História A Little Chance - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Luamiohi
Exibições 10
Palavras 643
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi oiii genteeee, tudo bom com vocês??
ESTOU DE VOLTAAAAA (EXPLOSÃO)
Bom, espero que gostem, e boa leitura miojos!

Capítulo 11 - Lembranças part. 3


-Lorena? Fabrício me chamou. 

-O que? Ah, me desculpa. Estou nervosa, sabe? Tipo... A situação não está leve, está meio pesada. Ele riu eu acabei sorrindo. - Eu nunca... Nunca passei por uma coisa dessas e com tudo que estava rolando, foi logo no dia... Eu parei e olhei para o chão, envergonhada.

-Que dia, Lena? Levantei a cabeça e olhei para ele, bem naqueles olhos verdes. Eles estavam diferentes. -Lena... Pode falar tudo, de verdade, não vai me confundir nem nada. Fica calma, só preciso... Preciso saber de tudo sabe?

-Não tem muito, a gente andava muito como namorados, mas não tinha nada demais, e quando estávamos a sós... A gente conversava normalmente como amigos... Mas no dia do acidente... O Rafael... Sabe o Rafael? Perguntei e ele fechou a cara, não entendi, fiz cara de interrogação. Mesmo assim, continuei. -Nesse dia ele meio que se declarou e eu meio que falei para pararmos com tudo... Eu fiquei muito confusa naquele dia, sabe quando... Quando... Argh, não sei dizer...

-Quando você finalmente abre os olhos e nota coisas que você nunca tinha notado antes? Quando você finalmente vê que ficou relaxada e esqueceu de tudo? Você teve uma época incrível na tua vida, uma época em que tudo estava calmo, sem nada, mas então você abriu os olhos, não foi? Ele disse me olhando serio, e obvio que eu fiquei assustada. Fiquei de boca aberta, com cara de tacho olhando para ele. Meu coração novamente estava acelerado, eu comecei a achar que infartaria, mas poxa... Como ele consegue?

-É... Tipo isso... E... Ah, meu Deus... Bom, nesse dia Rafael fez isso e eu fui falar com você pensando em como... Eu ficava feliz ao seu lado, em como... Você sabe... Abaixei novamente a cabeça.

-Não sei não... Ele riu

-Como não?

-Se você não lembra, eu perdi a memória e não sei... De absolutamente nada! 

-Me desculpa... Falei rindo e ele fez sinal que estava de boas. -Bom... Em como eu gostava de você... Disse isso e ele me olhou serio, tão serio que fiquei com medo. Então ele sorriu.

-Eu também... Gostava barra gosto de você, não sei. Te acho muito legal, mas... Eu não lembro... Mas eu... Não sei mais o que falar agora. Ele sorriu, eu também sorri. Nós sorriamos um para o outro. E então ele começou a rir do nada.

- O que foi? Qual é a graça? Perguntei começando a rir.

-Sua cara... Meu Deus... Ela é incrível. Ele falou rindo muito e eu fiz cara de ofendida. -Mas... Voltando eu também gostava de você, não lembro, mas sinto que gostava...

-E como é isso, Fabrício? 

-Sendo, Lorena! E então... 

-Então eu não sei, o que vai ser daqui para frente? 

-Me ajude. Ele disse levantando 

-Em?

-Me ajude a lembrar, me ajude a lembrar de tudo. Principalmente de você. Por favor... Ele chegou bem perto de mim. - Me faça lembrar de você, Lena.

-Eu não sei... Não sei se consigo... Disse abaixando a cabeça novamente para minhas pernas e então ele segurou meu rosto com as duas mãos.

-Você consegue. Eu vou estar bem aqui, do seu lado. Eu prometo... 

-Promete mesmo? Olha que promessa para mim é coisa seria hein, senhor Fabrício! 

-Prometo. Dizendo isso ele me deu um selinho e meu coração pulou. Por que, senhor?

-E vai ser assim é? Perguntei sobre o selinho

-Se você quiser... Ele mordeu o lábio inferior olhando para minha boca. Meu Deus, o que que tá rolando aqui? Nossa senhora.

-Huuum... Não sei o que falar... 

-Não precisa falar nada, estamos combinados? Ele mostrou o dedo mindinho. -Essa promessa não pode ser quebrada, se for, seu dedo cai.

-Meu Deuuus!!! Combinados, prometo tentar ao máximo fazer você lembrar, querido. Entrelacei meu dedinho ao dele.

-Prometo não te deixar sozinha, nunca. Sorrimos um para o outro.

 

 


Notas Finais


Desculpa pelo cap curto
prometo a vcs que o proximo será beeem longuinho
Até a proxima
Beijoos e
FUIIII


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...