História A loucura move tudo -kim taehyung (v) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 35
Palavras 1.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capitulo!

Capítulo 12 - Jungkook?


Fanfic / Fanfiction A loucura move tudo -kim taehyung (v) - Capítulo 12 - Jungkook?

S/N O.N

Já tinha se passado 2 meses desde que fomos no show e no fansing, contei pra minha mãe de quem tinha sido a ideia e ela falou com a mãe da Gabi e os pais da Brenda, ou seja, as três ficaram de castigo, eu e Brenda ficamos um mês de castigo, sem celular, sem tablet, sem notebook e sem tv, já a Gabi ficou dois meses de castigo. Agora dois meses depois, estavamos reunidas novamente, no meu quarto encarando o celular com o "provavel" número do Tae.

S/N: Será que eu ligo mesmo?- Perguntei aflita.

Mg: Liga logo!- Ela bate em meu braço de leve.

B: E se ele estiver ocupado?- Ela diz batendo no braço da Gabi.

S/N: Esquece! Não vou ligar pra ninguém!- Desliguei o celular.

Mg: Arregona!- Ela diz rindo.

S/N: Liga você então!- Joguei o celular pra ela.

Mg: Não obrigada!- Ela devolve o celular.

B: Bom, eu tenho que ir!- Ela se levanta.

S/N: Mais já?- Fiz biquinho.

B: Sim. Eu tenho que cuidar da Bruna, daqui a pouco meu pai vai trabalhar.- Ela me dá um beijo no topo da cabeça e faz o mesmo com a Gabi.

Mg: Então tá, tchau!- Ela manda um beijo no ar pra mesma e ela retribui logo saindo do quarto.

Brenda O.N

Me despedi das meninas e voltei pra casa. Meu pai já estava quase saindo, me deu um beijo na testa e disse que Bruna estava no banho. Me sentei no sofá e liguei a tv.

BN: BRENDAAAAA VEM AQUIIIIIIIII!- Bufo alto e subo indo em direção ao quarto da mesma.

B: Que é?- Me sentei na cama dela.

BN: Me ajuda a escolher uma roupa?- Ela diz olhando as roupas no guarda-roupa.

B: Escolhe qualquer uma ué. A gente vai ficar em casa mesmo.- Peguei meu celular procurando alguma mensagem.

BN: Quem disse? Lembra que disse que ia me levar pra tomar sorvete?- É verdade, tinha me esquecido. Bom nem a contrariei, iria ter que leva-la de qualquer jeito.

B: Tá! Eu te ajudo.- Fui até o guarda-roupa e escolhi um roupa pra ela. Peguei uma blusa verde água, uma calça jeans, uma jaqueta jeans e um tênis branco, coloquei sobre a cama e sai pra ela se arrumar. Fui pro meu quarto e me arrumei também, vesti uma blusa branca com finas listras pretas, uma calça jeans clara e um tenis branco. Peguei o dinheiro e desci vendo a mesma sentada no sofá me esperando.

B: Vamos?- Ela assente com a cabeça e vem até mim pegando em minha mão. Saimos de casa, fomos caminhando até uma sorveteria e pedimos dois sorvetes, paguei os dois e sai de lá com ela.

B: Quer ir no parque?- Ela assente com a cabeça e vamos em direção ao parque, sentamos em um banco de madeira e aproveitei pra tirar fotos com ela. Os sorvetes já tinham acabado, e como eu disse que compraria dois pra ela tive que comprar mais um.

B: Fica aqui que eu vou ali na frente comprar outro tá bom?- Ela assente e eu levanto indo em direção a sorveteria.

BRUNA O.N

Ela sai me deixando lá sozinha, mais não tinha problema já que a sorveteria era perto. Vi uma borboleta muito linda voando perto de mim e logo foi se afastando, eu sempre gostei de borboletas, então decidi segui-lá, mais voltaria rápido.

BRENDA O.N

Voltei e ela não estava mais no mesmo lugar, olhei em volta e ela não estava. Começei a me desesperar, começei a suar frio, minha respiração e meu coração aceleraram e acabei deixando o sorvete cair no chão. A vontade de chorar cresceu dentro de mim, tentei me acalmar mais não adiantou muito, começei a correr gritando seu nome e perguntei para algumas pessoas se tinham visto ela, dei todas as características mais ninguém tinha visto ela. Ai meu deus e agora? O que eu vou fazer? Minha irmãzinha sumiu! Eu fui muito irresponsavel, não deveria ter deixado uma criança de sete anos sozinha, claro que ela iria se destrair com alguma coisa ou... aish Brenda, ninguém sequestrou ela, ela é esperta demais, provavelmente passaria a perna na pessoa.

BRUNA O.N

Continuei correndo atrás da borboleta quando esparro nas pernas de alguém cobertas por uma calça de couro preta.

BN: Oh... me desculpe...- Olhei pra cima, ele era realmente alto. Ele se abaixa a minha frente e eu arregalo os olhos ao ver quem era... era Jeon Jungkook!

Jk: Tudo bem. Se machucou?- Ele me encara preocupado.

BN: N-não...- Ele olha em volta e me olha novamente.

Jk: Onde estão seus pais?

BN: Eu estou com minha irmã mais velha.- Disse sorrindo de lado.

Jk: Oh... e onde ela está?- Olhei em volta e percebi que não estava mais no mesmo lugar. Aish, ela vai me matar!

BN: Acho que me perdi.- Começei a ficar assustada e acho que ele percebeu.

Jk: Fique calma, irei lhe ajudar, ok?- Assenti e ele me pegou no colo.

Brenda O.N

Sentei em um banco e apoiei os braços nas pernas escondendo o rosto em minhas mãos, permitindo me derramar em lágrimas. E agora? O que eu vou fazer? Minha irmãzinha sumiu, e tudo isso por irresponsabilidade minha! Muitas coisas se passavam por minha cabeça, me deixando mais desesperada ainda, pensei em ligar pros meus pai mais não sabia o que dizer, então decidi ligar primeiro pra Gabi, ela sempre me da ótimos conselhos. Respirei fundo, sequei as lágrimas e peguei o celular, quando ia discar seu número escuto a voz da Bruna me chamando.

BN: UNNIE!- Olho pra frente e vejo ela no colo de um homem que não reparei no rosto, ele a coloca no chão e ela vem correndo até mim, levanto e corro em sua direção a pegando no colo.

B: Ai meu Deus! Que bom que está bem!- A abraçei muito forte. A coloquei no chão e me abaixei a sua frente.

B: NUNCA mais faz isso comigo, ouviu? Você tem ideia do desespero que eu senti?

BN: Desculpa unnie, eu nunca mais faço isso, prometo!- Dou um leve sorriso e a abraço novamente. Pego em sua mão e vou na direção do homem de boné e mascara.

B: Muito obrigada mesmo, se não fosse por você eu...- Ele tira a máscara me dando a visão completa de seu rosto.

B: Jungkook?- Disse incrédula.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...