História A little bet - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bottom!jimin, Bts, Jikook, Kookmin, Namjin, Taeyoonseok, Top!jungkook
Exibições 586
Palavras 1.083
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi oi :)

Obrigada pelos favoritos e pelos comentários, vocês são demais <33

Boa Leitura :3

Capítulo 9 - Chapter Nine


"É fácil apagar as pegadas; difícil, porém, é caminhar sem pisar o chão."

 

Jimin sentiu seu corpo se arrepiar ao ouvir as palavras de Jungkook, com medo de que algo terrível acontecesse o loiro correu e se meteu entre os dois rivais. A Sra. Park fez questão de puxar o marido e o carregar para fora do quarto mesmo com a relutância do homem. Os dois garotos jovens ficaram sozinhos no quarto sem reação ou palavras para descrever o que havia acontecido.

Jimin viu o pescoço vermelho e marcado do outro pelas mãos de seu pai, aproximou-se dele e deslizou as pontas do seus dedos gordos no local. Por impulso, Jungkook levou as mão na cintura do loiro arrependido pela confusão que causou, não que ele não tivesse adorado provocar o pai do garoto.

– Me desculpe! Eu não queria causar tamanha confusão. – Puxou o menor para sentar no seu colo enquanto sentia o mesmo acariciar seu rosto.

– Não vamos conversar sobre isso agora, apenas vamos tocar nosso café da manhã e vamos para escola. – Jimin suspirou e levantou-se – Tomamos café aqui e depois vamos para sua casa e você se arruma lá.

O moreno assenti e deita na cama esperando Jimin arruma-se, após o loiro está pronto desceram para tomar o café da manhã. Sr. Park não parava de encarar Jeon por nenhum segundo e o outro fazia o mesmo, aquela guerrinha já estava irritando o loiro. Esse que se levantou brutalmente empurrando a cadeira e logo saiu de casa, tendo um Jeon Jungkook gritando por seu nome.

– Jimin! Jimin! Park Jimin! – O moreno gritava correndo atrás do loiro que parou e o encarou.

– Me desculpe! Eu não queria causar tamanha confusão. – Disse irônico repetindo oque fora dito mais cedo por ele – Acho que era isso que você queria causar.

– Como? – O moreno confuso aproximou-se do menor esperando sua resposta.

– Eu não quero que brigue com meu, Jungkook! Não quero que ele desconte toda a raiva que ele sente por você em mim ou pior, ele desconte na minha mãe. – Suspirou – Só não se meta no que não é da sua conta.

– Desculpa eu só queri-

– Não, Jungkook! Minha vida sempre foi assim, não tente muda-la só porque se acha meu amigo! – Gritou e o moreno lhe olhou incrédulo por suas palavras.

– Eu só quero seu bem, Jimin. Acha mesmo que eu gosto de ver você sofrer? – Rebateu no mesmo tom.

– Até uns dias atrás você gostava e você era um dos meus maiores motivos para isso. – Murmurou baixo – N-Nos vemos na escola, Jungkook.

– Espe-

– Tchau, Jeon – Jimin arrumou sua mochila nas costas e saiu correndo em direção a escola.

– Sou um idiota mesmo. – O moreno bateu ba própria testa resmungando alguns palavrões mentalmente enquanto seguia para casa.

                                                                                                           *

Namjoon e Jin caminhavam para escola, depois que Jungkook havia tomado incentivo na aposta, o loiro alto pode finalmente se aproximar de Jin. Na verdade Namjoon sempre quis conhece-lo, sempre o via na escola mas nunca criou coragem para falar com o mesmo pois conhecia bem as artes manha de Yoongi, e sabia que esse iria lhe irritar para sempre.

Chegaram em frente a escola e logo avistaram Jimin sentado sozinho, aliás era cedo e não tinha quase ninguém na escola, comendo um sanduíche e tomando suco. Aproximaram-se dele e logo gritaram um “Buuh” assustando o garoto, esse que pós a mão sobre o peito onde indicava o coração com os olhos arregalados.

– Querem me matar? – Quase gritou ainda assustado e os amigos riram.

– Qual é? Nem é pra tanto. – Namjoon falou rindo.

– “Não é pra tanto” Porque não foi com você e para de rir que você parece uma hiena desse jeito! – Resmungou o loiro.

– Porque está aqui tão cedo em? – Tentando acalma-se da crise de risos, Jin perguntou.

– Não tinha nada para fazer em casa e eu também não queria atrasar para aula. – Mentiu vendo que, agora, mais alunos chegavam.

– Hum – O loiro – vulgo Namjoon – deu de ombros.

O sinal tocou e todos os alunos entraram e logo se acomodaram em suas carteiras. Jimin olhava ao redor da sala procurando por Jungkook, porém não o viu. Avistou Yoongi, Hoseok e Taehyung entrar na sala e nada de Jungkook, estava ficando preocupado. Iria perguntar aos seus amigos que chegaram todavia viu o moreno entrar rapidamente na sala.

Jungkook iria sentar ao lado de Jimin porém um outro garoto pôs a bolsa primeiro, quem olhava de longe via a guerra de olhares entre Jeon e o garoto; Bufando Jungkook sentou atrás de Jimin. Iria pedir desculpas sobre o que havia acontecido mais cedo porém o garoto ao lado de Jimin conversava com o mesmo, arrancando sorrisos e gargalhada do loiro que fazia uma raiva crescer dentro se si. Não por Jimin sorrir e sim porquê não era si que estava provocava o tal.

As aulas chatas havia se passado e todos do grupinho de Jimin lanchava junto com ele, até mesmo Yoongi e Namjoon estava lá. O loiro sentiu uma respiração no seu pescoço e arrepiou-se ao saber quem era só pelo cheiro que esse emanava.

– Jimin eu preciso falar com você. – Jungkook sussurrou em seu ouvindo e Jimin assentiu freneticamente.

– Vamos alí – Jimin falou chamando a atenção dos outros – Não vamos demorar, então deixe meu suco ai, Seokjin!

– Eu nem queria mesmo. – Resmungou vendo o amigo ir embora e logo virou para Namjoon – Posso te perguntar uma coisa?

– Pode, claro. – Namjoon o encarou quando viu Jin ficar sério.

– Qual é o real motivo para Jungkook se aproximar de Jimin assim, tão... repentinamente? – Namjoon engoliu seco sem saber o que responder, de fato sabia que se dissesse iria magoa-lo não só a ele como a Jimin.

                                                                                                       *


Jimin e Jungkook foram até árvore onde sempre ficavam, Jimin parou assim que o moreno fez o mesmo. O viu ficar receoso sempre que abria a boca para proferir suas palavras, o maior aproximou-se de si roubando-lhe um selinho e pondo suas mão na cintura do menor.

– Me desculpe, Jiminnie – Começou – Eu sei que agir errado me mentendo em algo que certamente não é meu. Fiz coisa erradas antes, quer dizer, muitas coisas erradas mas eu juro que mudei e eu não quero ver você sofrer... Eu não sei explicar, dói tanto lhe ver assim. – Por fim viu Jimin sorrir para si e se aproximar de seus lábios.

Ambos contavam e esperavam um beijo caloroso porém foram interrompido pelo mesmo garoto que estava na sala conversando com Jimin.

– Ei Jeon – Gritou o garoto – Como vai a aposta?


Notas Finais


Opaa, lembra que eu falei que só postaria no final de dezembro ou em janeiro? Pois é voltei antes.. Terei mais duas ou três semanas antes de fazer a cirurgia pois a tia aqui teve um ataque de pânico na hora da cirurgia, e agora terei mais exames para fazer..

Então foi isso, espero que tenham gostado
Me desculpem pelos erros..
Até próximo capítulo
kisses ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...