História A Loba (Jikook, Namjin, VHope) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts Bangtan Boys, Gay, Hetero, Jikook, Ligiaviviane, Namjin, Vhope, Yaoi
Exibições 61
Palavras 2.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Canibalismo, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiie Meus Amores <3
Gente, eu sei que tenho mais duas fanfics pra atualizar, mas é que não consegui me segurar. Eu tô com essa ideia a um tempo e me deu vontade de fazer, e aqui estou eu. Não me matem por favor... >.<
Espero que gostem... <3

Capítulo 1 - Eu a Vi...


Fanfic / Fanfiction A Loba (Jikook, Namjin, VHope) - Capítulo 1 - Eu a Vi...

Alice [***]

No Reino Thompson - Ano 1000

Eu estava indo pra o salão, minha mãe havia mandado me chamar. Parecia alguma coisa importante. Quem sou eu? Eu sou Alice Thompson. A primeira loba alfa princesa da casa Thompson. Por que a primeira? Por que  a maioria de nossos homens são machistas. Muitos não queriam mulheres no poder. Mas também muitos achavam que era o melhor pra nosso reino, já que isso faria com que nossos homens valorizassem mais nossas mulheres. Não as visse como apenas objetos sexuais, como apenas donas de casa. E sim como verdadeiras líderes. 

Quando o nosso rei e alfa supremo, e meu pai, morreu numa batalha junto com seus outros cinco filhos homens, não havia sobrado mais um herdeiro para assumir o cargo de rei, e sim uma herdeira, eu. Mas como já havia uma rainha, minha mãe, apenas ela está no poder atualmente. Eu apenas a ajudo com tudo. Foi muito difícil pra ela conseguir ficar no poder. Os homens sempre com "mimimi", dizendo que mulheres tem que estar em casa cuidando dos filhos e toda essa besteira. Mas depois de um tempo aceitaram.

Ao se tornar rei ou rainha, e príncipe ou princesa, (Ou alfa, como é mais conhecido, só que é a mesma coisa em nosso reino) um lobo de nosso reino automaticamente se transforma em um(a) alfa supremo(a). Assim que a coroa, ou teara, se encontra com sua cabeça, uma luz branca toma seu corpo, e o rodeia lhe transformando. E foi essa mesma luz que deixou meus cabelos platinados, que antes eram castanhos. Vocês devem estar se perguntando: "Mas se meu pai era o rei, e minha mãe rainha, por que eu não era princesa antes?"  Se você está pensando isso, saiba de uma coisa. Do mesmo jeito que os lobos não são comuns, nosso tipo de reino também não. Antes eu era apenas a filha do rei. Não era considerada uma princesa. Igualmente meus falecidos irmãos.

Quando meu pai morreu, deixou muitas coisas a serem feitas em nosso reino. E como por lei, o trono não pode ser assumido por alguém que não possui o sangue real em suas veias, a minha mãe que assumiu o cargo de rei e rainha ao mesmo tempo, e como isso é uma tarefa muito difícil, tenho que ajudá-la. Por que eu não assumi? Além de minha mãe já ser a rainha, como eu já havia falado, eu tenho apenas 16 anos, e o trono só pode ser assumido com 18 anos, também por lei. Com as tarefas do reino, como por exemplo cuidar e proteger o nosso povo, dar a educação precisa a nossas crianças, entre outras coisas. E era isso que eu iria fazer. Nosso reino estava passando fome, então minha mãe mandou me chamar para que eu fosse caçar, já que ela não podia simplesmente abandonar o reino e ir ela mesma. Então eu e algumas guerreiras e guerreiros fomos caçar. Por que eu? Por que em nosso reino, mesmo que os homens não assumissem antes, nossas mulheres são mais fortes que nossos homens. E foi por isso que meu pai perdeu a guerra em que foi morto. Ele não havia levado mulheres consigo. O que o deixará mais fraco. Hoje em dia, os nossos homens "servem" as mulheres. Não no sentido de serem escravos, e sim no sentido de considerá-las mais fortes, mais importantes, mais necessárias que antes. Eu e minha querida mãe conseguimos mudar esse pensamento machista com apenas três anos de reinado. 

Quando estávamos caçando, escuto gritos e corro pra socorrer a pessoa que estava sendo atacada. Mas antes deixo alguém no comando, claro. Meu melhor amigo, o Kim Namjoon. Ele também é um alfa, só que não supremo, já que não é príncipe e muito menos um rei, ou alfa supremo, como preferir chamá-los.

Corro ainda em forma de lobo para a direção de onde vinham os gritos. Quando chego lá, avisto um garoto de cabelos castanhos e olhos da mesma cor. Ele estava caído no chão e alguém, ou alguma coisa, tentará matá-lo. Pulo em cima do tal assassino e arranco-o sua cabeça, sem hesitar. Se eu estava arrependida? Não, eu já tinha feito isso várias vezes, e essa foi só mais uma que foi pra minha lista. Eu não estava arrependida até o momento que lembrei-me que o garoto me observará, que aliás, acredito que seja humano, já que não consigo sentir o cheiro de lobo, ou qualquer outra coisa sobrenatural que eu já houvera visto. Na verdade, se ele for humano, é um humano diferente, pois seu cheiro não é familiar. Ele é... Diferente. Não sei dizer em que, mas definitivamente sim, ele é diferente de tudo que já vi.

Me aproximo dele hesitante por medo de assusta-lo, mas num ato surpreendente ele levanta a mão e aproxima a mesma de minha cabeça. Dou um paço pra trás e ele aproxima mais uma vez aproxima sua mão de minha cabeça. Dessa vez eu deixo-o colocar a mão sobre minha cabeça, afinal, eu com toda certeza sou mais forte, e ele não conseguiria me matar, já que sou imortal. A única coisa que pode me matar é arrancando minha cabeça, ou arrancando meu coração. 

Quando sua mão se encontra ao meu pelo albino, ele sorri pra mim e sussurra um "Obrigado!". E que sorriso lindo. Sua mão era macia e reconfortante. Eu nunca havia recebido tal carinho a não ser pela minha mãe. É uma ótima sensação. Sensação essa que me acalma e me faz perder os sentidos, o que não pode acontecer, se não eu me transformo novamente em humana, me deixando completamente nua. Quando dei por mim eu já estava nua deitada no chão, o que pra mim era totalmente normal, mas pros humanos... Não posso dizer o mesmo.

Quando ele percebe que eu me transformei em humana, e pior, que eu estava pelada, ele se assusta e se levanta nervoso, e muito corado.

- Droga!

- D-Desculpe moça... E-Eu n-não queria... Aí meu Deus! 

Ele se virá ao falar a última frase. Eu apenas começo a rir e falo que estava tudo bem. E que eu poderia me transformar novamente em lobo.

- Tudo bem. Eu consigo virar lobo de novo. 

Falo fechando os olhos pra me concentrar melhor. Depois de alguns segundos eu sinto que estava me transformando novamente. Eu começo a flutuar, minha pele fica brilhante, num branco intenso e quase impossível de olhar, meus olhos ficam vermelhos cor de sangue, mas apenas durante a transformação, por que depois que volto ao chão meus olhos voltam a cor natural, um azul claro e cintilante. E assim é feito. Quando caio de volta no chão, sinto o olhar do garoto sobre mim novamente.

- Qual seu nome? 

Eu falo com minha voz de alfa suprema. Pra quem não sabe, é a voz que os híbridos ficam quando estão em sua forma de lobos. Essa voz é usada pelos alfas supremos geralmente pra assustar os lobos normais, ômegas e humanos, e os lobos normais para assustar os ômegas ou humanos. Mas principalmente os alfas supremos, esses sim tem a voz assustadora. Eu não usei essa voz para assustá-lo, muito pelo contrário. Quando nos lobos usamos nossa voz normal para evitar que os outros se assustem, nossa energia vai acabando aos poucos, cada vez que usamos. E ela demora uma noite de sono para se recuperar. O que eu não posso me dar ao luxo de ter já que meu reino está começando a passar fome e eu preciso ter minhas forçar pra caçar.

- M-Min Yoongi.

- Olha, desculpa por eu estar usando a minha voz de alfa, é que não posso me dar ao luxo de perder energia. Meu reino está começando a passar fome e estou aqui na floresta pra caçar. Aliás, o que faz aqui na floresta? Não sabe que é perigoso?

- É-É que eu queria ver um lobo.

- Mais perigoso ainda! E se algum lobo esfomeado aparecesse e quisesse te devorar?

Quando falo isso ele se encolhe e desvia o olhar, ele estava nervoso e com medo. Como sei? Além de ver na cara dele. Posso sentir seu cheiro. Todos que não são lobos, sendo sobrenaturais ou não, exalam um cheiro que nos revela (Aos lobos) suas emoções. 

- Tá tudo bem? - Pergunto.

- T-Tá sim...

- Olha, se eu quisesse te devorar, eu já tinha o feito.

Falo e o vejo soltar um suspiro aliviado. 

- Que bom.

- Olha, se quiser te levo de volta pra casa.

- N-Não precisa. Eu volto sozinho.

- Okay! Mas toma mais cuidado dá próxima vez.

- Okay! E obrigado mais uma vez.

- De nada. Tchau.

- Tchau, é...? Qual é seu nome mesmo?

- Alice.

- Tchau Alice.

Ele fala e eu corro de volta pra minha matilha.

 

Yoongi [***]

Algumas Horas Antes...

Eu estava me vestindo pra fugir de meu castelo por uma hora. Era o tempo que meu pai vai visitar seu amigo em outro reino. Quem sou eu? Eu sou Min Yoongi, sou um caçador sobrenatural. Sou órfão de mãe. O que eu vou fazer na floresta? Eu vou pra ver um lobo. Eu nunca vi um de verdade, apenas escuto meu pai falando sempre sobre eles. Ele também é um caçador sobrenatural. Por que do "sobrenatural"? Por que nois somos sobrenaturais. Temos uma força inimaginável para a raça humana. Mas tem um porém... Nós não somos imortais. Somos afetados por tudo que os humanos também, a diferença é que não tanto quanto eles, pois temos poder de cura instantânea, dependendo do que nos feriu, claro.

Bom, mas voltando ao assunto. Eu preciso muito ver apenas um lobo. Quem sabe eu não consigo capturar um, meu pai ficaria muito orgulhoso de mim. Não sei. Mas se de uma coisa eu sei, é que eu vou ver um lobo hoje, e já está decidido.

Corro pra fora do castelo quando consigo passar pelos guardas disfarçado de cozinheiro. Ainda não sei como eles não perceberam. Sinceramente, quando eu voltar pra meu castelo, vou dar um jeito para que meu pai mude os guardas desse castelo.

Quando chego na floresta, sou surpreendido por um cara desconhecido que usava uma capa preta sinistra. Ele estava tentando me matar. Por que? Não faço a mínima ideia. Começo a correr, mas não tava dando certo, então tento lutar. Dessa vez é que não deu certo mesmo. Ele acabou me cortando, me fazendo soltar um grito. Quando ele estava prestes a me matar com um facão enorme, eu escuto um rosnado alto e assustador. Então eu a vi, ou "o'' vi, não sei dizer, não sou expert quando o assunto é lobos. Sou apenas um garot... Não... Apenas um caçador sem experiência nenhuma. Sem utilidade nenhuma. Sem importância. Já ela, ou ele. Era um(a) lobo(a). Ou melhor, um(a) alfa. Seus olhos azuis claros penetrantes. Seus pelos brancos brilhantes a luz do luar. Suas presas afiadas, mas que já não estavam mais tão brancas por causa do sangue que escorriam pelas mesmas. O sangue de um assassino. Se o(a) considero um monstro? Claro que não. Ele(a) salvou minha vida. 

Quando o(a) lobo(a) se aproxima de mim, um pouco hesitante, levanto minha mão devagar apenas por impulso, ele(a) se afasta um pouco e eu tento novamente. Dessa vez com sucesso. Coloco minha mão sobre seus pelos macios e começo a acariciar levemente sua cabeça, falo "Obrigado!", afinal ele(a) salvou minha vida. Depois de alguns minutos, ele(a) começa a se transformar novamente em... Humana? Ela era uma loba? E muito linda por sinal. Peço desculpas muitas vezes já que foi minha culpa isso ter acontecido. Sei disso por que meu pai fala muito sobre lobos. Ela fala naturalmente que tudo bem e se transforma novamente em loba. Depois de alguns minutos de conversa colto pra casa e pelo que entendi, ela volta a caçar.

Ainda não sei por que não tentei nada, se eu tivesse capturado ela, meu pai ficaria orgulhoso de mim. O que é raridade.

Quando chego em casa, meu pai estava na sala e parecia meio preocupado, já que estava andando de um lado pra o outro.

- P-Pai?

- Posso saber onde o senhor estava?!

- ...

- Quando eu pergunto, eu espero respostas senhor Min Yoongi!

 

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...