História O sofrimento de uma cereja - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Chouji Akimichi, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Kizashi Haruno, Kurama (Kyuubi), Kushina Uzumaki, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shisui Uchiha, Tsunade Senju
Tags Dor, Hinanaru, Inosai, Raiva, Sasusaku, Solidão
Visualizações 41
Palavras 3.002
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Luta, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - O início de tudo


Fanfic / Fanfiction O sofrimento de uma cereja - Capítulo 1 - O início de tudo

Sakura On

Sou Sakura Haruno,tenho 14 anos e moro na vila da Morte,eu não vejo o Sol desde que fui presa aqui para ser treinada para ser uma arma de guerra, quando tinha apenas 4 anos vi minha mãe ser estrupada e morta, meu pai ser decapitado,e pior de tudo minha irmã que eu tanto amava foi estrupada e morta lentamente na minha frente,eu com apenas aquela idade matei quem havia matado de um jeito agressivo quem eu mais amava e quem mais me amou,mais alguns fugiram e até hoje quero mata-los,desde então o Kage da nossa vila me mandou para um manicômio pois ele achava que eu ia ficar contra as pessoas pelo trauma e por causa de ter nascido com um poder incrivelmente monstruoso mais forte que todas kyuubis graças a isso cá estou eu deitada em uma maca eestremamente dura que se chama minha cama,eu estava com algemas nos pés e mãos me impossibilitando de me mecher um pouco,aqui no manicômio tem regra e andares que indicam o quanto ruim você está,e bem eu estou aqui no trigésimo andar do subterrâneo no caso o último andar,é o pior.

Em meu andar havia somente eu e mais duas pessoas velhas e desgastadas, sinceramente com o tempo aprendi o que é solidão pois mesmo tendo duas pessoas no mesmo andar nenhuma delas queriam conversar comigo pois tem medo de mim,sou treinada em elite quer dizer que se cometer um erro sou gravimente torturada como castigo,mais já havia me acostumado pois diferente das outras eu tinha torturas semanais, há tantos anos que eu estava presa aqui nem me lembro mais que cor é o céu,isso mesmo que vocês ouviram desde que me prenderam aqui nunca mais sai de novo,estava sempre aqui em um lugar sombrio sem vida e piedade simplesmente sozinha, estava deitada quieta olhando para o teto imaginando se é assim que vou morrer, triste e sozinha sem ninguém.

Ouvi a porta de ferro ser aberta e depois a cela.

Guarda:Vamos levante o Hokage de Konoha quer conhecê-la.

Me levantei calmamente coloquei aqueles sapatos feitos de panos velhos,ainda sentia um pouco de dor por ter minha tortura de hoje á alguns minutos atrás, cheguei perto do guarda que estava com um cabo com um laço de corda na ponta,o mesmo colocou o laço em volta de meu pescoço e apertou forte para que não fugisse,estava me sentindo um animal que pode matar qualquer um que vê,ele me guiou com aquilo até uma porta de uma sala branca,o mesmo a abriu e me soltou lá dentro e trancou a porta,olhei para frente e vi um homem com roupa de Hokage sentado atrás de uma mesa,ao seu lado um outro homem escondendo seu rosto e seu olho e vestia a roupa da anbu,a sua frente tinha uma cadeira o mesmo apontou para mim sentar,e é claro que obedeci.

Minato On

Lá estava eu sendo escoltado por anbus enquanto ia em direção a sala do Kage da vila da Morte, conversar sobre uma garota que diz ele que será uma ninja incrível e de altas habilidades e que ele não a queria mais na vila e queria que ela saísse do manicômio em que ela está, sinceramente eu odeio essa vila pois fazem coisas muito absurdas para ganhar poder e dinheiro,tipo colocar uma criança pequena em um manicômio de loucos sem deixar ter contato com ninguém e nem com a luz, sinceramente vou fazer de tudo para tirar aquela menina dali pois naquele manicômio era para crianças,pré-adolescentes e adolescentes estarem no primeiro andar que é mais calmo e cuida das crianças com zelo,mais eles colocaram uma criança desde pequena no último andar, completamente um bando de loucos,assim que chegamos a sala entrei sem bater e fechei a porta me sentei a sua frente esperando ele começar,seu nome era Kodoku que significava solidão.

Kodoku: Bom Minato é bom vê-lo, deixe-me começar,Sakura Haruno é a garota em que presenciou diante do seus olhos a morte de quem mais amava do pior jeito possível.

Minato:Me explique direito o que aconteceu? - Senti um calafrio imenso passar pela minhas costas.

Kodoku:Bom,pelo o que dizem era de noite na casa dela a mesma estava com os pais e a irmã mais a casa foi arrombada e entrou nove homens querendo mata-los e lá que começou a bagunça a pequena que tinha seus 4 anos de idade presenciou a mãe ser estrupada e morta o pai ser decapitado e a irmã mais velha de 10 anos ser estrupada e morta lentamente,aquilo foi um choque tão grande para ela que ela matou dos noves sete e dois escaparam,na mesma hora ela começou a gritar assim chamando a atenção dos vizinhos que foram ver o que havia acontecido e quando chegaram viram a menininha de joelhos toda ensanguentada e chorando olhando para a mãe e a irmã peladas com milhares de cortes pelos corpo e a cabeça do pai decapitada a sua frente e atrás haviam os homens que haviam a atacado mortos.

Aquilo foi um choque e tanto para mim,nunca pensei que uma criança poderia sofrer tanto.

Minato:Eu quero conhecê-la pessoalmente,aonde ela se encontra?

Kodoku:Ela está no manicômio.

Minato:Em que andar?

Kodoku:No Trigésimo andar do subsolo.

Minato:Se eu aceita-la posso levá-la comigo certo?

Kodoku:Certo,se a aceitar a tire de lá e a leve embora nem precisa me avisar que está a levando pois a tarde eu passo lá e vejo por mim mesmo.

Acenei um adeus com a cabeça antes que o chingasse,o que aquele velho tem na cabeça?.

Sai da torre e fui até o manicômio que era gigantesco,entrei nem precisei avisar que iria descer pois já que estava com meu manto de Kage já me deixaram entrar sem nem dizer nada,Kakashi meu companheiro de viagem e meu ex-aluno estava comigo,então lá fomos nós descer 30 andares de escada,quero ver pra mim subir isso daqui,quando finalmente cheguei perguntei onde havia uma sala vazia para conversar com a garota e pedi que a trouxessem até a sala,me sentei na cadeira e Kakashi permaneceu ao meu lado.

Minato:Precisamos tirar essa menina daqui.

Kakashi: Porque?

Depois de contar tudo a ele,o mesmo parecia muito assustado com o que a garota passou.

Kakashi: Você tem razão precisamos tirar essa menina daqui.

Assim esperamos mais um pouco e a porta foi aberta e uma menina foi jogada para dentro,senti muita dó dela,a coitada parecia que não comia a dias era magra mais tinha um físico de mulher,em suas mãos e pés haviam algemas,o cabelo dela era rosa e bem longo,ela estava toda suja,vestia um vestido feito de resto de roupas de todas as cores em seus pés haviam panos costurados com papelão para formar quase um calçado,seu rosto não mostrava expressão e em seus olhos vi apenas dor,raiva,ódio,vazio e por cima de tudo a solidão

Eu precisava a tirar daqui.

Sakura On.

Lá estava eu sendo analisada pelos dois homens a minha frente.

??:Para começar,meu nome é Minato Namikaze e esse é meu companheiro Kakashi Hatake,e gostaríamos de fazer umas perguntas para você,e dependendo podemos te tirar daqui.

Mesmo explodindo por dentro mais por fora eu continuava séria,aprendi na marra que mostrar sentimentos é algo para fracos então não sou de mostrar o que sinto.

Sakura: Prossiga.

Minato:O que fizeram com você desde que entrou aqui

Sakura:Me treinaram,me torturaram me aprisionaram,e só me davam um pouco de comida que sempre era uma sopa com bastante água,fizeram experiências comigo,me treinaram para ser uma arma.

Kakashi:Tá agora chega.

Minato:Eu também concordo plenamente, você Sakura certo? Tem algo em seu quarto que você queira buscar antes de ir embora.

Sakura:Na minha cela,e á sim eu quero pegar algo que eu deixei lá.

Minato:Ok vamos então.

Abri a porta me deparando com o guarda que na mesma hora foi enlaçar meu pescoço mais o tal de Kakashi segurou a mão dele e o olhando com reprovação.

Minato:Ela vai embora comigo para minha vila e você não vai precisar enlaça-la mais.

O guarda fez uma reverência e pediu desculpas e foi embora,fui na frente quando cheguei na minha sala abri a duas portas e entrei,e lá peguei um urso de pelúcia pequeno branco mais encardido e com um olho faltando,foi o urso de pelúcia que eu havia ganhado quando criança dos meus pais e da minha irmã,o abracei e fui em direção a eles.

Sakura:Minha única lembrança que eu tinha uma família,pode guardar pra mim

Eles nada falaram só começaram a andar,e Kakashi colocou meu ursinho na mochila que havia em suas costas,e somos subindo os andares até chegar no décimo terceiro paramos e decidimos descansar, naquele andar era diferente do meu ninguém ficava atrás das grades acorrentados todos estavam soltos e andando normalmente na cantina que ali tinha assim que entramos pela primeira vez na vida senti cheiro de comida de verdade,senti meu estômago roncar alto chamando a atenção de todos para nós, coloquei a mão na barriga sentindo muita fome.

Minato:Venha vamos comer algo.

Ele me chamou e eu o segui ele pegou algumas coisas de comer com a moça e veio até mim me entregando a bandeja cheia de comida de todo tipo, Kakashi me empurrou para uma mesa vazia lá no canto,me sentei e olhei a comida e ao redor vendo todos ainda olhando para mim,não estava nem aí,comecei a comer bem rápido eu parecia um canibal pra quem estava olhando,mais faz onze anos que eu não como coisa diferente de sopa,assim que terminei empurrei a bandeja para frente vazia.

Minato:Vamos daqui a pouco só tenho que fazer uma coisa.

Kakashi:Verdade,eu vou beber água e já volto.

Minato:E eu vou escrever uma mensagem,você ficará bem?

Acenti e os dois saíram cada um para um lado me deixando sozinha na cantina, peguei uma kunai que estava comigo é uma pedra no chão e comecei a afiala olhando somente para ela,senti varias pessoas se aproximarem de mim olhei para frente e vi quase todos me olhando.

Yuugom:Quem é você chegou hoje?

Maya:É eu nunca te vi aqui você não devia estar no primeiro andar.

Sakura: Sempre vivi aqui e nunca me viram pois sou do trigésimo andar.

Respondi seca e grossa,vi todos se surpreenderem com o que disse.

Maya: M-M-MAIS lá não é só pros piores casos, e também para maiores de idade,quantos anos você tem e desde quendo está la?

Sakura: Sou Sakura Haruno, tenho 14 anos,e vivo no trigesimo andar desde os 4 anos.

Todos se calaram e saíram,depois de alguns minutos os dois apareceram e voltamos a subir os andares até finalmente chegar no último, finalmente depois de anos vou ver o céu,assim que eles abriram a porta vi a luz finalmente aparecer,sai e olhei para o céu admirando o mesmo.

Sakura:O céu é azul mesmo.

Disse admirando o ceu com aquele sol bonito,aquele ar puro.

Minato: Há quantos anos você não sai e vê o céu?.

Sakura:Faz onze anos que não sai dali.

Kakashi:Vamos Konoha nos espera.

Fomos caminhando,eu ainda estava com aquelas correntes mais depois dou um jeito,andamos por horas,eu não meu sentia nem um pouco cansada,até que finalmente chegamos na entrada de Konoha,fomos andando pelas ruas de Konoha,aonde passávamos todos me olhavam,devem estar se perguntando o que demônios eu tô fazendo aqui,andamos por Konoha até chegar em uma casa gigante, Minato e Kakashi entraram sem reverência nenhuma os acompanhei e entrei,então vi uma mulher voar pra cima do Minato,ela tinha lindos cabelos vermelhos.

Kushina:Minato Namikaze Uzumaki se você me preocupar mais uma vez eu te mato tá me ouvindo.

Minato:Ok,ok como se você fosse fazer isso.

Ela soltou ele e me olhou me analisando.

Kushina:Você deve ser a Sakura que o Minato mencionou na carta,prazer sou Kushina Uzumaki Namikaze.

Sakura:O prazer é todo meu.

Kushina:Então que tal termos um dia de meninas e sairmos comprar algumas roupas sapatos e irmos arrumar os cabelos em?

Sakura: Adoraria.

Kushina: Então venha comigo.

Ela me estendeu a mão e eu meio que não querendo a peguei,ela me puxou para eu acho que seu quarto,em cima da cama havia um kimono branco com flores rosas curto do meu tamanho,um sutiã e uma calcinha ambos pretos,e umas toalha verde,no chão ao lado da cama havia um sapato.

Kushina: Primeiro que tal um banho?

Sakura: Ninguém....

Kushina: Ninguém o que?

Sakura: Ninguém nunca tinha sido tão gentil comigo obrigada.- Ela me olhou surpresa

Kushina:Não há de quê,agora que tal um banho na banheira,vamos lá eu te ajudo.

Sakura:Ok....

Me dirigi ao banheiro e lá a banheira estava cheia e pelo o que parece com água quente,a água estava com sais de banho de cereja pelo cheiro,me despi e Kushina apareceu com coisas pra lavar o cabelo com sabonete e pentes.

Kushina:Nossa quantas cicatrizes o que aconteceu? - Ela falava da milhares de cicatrizes que eu tinha nas costas,era apenas lá que era cheio de cicatrizes.

Sakura:Quando eu era torturada semanalmente.

Kushina:Meu Deus.

Apenas dei de ombros e entrei na banheira sentindo pela primeira vez o que é tomar um banho de verdade, comecei a lavar meu corpo vendo a pele branquinha e macia minha voltar e a água ficar um pouco suja, Kushina sentou em um banco atrás de mim e usou o shampoo em meu cabelo ela massageava e esfregava,ela mandou eu ficar submissa na banheira pra ela tirar o sabão então eu fiz, assim que voltei para cima vi que a água estava escurecendo me levantei e vi que era por causa da sujeira que estava meu cabelo.

Kushina: Melhor trocar a água.

Acenti e ela tirou a água da banheira a limpou e encheu novamente,voltei para água quente e ela voltou a passar condicionador no meu cabelo após fazer o progresso ela penteou e desembaraçou,sai da banheira renovada me sequei e me enrolei na toalha saindo depois da Kushina,vendo dois garotos ali sentados na cama quando me viram coraram e viraram seu rosto.

Naruto: M-m-mãe quem é e-essa?

Kushina:Narutooooo você vai ver só depois,essa é Sakura Haruno, Sakura esse é meu filho Naruto e esse é Sasuke amigo dele. - O moreno que até agora não me olhava começou a me olhar e o filho da Kushina também,ambos estavam corados.

Naruto:Oi eu sou Naruto Uzumaki,muito bem vinda Sakura-chan.

Sasuke:Hn!

Sakura:Ok,agora saim preciso colocar uma roupa.

Ambos coraram e saíram e fecharam a porta,aff.

Kushina: Você não sentiu vergonha de meninos te verem só de toalha.

Sakura:Fui treinada para ser imbatível em uma luta, imagine que você está lutando e por algum motivo você acaba ficando sem suas roupas,se você sentir vergonha só vai atrapalhar.

Kushina:Que horrível.

Sakura:Você não sabe nem a metade.

Vesti aquele Kimono ficou perfeito em mim, Kushina me disse que primeiro iríamos ao cabeleireiro pois meu cabelo tava muito mal tratado,saímos do quarto e fomos para sala para que possamos sair encontrando lá todos os meninos no sofá.

Minato:Me desculpe Sakura,é que meu filho é cabeça oca.

Sakura: Não tem nada já estou acostumada!

Naruto:Como assim está acostumada que te vejam de toalha,seus pais te vêem assim? - Minato, Kushina e Kakashi olharam para ele com reprovação.

Sakura:Eu não tenho pais.

Naruto:Quer dizer que você é órfã? - Parecia que iriam matar Naruto se ele dissesse mais alguma coisa.

Sakura:Vou deixa claro a vocês,eu não tenho Oka-chan nem Otou-san nem irmã pois eles foram mortos diante dos meu olhos,diante de mim vi minha irmã e minha Oka-chan serem estrupadas e depois serem mortas lentamente e ver a cabeça do meu Otou-san rolar e parar na minha frente e ainda ter que aguentar a dor e viver metade da vida inteira aprisionada sozinha ouvindo a voz da sua família que está morta chamando por socorro,não tem um dia da minha vida que eu dormi em paz,eu estava sendo tratada como arma como um simples objeto,ser torturada todo santo dia,às vezes eu me pergunto porque,porque eu não morri com eles?,pronto satisfeito agora que tá tudo esclarecido,vamos Kushina-chan.

Falei tudo joguei o que eu guardava a tempos para mim,falei de um jeito seco rude e arrogante o bastante para que quando eu saísse da casa com a Kushina eles ainda estivessem espantados e com arrependimento,assim que fechei a porta eu e Kushina-chan andávamos para uma cabeleireira para arrumar meu cabelo que quase se arrastava no chão,no meio do caminho.

Kushina:Sakura você tá bem?

Sakura:Eu estou,só que sabe eu só precisava me desabafar logo.

Então continuamos a andar calmamente até a cabeleleira.

Sasuke On

Assim que ela disse isso ela foi embora fechando a porta com força.

Minato:Não devia ter perguntado Naruto

Kakashi:Ela sofreu demais,além de perder os pais,ela ainda teve que fazer mais de 100 cirurgias para experimentos,ela desde os 4 anos foi treinada a base da tortura.

Naruto: Como assim?

Sasuke:Ou ela fazia o que pediam ou ela seria torturada até aceitar.

Tenho que dizer que a situação dela é pior que a minha e do jeito que ela falou parecia que ela queria estar morta.

Sakura On

Nós fomos ao cabeleireira quando chegamos lá uma moça nos atendeu e nos levou até uma parte separada onde tinha um cabeleireiro limpando as tesouras e arrumando alguns produtos.

Yuki:Oi Kushina como vai?

Kushina:Vou bem e você?

Yuki:Tô ótimo,veio cuidar do seu cabelo maravilhoso?

Kushina:Não hoje quem vai é a Sakura minha amiga. - Nunca na minha vida alguém havia me chamado de amiga.

Yuki: Tá vamos ver o que podemos fazer.

Ele olhou,até que ele deu a conclusão de fazer um relaxamento com chakra nele que vai fazer ele voltar a sua cor viva e cortar então do tamanho que eu queria ele falou então mandei cortar dois palmos abaixo do pescoço,assim ele fez hidratou cuidou com maior cuidado e finalmente cortou mostrando para mim o cabelo gigante que ele tinha cortado mais ao me olhar no espelho não pude acreditar ficou lindo meu cabelo e o corte combinou muito comigo.

Yuki:Se você quiser doar isso para fazer uma peruca.

Sakura:Eu doou.

Agradecemos e fomos embora em direção ao centro da vila,compramos várias coisas roupas,sapatos, maquiagens e varias outras coisas quando voltamos para a casa Uzumaki's todos ainda estavam no mesmo lugar e quando me viram ficará de boca aberta,entramos com as sacolas e colocamos na mesa de centro da sala.

Kakashi:Nossa quanta coisa!

Sakura: Arigatou Kushina-chan!.

Kushina:Que isso.......então Sakura onde você pretende dormir.

Sakura:Não sei,eu gostaria de um lugar calmo onde eu possa ouvir apenas o silêncio que no caso é meu conforto.

Minato e Kushina se entreolharam e olharam o emo gótico das trevas.

Minato:Olha o único lugar mais calmo onde quase ninguém frequenta é o..

Sasuke: Distrito Uchiha.

Sakura:Hn e?

Sasuke:Você até pode ficar por lá mais com uma regra,não se aproxime do quarto do meus pais,e não me encomode pois eu gosto de silêncio.

SakuraO emo gótico das trevas,oque eu disse anteriormente sobre que eu queria um lugar calmo e quieto pois eu amo o silêncio e ele é meu conforto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...