História A Little Cat - Vkook - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook, Tae Híbrido, Taekook, Vkook
Exibições 265
Palavras 475
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oooláa pessoas! Td bem?
VI que o cap anterior rendeu muitos comentários então, muito obrigado! Sério, batemos recorde.

Ah, eu n tenho muito o que falar então, boa leitura <3

>prometo q depois faço uma capa pra não deixar passar em branco :) <

Capítulo 11 - Fique comigo


Fanfic / Fanfiction A Little Cat - Vkook - Capítulo 11 - Fique comigo

Hoje está sendo um dia horrível para mim, e eu não digo isso por causa do outro dia por que, por incrível que pareça eu já superei. Eu acho.

Estou todo dolorido, com febre e não consigo ficar mais de cinco segundos em pé que eu já caio. Estou tão fraco que mesmo deitado sinto que vou cair.

— Tae? Tudo bem? – diz Jungkook vindo até a minha cama e colocando em mim novamente o termômetro esquecido ao meu lado, em cima da cômoda.

— Sinto que vou morrer. – digo manhoso tentando o abraçar, coisa que deu errado por que me deu uma onda de cansaço apenas por fazer isso.

— E é por isso mesmo que eu vou comprar alguns remédios, você conseguiu acabar com todos daqui. – ele fala enquanto pega o objeto de novo checando a minha temperatura e fazendo uma careta.

Acho que os remédios não fizeram nenhum efeito.

—Ah não, Kook... – faço manha o vendo me olhar um pouco irritado, mas o ignoro. – Fica aqui comigo.

— Mas como você quer melhorar então? – ele questiona fazendo um carinho sutil na minha bochecha. – Em bebê? – por que ele insiste em me chamar assim?

— Prometo que se você ficar aqui eu fico melhor. – ele se levanta e vai até a mesa que havia ali no canto da parede.

— Não vai não, eu não sou nenhum médico e muito menos faço milagres. – ele diz quando se senta novamente colocando uma toalhinha em minha testa.

— Mas eu não gosto de ficar sozinho! – falo fazendo bico, o vendo rir da minha manha.

— Sei disso, e é por isso que eu chamei Jimin para ficar com você até eu chegar. – ele chamou quem?

— O quê?! – digo incrédulo. Ele sabe que eu não gosto do Jimin então por que insiste?

— Que foi? Não é tão ruim assim. – ele fala como se fosse fácil aturar aquele ridículo. – Quando conversar com ele vai ver que ele não é tudo isso que você pensa.

— Duvido que algum dia eu goste dele. – nesse momento Jungkook caminha até onde eu estava e se senta onde ele estava só um pouco mais perto.

— Tem ciúmes dele? – ele pergunta maliciosamente e eu começo a rir, o vendo ficar confuso.

— Eu? Ter ciúmes dele? Nunca! – digo ainda rindo.

Jungkook se levanta e agacha um pouco, ficando cara a cara com ele. Ele estava tão perto que dava para sentir nossos narizes se tocando de leve e a sua respiração meio ofegante, não muito diferente da minha.

— Ele sabe que eu sou só seu. – ele sussurra e dá um beijo demorado em mim, nossos lábios apenas se tocando. Logo ele sai, me deixando corado e confuso.

O que deu nele pra achar que pode ficar fazendo isso?

Por que meu coração está tão acelerado? E o que é essa sensação no meu estomago?

Por que me sinto assim apenas com você?


Notas Finais


Espero que tenham gostado, uvinhas <3
Até a próxima~
~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...