História A Lenda de Mushera - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Dragon Ball, Lenda, Mushera, Naruto
Visualizações 3
Palavras 955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Ecchi, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


MEO DEOS NEM SEI O QUE DIZER PRA VOCÊS QUE ESPERARAM ESSA HISTÓRIA...SÓ ME DESCULPEM. Agora ela volta de vez...

Capítulo 12 - A batalha finalmente começa! A história de Killer!


Fanfic / Fanfiction A Lenda de Mushera - Capítulo 12 - A batalha finalmente começa! A história de Killer!


  Kyle partiu pra cima de Killer, tentou acertar dois socos sem sucesso, depois tentou um chute porém Killer se esquivou com facilidade, Killer socou o rosto de Kyle, depois chutou sua barriga e o impacto fez com que Kyle fosse empurrado para trás. Os dois sorriram.
  
  MIchiel levantou-se e olhou para July com um olhar de extrema decepção. July o olhou, abaixou a cabeça como se estivesse arrependida, logo após levantar sua cabeça novamente partiu em direção a Michiel, July tentou acerta-lo com dois chutes, mas não teve sucesso na ação, Michiel segurou uma de suas pernas e a arremeçou longe.

  - Bom, eu não curto muito enfrentar garotas, afinal mulheres são feitas pra dar amor e carinho e óbvio muitos beijos.

  - Deixa comigo então Michiel. Disse Lana que estava levantada atrás dele.

  - Ué, você tá bem? Perguntou Michiel confuso.

  - Claro Michi! Você acha que eu, Lana, iria ser derrotada tão facilmente? 

  - Olha só, senti firmeza, mas porque você estava deitada aí, e seu enzo tinha sumido?

  - Eu aprendi a esconder meu enzo, e queria saber qual o objetivo dele, e óbvio sabia que vocês viriam se eu estivesse em perigo.

  - Olha maninha, além de bonita é inteligente, preciso de mais amigas assim.

  Lana partiu em direção a July e tentou um chute, mas July conseguiu desviar.

  - Eu não esperava isso de você July.

  - Eu não tive escolha... Disse ela tristonha.

  - Nós sempre temos escolha.

  - Não quando temos algo a proteger.

  - Como assim algo a proteger?

  - Não posso dizer mais. July foi pra cima de Lana, tentou tres socos mas Lana os defendeu.


  Michiel se aproximou de onde Kyle e Killer estavam batalhando, notou que os dois trocavam golpes muito rápidos em pleno ar.

  - Kyle cheguei.

  Os dois se afastaram e voltaram ao chão. - Não se meta Michiel, essa batalha é minha.

  - Não é hora pra isso, ele é uma má pessoa e merece ser parado a qualquer custo.

  - Mesmo assim seria covardia dois contra um, e mesmo que não fosse eu quero acabar com ele com minhas próprias mãos.

  - Você não está sendo tolo negando a ajuda de seu amigo? Perguntou Killer.

  - Mesmo que sejam aliados ou amigos Musheras lutam justamente e derrotam cada um seu próprio inimigo.

  - Olha como é nobre...Um dia morrerá por essas tradições.

  - Se não fosse por essas tradições os Musheras nunca seriam tão fortes como foram, e como eu também almejo ser o melhor você é meu adversário.

  - Típico de um Mushera, isso me faz querer cada vez mais mata-lo.

  Os dois voltaram a trocar golpes em pleno ar, porém bem mais intensamente do que antes. Michiel então os observou.

  - (Os dois são extremamente fortes, mas estão se testando essa luta poderá demorar um pouco. Kyle é mais forte, porém tem menos experiência, não consigo saber quem irá vencer...) Pensou Michiel.

  
  Lana e July também trocavam golpes intensamente, Lana então desviou do soco que July tentara acertar e deu um soco em sua barriga, depois um chute em seu rosto que fez July capotar pelo chão alguns metros. July levandou lentamente.

  - July me deixe te ajudar. Disse Lana

  - Você não pode me ajudar. Lagrimas caiam de seu rosto.

  - Mas é claro que eu posso, eu sou sua amiga.

  - Não é questão de ser amiga ou não...

  - Eu me importo com você, e sei que posso ajudar.

  - Ele é muito forte.

  - Você não está esquecendo de quem ele está enfrentando... É o Kyle, você viu o quão forte ele está.

  - Bom isso é verdade, mas não é todo o problema.

  - Então me diga, eu não vou deixar nada acontecer com você.

  - Não é comigo que estou preocupada...

  - Diga então qual é o problema. Disse Lana se aproximando

  - Eu...

  - Confie em seus amigos. Lana a abraçou.

  - Ele vai matar a minha irmã. July não conteve seu choro.

  - Calma July, eu juro pra você, eu não vou deixar que ele faça isso.

  - Obrigada.

  - Se Kyle não acabar com ele, eu mesma o matarei.

  - Lana, a culpa também não é de Killer, ele foi criado para matar, desde pequeno sendo influenciado, ele acha que a única coisa que ele serve pra fazer é matar.

  - E como você sabe disso tudo? Você conheceu ele a muito tempo? Lana deixou de abraça-la e a olhou nos olhos.

  - Eu o conheci antes de encontrar com vocês, ele armou isso tudo desde antes, ele provou que pode eliminar minha irmã muitas vezes, se aproxima com facilidade sem que ninguém notasse.

  - Meu Deus! Lana colocou a mão na boca espantada.

  - Depois de um tempo falando com ele tantas vezes eu o questionei, perguntando o porquê dele fazer isso, eu estava chorando, ele secou meus olhos, e disse que tinha que ser feito, dizia que nunca foi a vontade dele, mas tinha que ser feito, afinal "ele nasceu pra isso".

  - Nossa, ele parece meio louco falando desse jeito.

  - Quando fui ficando mais próxima dele, eu descobri que a mãe sempre o obrigou a ser assim, ele nunca teve nenhum amigo nem nada do tipo, foi criado como uma arma, sendo torturado, de várias formas para ficar resistente a venenos, e outras coisas.

  - Que horrivel. Lana disse assustada.

  
  - Kyle. Gritou Miguel avistando o que estava acontecendo e correndo em direção a eles.

  - Merda. Disse Killer se afastando de Kyle.

  - Pai. Kyle o respondeu.

  Killer olhou para July com uma expressão de raiva, que logo mudou para uma expressão extremamente triste. Logo depois Killer sumiu. como se nem estivesse alí.

 

Continua...


Notas Finais


Comentem por favooooor suas opiniões e me desculpem novamente. I Love Vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...