História A Little Cat - Vkook - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook, Tae Híbrido, Taekook, Vkook
Exibições 275
Palavras 381
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ooláa pessoas! tô passando aqui rapidinho só pra deixar esse cap aqui dfjfhbjdj
Eu não tenho nada pra falar hoje então...

Boa leitura <3

Capítulo 9 - O Outro Taehyung.


Fanfic / Fanfiction A Little Cat - Vkook - Capítulo 9 - O Outro Taehyung.

— Yoora? – perguntou Taehyung pasmo.          

— Por que me chamou pelo nome e não por “Omma”, filho? – perguntou a tal Yoora divertida.

— Você perdeu esse posto na minha vida faz tempo, Yoora. – repetiu o nome da mesma parada estática em sua frente.

Por que se sentiu ofendida depois de tudo?                                                    

— Não vai me convidar para entrar? – questionou ela tentando entrar, coisa que Taehyung impediu.

— Fale logo o que quer! – disse quase gritando. – Aliás, como sabia que eu estava aqui?

Em todo esse tempo de convivência nunca havia visto seu gatinho daquele jeito. Suas mãos estavam fechadas em um punho como se fosse socar qualquer um dali pela sua expressão.

— Isso não importa agora. – ela suspirou tentando se acalmar. – Eu quero que você me perdoe Taehyung. – diz com a voz embargada.

Estávamos tão bem, por que foi aparecer logo agora?

— Perdoar? Acha mesmo que vou te perdoar depois de ter me largado na porra daquela cafeteria?! – riu sarcástico. – Acha mesmo?! – elevou mais a voz (se é que fosse possível).

Jungkook estava estático pelo palavreado do outro. Aquele não era seu gatinho que tanto gostava, era outro Taehyung ali.

— Filho, eu fiz aquilo pelo seu bem. Eu estav... – foi interrompida por ele.

— Meu bem? Então me largar fazia parte do seu plano de me querer bem? – gritou enfurecido. — Quer saber? Saia daqui, eu não quero mais ouvir suas explicações e nem ver você mais aqui!

Tae estava com uma expressão tão indecifrável no rosto. Uma expressão desconhecida por mim que com certeza não era nem um pouco boa.

— Mas filho... – foi interrompida novamente.

— Não me chame de filho! Saia logo daqui!

— Taehyung eu... – foi interrompida pela porta que Tae fechou na cara dela.

Queria muito dar na cara dela, queria ir abraça-lo e confortá-lo, queria dizer que tudo ficaria bem.

Mas do que adianta se nada vai ficar bem?

— Tae... – o chamo e ele me olha com os olhos lacrimejados.

— Por favor, Jungkook, me deixe sozinho. – ele diz baixo e se senta no chão, encostando as costas na parede bege.

— Você vai ficar bem? – pergunto me agachando em sua frente.

— Sim. – diz ele por fim.

Lanço um sorriso triste para ele e selo sua testa com um beijo carinhoso. Saio ainda em silêncio e o olho pela última vez.

Vai ficar tudo bem, meu amor.

 

 

 

 


Notas Finais


Ah o nome foi totalmente aleatório, viu? Se tiver alguma Yoora ai, se manifeste!
Espero que tenham gostado, sério, espero mesmo!
Desculpa ter sido meio direto e sei lá mas eu n tô muito acostumada a escrever discussões, sabe? Eu sou mais pro lado do fluffy <3

Obrigado por terem lido e até breve uvinhas!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...