História A Life Without Masks - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Tags Romance
Exibições 148
Palavras 777
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 27 - Baloon Ride - Part I 🎈


{Adrien}

Acordei 5:00 da manhã, eu sei que foi um pouquinho exagerado da minha parte mas não consegui me conter.

Tomei um banho e fiz minhas higienes. Demorei um século para colocar somente uma blusa de manga cinza e uma bermuda verde.

Parecia que haviam crianças correndo pela casa. Corri descalço procurando as guloseimas e doces, toalha, cesta...

Quando me dei conta, já eram 8:00. Fui até o banheiro e molhei a cabeça, passei o creme e deixei para hidratá-lo. Só porque sou um garoto não significa que não posso ser vaidoso não acha?

Fui em direção ao meu guarda-roupa, estava completamente arrumado. Mais do que o normal. Peguei uma blusa bege com um grande X com um vermelho puxado para o vinho, uma calça preta, um tênis marrom e um cordão com duas plaquetas de ferro com o meu nome da minha mãe e o meu e uma touca vinho. (Foto da roupa no link das Notas Finais)

Deixei as peças na cama e voltei ao banheiro, tirei o creme e corri para a cozinha. Pepe, a chef da casa, já me esperava. O nome dela é Petúnia, mas eu sempre chamei ela de Pepe.

- O que vamos fazer hoje, Pepe? - Cheguei sorrindo.

{Marinette}

Alya me acordou eram 8:35, ainda com sono levantamos aos tropeços.

Fui para o banheiro do primeiro andar enquanto ela tomava banho no banheiro que ficava em frente ao seu quarto.

Fiz minhas higienes e quando voltei ao quarto dela, ela já estava me esperando mexendo no telefone.

- Parece que não vai ser um passeio comum, Mari

- Como assim?

- Os meninos criaram um grupo com nós quatro e disseram para nós irmos com roupas quentes.

- Mas algo pesado como um cachecol?

- Vou perguntar - Ela digitou para me responder segundos depois - Não, algo como calça, casaco e talvez uma touca.

- Já vi que vou ter que passar em casa - Eu disse revirando os olhos.

- Okay, mas primeiro podemos tomar café? Estou morrendo de fome.

Descemos e fomos para a mesa, a mãe de Alya já devia ter saído. Nos deixou uma mesa maravilhosa de dar água na boca.

{Nino}

Acordei atrasado. Já eram 8:49 quando meu telefone tocou, troquei somente de roupa e escovei aos dentes para ir ao supermercado.

Comprei os ingredientes para fazer a receita de bolos e biscoitos da minha avó. Um pouco brega, mas eram deliciosos.

Os ingredientes e tudo o que eu precisaria para cozinhar já estavam à mão.

Como um flash na minha cabeça, lembrei que tinha que avisar as meninas que precisariam colocar algo que esquentasse. Já que um passeio de balão acima das nuvens poderia ser um pouco frio. Parece que eu estraguei a surpresa.

{Marinette}

Depois de tomarmos o nosso café, escovei meus dentes e fui pra casa a pé. Pedi a Alya sua bicicleta imprestada, o que ela permitiu.

As ruas não estavam muito cheias, mas não tão desertas quanto ontem e agora eram iluminadas pela luz da manhã.

Cheguei em casa em 25 minutos. Meus pais já tinham aberto a padaria e por isso entrei pelos fundos.

Subi os degraus sorrateiramente sem fazer barulho para não chamar atenção. Abri minha mochila que até então estava nas minhas costas e tirei as roupas de lá. Deixei as coisas íntimas e coloquei a maquiagem.

Abri as portas do closet passando os cabides e fazendo combinações em minha mente até que escolhi uma calça legging preta, uma blusa branca comprida com uma rosa amarela no meio, um casaquinho jeans, um gorro cinza, pulseiras finas amarela, branca e azul e para finalizar um All-Star branco. (Foto no link nas Notas Finais).

Dobrei as peças de roupa, coloquei as pulseiras em um pequeno bolso, e peguei uma sacola plástica e coloquei o tênis.

Me senti mal por não ter falado com meus pais. Pus a mochila nas costas e saí rumo a casa da Alya novamente.

Agora já eram 9:21, combinamos de fazer o almoço assim que eu chegasse para que sobrasse tempo para nos arrumarmos com mais calma mais tarde.

Subi para colocar a minha mochila e vi a roupa que ela iria usar. Ela realmente escolheu bem:

Uma calça legging verde escura, uma blusa de mangas cinza, um casaco preto com uma bolsa da mesma cor, um gorro cinza bem claro e um cordão comprido com um pingente de pena.

Desci totalmente animada.

- É imprensão minha ou parece que alguém vai conquistar o Nino mais ainda?

- Vamos logo Marinette!

- Não desvie do assunto, Senhorita Alya

- Vamos fazer isso logo, não quero me arrumar correndo depois...

- Sim senhora, Chef!




Notas Finais


Roupa do Adrien:
https://goo.gl/images/4fw9IQ

Roupa da Marinette e Alya (primeiras da esquerda para direita):
https://goo.gl/images/cZaUUi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...