nas covas na hora, eu senti meu corpo doendo pra kralho, quando uma pedra aparece na minha frente.... Wtf... É ai que vejo Clarence segurando a pedra, era o namorado da princesa

 

-Eu sei que não posso segurar sua mão...- Ele falou com a voz calma dele

-Se não é o meu fantasma favorito

-Haha, não abusa parceiro-Eu seguro a pedra e me levanto

-Ele ta voltando- olho com uma cara de cansaço pro monstro correndo

-Finn, eu posso te ajudar a usar a espada fantasma, eu terei que possuir você ou pelo menos sua mão, mas não aguento mais de 10 minutos em você

-Primeiro que o papo de me possuir ta esquisito, segundo que so precisamos de uns 5 ou 6 minutos

-É assim que gosto finn-

                Ele sai voando na direção da espada e faz um gesto mostrando que vai me esperar ali, enquanto isso fico com a parte divertida de ter que passar pelo monstro gigante, ok então ne galera.... Ele vem me atacar segurando um cogumelo, eu pulo em cima do cogumelo que era mais duro que pedra, então vou pra trás dele e começo a correr, mas ele pisa no chão e quebra tudo, sou arremessado pra cima, começo a pular de pedra em pedra mas ele continua tentando me atacar, eu já estava tão perto da espada quando começo a ver os tentáculos dele me cercando, porra tava tão perto... Eu noto um pontinho amarelo chegando perto e se expandindo, era Jack dando um feito nos tentáculos, ele saiu dando socos e chutes em tentáculos, eu mandei um valeu com o dedo e ele so sorriu, então já cai com Clarence entrando em mim... Kralhou isso ficou gay de mais, eu senti meu corpo leve e frio, eu senti o cara me acompanhando, eu tentei de novo pegar a espada que agora sim tinha um peso, mas muito fácil de mover, e tinha alguns pequenos fantasmas em volta, eu olhei pro monstro que estava jogando Jack pra cima, eu vi ele vindo em minha direção então movi a espada, que fez os fantasmas em sua volta se moverem junto, cortei 3 tentáculos em um movimento, o monstro recuou sentindo arrepios, ele não conseguia mais mover aqueles tentáculos, como se eu realmente tivesse cortado eles, então aproveitei que estava distraído e fui pra cima de cortei o ombro dele, que amoleceu na hora, eu saltei em cima dos cogumelos e comecei a corta-los... Ouvi na meinha mente “So temos mais 1 minuto Finn, temos que acabar com isso agora” Beleza eu já estava perto da cabeça dele pulei pisando nos olhos dele e cravei a espada bem na testa dele, ele soltou um bafo gelado,  e sem gritos ou rugidos, então ele começou a cair, Clarense saiu de mim e levou a espada, ele a jogou pra cima e ela se desfez de milhões de fantasmas, quando o monstro caiu eu estava em cima de seu peito, e ele ainda parecia vivo...

 

-Ta me ouvindo monstrão

-Fiiiiinn- Ele falou lentamente- Oque faz aquiii, você não é mais... Heroiiii

-Quem falou isso?

-Esta circulando por toda OOO

-Eu tenho uma notícia, eu so deixo de ser herói quando me der na telha sacou

-A notícia já se espalhou, e todos acham que você é um criminoso agora, os atos de ataques so irão almentar...

-E eu estarei la impedindo tudo, eu irei continuar lutando contra vocês... E a você tem que assinar seu vale vilão, é oque? A quinta ou a sexta vez so esse ano

-A sétima se contarmos aquela que me matou sem eu ver

-Verdade, você poderia parar de voltar?

-Não enquanto houver um pântano...

-Então fica la otario- Jack falou pegando uma pedra gigante

-Já vai mandar ele de volta?

-Claro, tenho que ver íris no hospital- Ele largou a pedra na cabeça do monstro

-Fiquei sabendo que vai ser pai Jack- Clarence falou já mandando um oi

-Eae mano, é vei, não é maravilhoso?

-Sim cara, com certeza,

-E eu vou ser titio de cachorros unicórnios arco-íris vei

-Boto fé... Finn precisa ir, alguns espíritos acham que você é um bom presagio pra esse lugar sombrio

-Sim eu lembro, já vamos indo

-Qualquer hora eu vou la te assombrar cara

-Valeu.... AAAAA me faz um favor do kralho mando

-So falar Finn

-Preciso que va na minha casa e veja como ta la vei, invadiram e não sei como ta, eu to dormindo na Marcy

-Vou la qualquer hora e vejo

-Valeu, estamos indo

                Eu saio correndo e mando um falou pra Clarence, eu já estava quase na saída quando vejo princesa fantasma na entrada, com seus longos cabelos cobrindo seus olhos... então eu paro de correr e fico cara a cara com ela, ela manda um sorriso fofo mas ainda tenebroso, ela até que ficou bonita depois do 55º mundo dos mortos, ela abriu passagem e nos deixou sair, estávamos voltando andando, Jack saiu andando do meu lado, fomos conversando sobre como seria depois que ele se tivesse seus filhos e não tivesse tempo pra ser mais meu parceiro, ele falou que nunca ia rolar porque seriamos parceiros até depois de morrer, parceiros fantasmas, rimos pra caramba disso, até que senti meu ombro arder, era Marcy, fiquei preocupado e comecei a correr, Jack começa a me acompanhar e cresce me levando no ombro, olho para a caverna e vejo que esta saindo uma nevoa vermelha de lá, eu entro e  vejo Marcy de costas para a parede da caverna, ela segura o Baixo-Machado dela, e do outro lado estava a ultima pessoa que eu esperava com aquele longo sorriso demoníaco, e uma espada que pingava sangue negro... o pai dela... Fudeu... Fudeu... Ele sorria, e atrás dele havia um portal pra Noitosfera... Eu e Jack entramos na casa e pegamos espadas, peguei a Sangue de Demônio para Jack e peguei a espada de grama que ainda estava na parede segurando o Sutiã da Marcy... Parei pra pensar em uma coisa agora mas vejo depois... Sai e vi Macy atacando o pai com uma força bruta incrível, ele defendeu o machado com apena um braço, e o terno dele nem rasgou, ele so a empurrou e desferiu um golpe contra a perna dela, que começou a flutuar baixo até cair, eu consegui segurar ela a tempo

 

-FINN? OQUE TA FAZENDO AQUI? VAI EMBORA!!

-Eu? Vim ver minha namorada, e vou embora porra nenhuma

-NAMORADA?- Hudson falou assustadíssimo- Que palavra é essa na boca do humano, e direcionadas a minha filha

-Pai, nem adianta discutir- Ela falou tirando minha blusa e jogando longe, e mostrando o M que estava vermelho

-Isso não significa nada, eu tenho milhões de servos com marcas em qualquer lugar do corpo

-Pai... Meu coração bateu...

-Como é possível...

-Você sabe que sim, o seu já bateu

-Apenas uma vez, e deu frutos daquele dia...

-Se arrepende pai

-Claro que não, mas sabemos como tudo acabou, e eu tentei te proteger disso mas você não me escutou- Ele esticou o braço ate mim e me puxou

-Ei, me larga!!- Tento cortar ele

                Foi quando Jack saltou e cortou as costas dele com a sangue de demônio, fez um corte enorme e começou a sair uma fumaça negra, ele grunhiu de dor...

 

-Marcy não tenho como te força a ir para casa, mas se eu matar o humano que faria?

-Te caçaria até no fonfis do inferno e arrancaria cada alma de você

-Ótimo, te darei 1 semana para você chegar a Noitosfera, caso não chegue a tempo o humano morre

                Então começamos a entrar no portal, Marcy chegou voando e tenta atacar Hadson, mas ele me coloca na frente e ela para na hora, eu encaro ela e e vejo o ódio no olhar dela, ela move os lábio mas eu não escuto, mas eu sabia oque ela tinha falado, mais uma vez entro naquele túnel asqueroso do portal para Noitosfera, e já consigo ver do outro lado aquele mundo asqueroso, Hadson faz uma de suas caras asquerosas e rugi, eu de repente sinto algo saindo de mim, vejo e é minha alma, não sei explicar como mas antes de desmaiar sinto minha mão puxando a alma de novo... Abro meus olhos e não vejo Hadson e muito menos a Noitosfera... Eu me via em um lugar escuro, e quem me segurava era... Lich... Eu estava segurando minha alma e ele me segurava pelo pescoço...

 

-Eu o encontrarei... Em breve Humano... E tomarei oque é meu... por direito

-Vai seu fuder seu demônio de merda...- Dou um soco nele e ele me da outro

                E abra os olhos e vejo Hadson caído, ele reage rápido e me ataca, me fazendo desmaiar, e a ultima coisa que vejo é um peixe demoníaco flutuando com mil demônios sobre ele... Que inferno cara... 


Notas Finais


Obrigado por ler e comentem oque vocês acham ou querem dessa fic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...