História A life of madness - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Aventura, Drama, Romance
Visualizações 11
Palavras 2.463
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gentney tudo bom? Espero que sim e boa leitura!

Capítulo 7 - Me levando a loucura!


Fanfic / Fanfiction A life of madness - Capítulo 7 - Me levando a loucura!

Pov. Samantha.

 Merda como o Namjoon conseguia ser tão sexy e me levar a loucura tão rápido? Eu estava sentada no colo dele já sem moletom somente de short, ele estava dando chupões no meu pescoço ele foi descendo até chegar ao meu peito, ele sugava com força e dava leves mordidas no bico, minha respiração estava curta, eu me sentia uma virgem de 14 anos perto dele, nem parecia ter 20. Ele me joga no sofá e fica entre minhas pernas, sua mão tocava minha coxa, aquele toque me preenchia por inteira, ele retirou meu short me deixando apenas de calcinha, me fazendo ficar vermelha de tanta vergonha.

Nam- Você fica tão sexy com as bochechas coradas.

Corei ainda mais.

Seus dedos tocam o fino tecido da minha calcinha e alcançam a parte mais sensível do meu corpo.  

Ele iria me tocar ali mesmo! Continuo presa no pouco de controle que ainda tenho enquanto ele afasta o tecido e seus dedos passeiam pela minha parte íntima. Seus dedos são ágeis e me estremecem por onde passam, meu corpo reage por conta própria. Quando finalmente toca em meu clitóris, cada parte sensível do meu corpo se contrai, minha pele está em chamas e a cada movimento que ele faz meu corpo implora por mais. Namjoon coloca os dois dedos dentro de mim, o que me faz impulsionar para trás.

- Fica quietinha- ele diz sério.

 Mordo meu lábio inferior na intenção de conter um gemido, seus dedos continuam a me estimular e uma onda de tensão passa pelo meu corpo, eu estava quase lá podia sentir meu corpo pronto pra se entregar a ele, que só havia usado as mãos. 

- Não. - Namjoon fala tirando os dedos de forma brusca, me deixando com incômodo. Merda, por que ele estava fazendo aquilo?- Ainda não!

Logo depois ouvi um barulho de embalagem rasgando, tentei ver o que era, mas sem sucesso. Estava muito escuro pra eu conseguir enxergar algo. Sinto uma pressão por cima do meu corpo e ele me penetra com força, solto um gemido alto, que logo é parado.

Nam- Shhhi. - ele falou com a mão sob minha boca.- ninguém pode nos ouvir!

Ele mantém um ritmo não tão acelerado, aquilo era uma tortura! Mas uma tortura muito prazerosa. Namjoon diminui a velocidade me fazendo sentir toda área dele, consegui sentir as veias dele pulsando dentro de mim.

Entrando e saindo.    

Ele acelera o ritmo, com mais força, eu não estava mais aguentando, tinha que fazer isso. 

- Namjoon-ah... Me fode com força!- Falei entre gemidos.

 Foi o bastante para dar mais motivações para ele, que logo começou a me foder com muita força, eu já estava ficando dolorida!

 Meu corpo finalmente solta o primeiro orgasmo. Ele continua mais lento até que para e deita ao meu lado mas logo me bota por cima dele. Meu Deus, mais sexo? Minha nossa ele está me fazendo amar ainda mais ele! Eu estava quicando em cima dele, nossa! 

Consegui ter mais um orgasmo, como ele conseguia fazer aquilo? É muito bom, já fiz sexo muitas vezes com o Ryan mas nada comparado com o sexo que eu havia feito a 2 minutos, eu estava deitada sob o peito dele e acabei adormecendo. Acordei com a Meg me chamando.

Meg- Ei! Acorda! Temos que preparar o café dos meninos antes que eles acordem.

Sam- Amiga você não vai acreditar no sonho que eu tive!

Meg- Sam, não temos tempo para seus sonhos agora!

Sam- Mas é sério! Eu... a deixa pra lá!- Falei desistindo de contar.

Meg- Amiga você ta muito estranha!

Não falei nada apenas fui para o banheiro tomar meu banho. Depois do banho me vesti e sai para preparar o café dos meninos, quando estava na cafeteira alguém me pega pela cintura me fazendo virar bruscamente.

- Você não me obedeceu !- Aquela voz sedutora me desmontava.

- Não obedeci? Como assim?

- Eu pedi pra você me encontrar ontem e você não foi!

- Desculpa eu acabei dormindo, estava muito cansada...

- Vou te dar duas punições por causa disso... Uma vai ser agora, a outra mais tarde.

- Não entendi.

- Deixa eu te fazer entender rapidinho!

Nossos corpos estavam totalmente colados, minha respiração foi diminuindo, sentia cada detalhe do seu abdômen. Que vontade de que aquele sonho fosse verdade. Então corei. Caralho como ele consegue me fazer ficar tão sem graça assim? 

Ele pegou na minha nuca e me puxou para um beijo selvagem, ele mordia minha boca e nossa línguas brigavam. As mãos dele passeavam pelas minhas costas, chegando na minha bunda. 

Suga- Vão se comer em um lugar mais reservado!

Nam- Cuida da sua vida Yoongi!- Ele falou parando nosso beijo.

Sam- Aqui está o café de vocês. Agora preciso ir...- Eu não podia ficar mais um minuto ali se não ia acabar morrendo.

Falei com vergonha.

Suga- Valeu! E da próxima vez tenham cuidado, não to afim de ver vocês se comendo de novo.

Diz rindo.

Sai deixando os dois sozinhos conversando. 

Cheguei na sala e já estava todos, Jimin, Jungkook, Jin, o Hobi e Tae.

Sam- Bom dia oppas!

Falei entregando os cafés. Eles me responderam e ficamos conversando. 

Pov.Meg

Passei o dia todo resolvendo os eventos e shows que os meninos vão fazer e providenciando as coisas pra eles, quando cheguei, já estava de tarde, mal cheguei na Big Hit e já tive que sair de novo para ir pro médico, para ver se estava tudo bem com a minha doença maldita, já era noite quando voltei. Fui pro meu quarto, toma banho para descansar do dia cheio que tive, precisava recompor minhas energias pro dia seguinte, mas antes tive que ir na cozinha pegar água para tomar mais uma tonelada de remédios que o doutor havia passado. Fui até a cozinha e por sorte todos já estavam dormindo, bom era o que eu imaginava.

Suga- Meg? Oque faz aqui tão tarde?

Tomei um susto, que logo escondi os remédios atrás de mim na intenção que ele não percebesse.

Meg- Só vim beber água...

Suga- O que você tá escondendo ai atrás?

 Tentativa falha! Que merda!

Meg- Não tô escondendo na-da.

Suga- Meg, tem certeza que quer me esconder isso.

Ele falou chegando perto de mim, foi em direção ao meu ouvido, sua respiração na minha nuca me fazia arrepiar. 

Suga- Você não consegue mentir pra mim.

Ele pegou os remédios da minha mão ligeiramente.

Meg- Ei! Me devolve isso!

Suga- Pra que tantos remédios? Tá tentando se matar?

Meg- Não! Só estou com dor de cabeça. Meu dia foi muito cheio...

Suga- Percebi, não te vi o dia todo. 

Meg- Pois é, tive que ir resolver umas coisas do evento de vocês...

Suga- Meg... Sei que sua primeira impressão de mim não foi das melhores e quero mudar isso...

Ele pegou na minha nuca de forma carinhosa e me puxou, quando nossas bocas se encontraram, sentia a língua dele implorar pela entrada na minha boca. Eu não consegui resistir, tive que ceder, a mão dele foi parar na minha bunda, ele apertava com força me fazendo delirar, ele me botou em cima do balcão ficando entre as minhas pernas, passando as mãos na minha coxa, até que ele pegou minha mão que estava na nuca dele e foi descendo pelo abdômen até chegar ao volume da sua calça.

 MINHA NOSSA SENHORA! 

Eu sentia o pênis dele quase pulando de dentro da calça e sentir aquilo na minha mão era muito bom, imagine isso dentro de mim! 

Que pensamentos pervertidos são esses que eu tô tendo?!

Mas confesso que seria muito bom!

Ele já estava quase tirando minha blusa, até que eu estraguei tudo!

- Yoongi-hung, nós não podemos fazer isso...- Dava até uma dor no peito por falar isso, mas era preciso.

- Claro que podemos Meg.

- Não é bom a gente se aproximar tanto...

- Por que?

- O produtor não iria gostar- inventei uma desculpa qualquer.

- Ele nem vai saber, relaxe.

- Não Yoongi-hung, por favor.- Por que eu tinha que ter essa doença? Eu poderia tá agora me pegando o Yoongi...

- Tudo bem, eu não vou e força a nada.- Ele saiu me deixando totalmente sem chão.

QUE MERDA! 

Fui pro meu quarto, totalmente frustrada pelo que tinha acontecido.

-Que cara de bunda é essa Meg?- Sam disse sem desviar o olhar do celular

- Eu acabei de pegar o Yoongi, quase rolou uma foda mas eu acabei estragando tudo!- falei quase me sufocando com o travesseiro que tinha pegado na minha cama.

- Como assim? Você pegou o Yoongi, quase trepou com ele e na melhor hora, você deixa ele na mão?- Ela falou retirando o travesseiro da minha cara e me atacando.

- Ai! Calma, você esqueceu que a qualquer hora eu posso morrer?- Falei puxando o travesseiro da mão dela e jogando nela.

- O que tem haver se divertir com um gostoso como o Yoongi e sua doença? Você tem se divertir amiga! Para com isso!

- Mas e se acabar ficando sério? - Eu perguntei aflita.

- Tem essa possibilidade... Se acontecer, a gente da um jeito. Ah, lembrei de um babado!- Ela pulou em cima de mim.

- Sai sua baleia! - Empurrei ela para o outro lado da cama.- Fala logo o babado!

- Eu peguei o Namjoon!- Eu quase cai pra trás, minha melhor amiga pegando o Namjoon?- Aaah e como foi?

-Foi ótimo eu sentia que ia ter um orgasmo só com os beijos dele!

- Nossa, se não fosse o Namjoon diria que você tava exagerando!

- Esse foi o primeiro castigo...

- Oi? Castigo? Que castigo? Você já tá grandinha pra isso não? A não ser que seja um castigo erótico! Eitaaa adoroo!!- Falei dando tapinhas nela.

- Primeiro: São dois castigos. Um ele já fez, que foi esse beijo, que pra mim não foi nenhum castigo! E o segundo não sei, mas espero que seja bom igual o primeiro!- Ela falou mordendo os lábios.

- Queria eu ter castigos assim!- Falei me levantando e indo em direção a porta do quarto.

- Amiga, tudo vai acabar bem e a gente vai pegar vários boys ou ficar com esses de agora!- Era legal ver que a Sam tava tentando me botar pra cima, mas no fundo eu sabia que não ia acabar bem.

- Tomara.- Sai do quarto e fui tomar meu remédios, que me davam muita insônia e era difícil eu ir dormir cedo, então fui assistir alguma coisa pra ver se o tempo passava mais rápido.

 Pov. Samantha.

 Tinha acabado de tomar banho e tava jogada na cama, quando meu celular apita em cima da mesinha do quarto. Que merda! Por que a mesinha é tão longe da cama? Me contorci toda para tentar pegar o celular e depois de muito custo consegui alcançar. 

 • Namjoon 22:04 

 Não se esqueça do castigo.    

• Samantha 22:05

Isso não sai da minha mente! Eu tô muito curiosa pra saber!

• Namjoon 22:05

Quer saber o que é?

• Samantha 22:06

Claro que sim!

• Namjoon 22:07

Vem aqui então.

• Samantha 22:08 

Mas o Yoongi deve estar dormindo não?

• Namjoon 22:08

Ele saiu para falar com sua amiga, a Meg. 

Minha nossa é hoje Brasil! Nois vai trepar até não conseguir andar! 

• Samantha 22:09

Então tá daqui a pouco chego aí.

Dei um pulo da cama peguei o perfume da Meg que era maravilhoso, passei até onde eu achava que não se passava, botei a minha melhor lingerie e sai do quarto. Meu Deus meu sonho vai se realizar! 

Quando cheguei na porta do quarto dele minhas pernas estavam tremendo. Bati na porta e depois de alguns segundos ele abriu. Que visão! O Namjoon estava sem camisa só de toalha. 

- Entra.- Ele falou abrindo um pouco mais a porta.

- O quarto de vocês até que tá arrumado, que milagre!- Disse sentando na cama e olhando ele.

- Só tá arrumado por enquanto.- Ele falou vindo pra perto de mim.- Você ainda quer saber o seu castigo?- Eu já sentia o nariz dele tocando no meu ouvido, os sussurros dele me faziam arrepiar toda, ele começou a morder minha orelha, beijar minha nuca, chegando até minha boca. Os nossos lábios quando se chocaram me causou uma carga elétrica. Ele parou o beijo e voltou a me perguntar. - Quer?- Claro que quero! Meu Deus!

- Que-ro sim.- Ele deu um sorrizinho safado e voltou a me beijar, começou a tirar minha blusa e logo depois o meu short me deixando apenas de lingerie. Ele foi distribuindo beijos pelo meu pescoço e descendo para a área dos meus seios, as mãos dele seguravam minha cintura até retirar meu sutiã, senti minhas bochechas arderem por ficar só de calcinha na frente dele. Sua boca foi em direção aos meus seios, devorando-os selvagemente, eu podia ter certeza que eu ia ficar cheia de marcas por causa disso, mas não estava nem ai, só queria foder com ele. 

Ele foi descendo pela minha barriga dando chupões até chegar a minha vagina, ele retirou minha calcinha em um piscar de olhos me deixando totalmente nua, nessa altura ele já estava sem a toalha, demorou um tempo até que eu sinto ele já na minha entrada.

É AGORA PORRA! AGORA VAI!

Ele finalmente me penetrou, aquilo duro dentro de mim era muito bom, ele começou lentamente mas foi aumentando a velocidade me deixando com mais tesão! Era uma loucura tudo o que estava acontecendo eu não estava mais consciente do que estava fazendo, eu estava me sentindo uma ômega diante dele. Ele era meu Alfa e eu estava amando isso! 

- Ah~ Namjoon!- Um gemido involuntário saiu da minha boca.

- Shhi...- Ele falou colocando a mão sobre minha boca.- É tão bom ver você gemer meu nome, mas será que tem como a moça gritar baixinho? Sei que tá bom mas as paredes tem ouvidos e era pra ser escondido.

Era uma tortura não poder gemer alto, eu queria gritar pra todos ouvirem o quanto ser fodida pelo Namjoon era bom!

De repente me vi por cima dele, ele segurava minha cintura me conduzindo, me fazendo subir e descer, era tão bom sentir ele dentro de mim, me fazendo delirar. Eu estava ao ponto de ter um orgasmo.

- Eu vou gozar!- Falei quase gritando.

- Calma, espere por mim!- Ele falou me penetrando ainda mais fundo, eu sentia que já estava chegando, ele foi acelerando o ritmo. Foi quando nos dois chegamos ao ponto juntos. Foi melhor que nos meus sonhos, poder sentir cada toque dele, era maravilhoso. Deitei sobre o peito dele e ele começou a brincar com uma mecha do meu cabelo até quebrar o silêncio.

- Gostou?- A voz rouca dele além de me causar tesão me passava segurança, o que eu não tinha sentido com o Ryan. Eu levantei a cabeça olhando nos olhos dele.

- Quero ser fodida assim mais vezes!- O que eu tô falando? Cadê a pessoa inocente que vivia dentro de mim?- Quer di-zer gostei sim, gostei. Já falei que eu gostei?-Que idiota que eu sou!

Ele soltou um risinho pelo nariz e me puxou para um beijo delicado, que por final era o nosso primeiro beijo calmo.

- Não se preocupe isso foi só um começo!


Notas Finais


Eitaaa tchore!! Espero que tenham gostado, até o próximo e beijos de luz ;*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...