História A Lua e O Sol - Capítulo 10


Escrita por: ~, ~QueenOfBlood_ e ~GihTT

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aleatório, Amor, goticos, Lua, Romance, Sei Lá, Sempre Com Você, Sexo, Sol
Exibições 15
Palavras 1.600
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


MEUS DEUS VOLTEI VIVENDO AINDA... MALDITOS TRABALHOS ESCOLARES!!!

Gentem linda desse mundo, ainda to viva okay?! Viva e sem trabalho para fazer!!

E como as ferias estam por perto terei mais tempi para escrever, então se preparem para as ferias de julho (Claro né?! Senão seriam as de dezembro ¬_¬)

Boa leitura seus leitores cremosos!!

Capítulo 10 - Nu na minha cama


Fanfic / Fanfiction A Lua e O Sol - Capítulo 10 - Nu na minha cama

 P.O.V Violette

Antes de voltarmos para a casa dele, paramos na frente de meu prédio para eu pegar algumas roupas. Dei graças a Deus depois dessa ideia dele, não queria ter que usar roupas mais curtas que este ser me dava.

Estacionando aquele lindo carro na garagem do prédio, saio do mesmo com nenhuma pressa aparente, mas por dentro estava com muito medo de achar um ser ali. Espero aquela lesma do Rafael e subo de elevador até o terreo. Precisava dar pelo menos um oi para o recepcionista, que desde da minha chegada foi muito legal comigo.

- Não deveriamos ir direto para seu apartamento?!- Pergunto Rafa quebrando o silêncio no elevador.

- Tenho que falar com uma pessoa... - Falo simplesmente, abre a porta do elevador e saio da mesma sorrindo de canto.

Vou até o bancão onde se encontrava qualquer pessoa menos o meu amigão, e sim uma mulher peituda e estranha, nunca a tinha visto. Ela primeiro me olha ajeitando seu ôculos e depois para Rafael, o que a fez babar.

- Quer um balde moça?!- Pergunto ironica fazendo a mesma me encarar envergonhada e brava.

- O que a senhora deseja?!- Pergunta arrumando novamente seu ôculos e batia ás vezes seus olhos nos meus... Peitos?! Ou pescoço, sei lá!!

- Onde está Stephan Zared?!- Pergunto revirando meus olhos e num tom um pouco frio.

- Descupe senhora... Mas ele saiu agora pouco!!- Falou normalmente e não parava de encarar meus seios, isso já estava me irritando.

- Bem obrigada... - Saio crusando meus braços e voltando para o elevador, sinto alguem rodear o braço pela minha cintura e beijar meu pescoço me fazendo arrepiar tudo.

- Ficou nervosa, pequena?- Perguntou sorrindo de canto, entramos no elevador e aperto o botão do 10° andar.

- Rafael Boulevard, por favor fica queito!!- Viro a cara brava.

- Birrenta

-Chato

-Cabeção

- Mimado

- Besta

- Seu merda!!!

- Nossa... Essa doeu!!- Ele faz bico me fazendo dar uma risadinha.

- Ótario, para de birra, só fui sincera- Digo rindo mais, a porta do elevador.

Saio do mesmo com o birrento atrás de mim. Vou até o Apartamento 13, que era o meu, fui até a planta perto da porta da vizinha e pego a chave para abrir a porta.

- Você não tranca a porta?!

- Eu tranco, mas ela já estava aberta!!- Faço sinal de silêncio para Rafael que entende na hora, tiro meus saltos antes de entrar para não fazer barulho.

Entro no meu apartemento com um grande receio dentro de mim. Vou em passos lentos até a cozinha, abro a gaveta dos talheres pegando minha faca. Vejo que Rafael arregalo os olhos surpreso.

- Para que isso?!- Pergunta sussurando saindo da cozinha.

- Emergencia!!- sussuro de volta saindo da cozinha tambem.

Escuto algo no andar de cima, subo lentamente a escada e a cada degrau que subia mais medo sentia, e ainda por cima isso rimou!!

Vejo que o barulho vinha do meu quarto, abro a porta do mesmo com Rafael atrás de mim. Aquela foi uma cena meio traumatica para mim, pois lá estava o Johnny nu deitado na minha cama. Na mesma hora fico totalmente vermelha, solto a faca e saio do quarto. Mas logo volto com Rafa ainda na minha cola, dei graças a Deus por ele estar comigo.

- O que você está fazendo aqui Johnny?!- Me aproximo do mesmo ainda vermelha, mas tentando parecer que não o temeria mesmo estando sem roupas.

- Vim te ver, ou até melhor, eu vim mais para te tocar!- ele se levanta vindo na minha direção, ele tenta me puxar mais para perto de si, mas Rafael pega na minha cintura e me puxa para seu lado.

- E quem deixaria você tocar nela?! - Rafael o afronta com raiva e aperta de leve minha cintura.

- Você iria me impedir?!- Ele dá uma risada falsa- Ela é minha, mesmo se nunca aceitará.

- Johnny vista alguma roupa porfavor!! -Digo escondendo meu rosto nos braços de Rafael, sim eu estava com medo, medo de eu ter entrado na minha casa sozinha e ter sido estuprada, medo de ser estuprada agora!!

- Porque? Está intimidada comigo nu?- Rio e sinto que se aproxima, mas Rafa me coloca atrás dele.

- Não ouse tocar nela seu merda. -Só consigo ouvir um barulho de soco, me assuto e acabo olhando.

Aquela cena ficou em câmera lenta, só vejo Johnny cair no chão depois de levar um belo soco e só fiquei olhando para seu nariz sangrando.

Saio do quarto calmamente e pego a faca do chão com minhas mãos tremulas, tudo estava tão confuso na minha cabeça, que nem eu estava entendendo nada.

Desço as escadas com medo e odio misturado. Eu sabia do que precisava naquela hora ou na casa do Rafael... E sim, depois de sair da minha casa ainda sinto vontade de me cortar, é uma coisa que me acalma tanto espiritualmente quanto fisicamente.

- Letty está tudo bem?- Perguntou me seguindo até a cozinha com uma montanha de roupa.

- Para que tanta roupa Sr.Boulevard?!-Digo surpresa e solto uma risada- Não ficarei lá o ano inteiro!!

- Quanto mais roupa melhor, vai pegar mais alguma coisa?- Penso uma pouco, é claro que eu precisaria do meu Kit depressão, ou melhor, Kit médico.

- Só meu pequeno Kit médico- Sorrio um pouco forçado, fico na ponta do pés perto do ármario para pegar meu Kit.

- Mas já tenho vários em casa... Para que mais um?!- Perguntou confuso se aproximando e pegando o kit sem nenhum esforço me fazendo bufar.

- Meu kit é especial! Simples assim Rafael- Reviro meus olhos de leve e pego o kit de suas mãos- Agora podemos ir para sua mansão mimadinho!!

Ele revira os olhos pegando as roupas, que havia deixado no balcão da cozinha, e sai da mesma putinho da vida. Gargalho correndo até a porta do elevador e apertando o botão para chamar o mesmo. Só escuto um ser correndo até perto de mim, o elevador abre a porta, me fazendo entrar e apertar praticamente todos os botões. Quando o mesmo estava fechando e minha felicidade pulando dentro de mim, mas claro ele conseguio entrar no lindo elevador. Ele coloca, não melhor ainda, joga as roupas no chão e se aproxima de mim pouco ofegante, eu não sei o que me dá quando ele faz isso, mas não consigo me mover ou pensar direito, isso me deixa irritada. Como será que ele consegue me deixar assim?! Mas que merda.

- Porque correu de mim?!- sorriu perguntando e me prensa na parede.

- Po-Por na-nada...

Já disse que odeio gaguejar assim?! Me sinto tão frágil e boba.

- Então se eu falar que isso foi nada?- Antes que eu responde-se ele cola nossos labios lentamente, me assustando, eu queria me afastar, mas quem disse que meu coração deixava. Quando ele iria se afastar, revirei meus olhos e o puxo pela gola de seu camisa e o beijo intensamente. Sim, eu precisava disso, é como se fosse urgente esse beijo, acho que sempre vai ser!

Ele coloca suas mãos em minha cintura, me fazendo arrepiar, nos separamos pela maldita falta de ar.

- Acho que chegamos!- Sussurou ainda ofegante, não me aguentei e sorri.

Vejo o kit no chão aberto o que dava para ver minha lâminas, entrei em pânico internamente. Nos separamos e com um pouco de pressa arrumo e fecho o kit.

- Vamos?!

Ele acenti, a porta finalmente abre, ando na sua frente e vejo o carro. Pego a chave no meu bolço e abro a porta do mesmo.

- Eii você não vai dirigir não!!- Fala Rafael não muito longe de mim.

Mostro meu dedo do meio e entro no carro colocando meu kit, na verdade, jogando o kit no banco de trás. O senhor Boulevard entra no banco do passageiro e coloca minhas roupas no banco de trás.

- Violette, deixa eu dirigir!!- Ele diz sério me olhando.

- Minha vez... -Ligo o carro já saindo com ele do estacionamento.

- Mas você não tem carteira, e se a policia nos parar?!- Ele levanta a sobrancelha.

- Pego seu documento e falo que sou transsexual... Simples!!

- Violette não se deve mentir para pessoas importante!!- Ele coloca o cinto.

- Não estou mentindo, só ocultando a verdade.

E em todo o caminho ele ficou reclamando, mandando eu deixar ele dirigir e bla bla bla. E eu claro fiquei irritada e bati nele varias vezes.

~"~"~"~

Já estava de noite, eu e o ser que se chama Rafael praticamente só brigamos. Porque?! Por quase tudo, até mesmo peço lindo carro que eu dirigi.... Tipo caralho deixa eu dirigir um pouquinho viado.

Estava no "meu" quarto deitada na cama morrendo de sono, mas sem aquele linda e perfeita vontade de dormir. Já eram 3:09 da manhã e eu estava mexendo no celular, conversando com meu amigão recepcionista e a minha amigona Ally.

Mensagem on

Grupo: Raparigas

AllyLGBT: O que vocês tantam conversam? Caramba já são 3:00 da manhã!!

BichaLoka: Sobre o beijo da Letty ué

LettyJames: Gente... É só entre nós, não precisam colocar como primeira pagina no jornal...

AllyLGBT: Meu Deus... QUEM TU BEIJOU VIOLETTE JAMES?!

LettyJames: Com o Rafael Ally... Com ele!!

BichaLoka: Se ele fosse gay pegava, mas uma pena que ele é hétero.

AllyLGBT: MEU DEUS STEPHAN PARA DE SER PUTA... E LETTY, VAI SE FERRAR

LettyJames: Ué pessoa revoltada...

Mensagem off

Continuo conversando com eles até resolver dormir, mas quando fecho os olhos meu celular vibra.

- Ahh mandei vocês calarem a boca...- Pego o celular e vejo que é a mensagem de um numero desconhecido, desbloqueio o celular e vejo a mensagem.

" Para a vida ser mais perfeita, Violette James tem que morrer"

Encaro o celular confusa e com medo, mas se é só uma mensagem para que ter medo?! É, desligo o celular e volto a dormir cansada e pensando na mensagem.

- Relaxa Violette, não é nada!!- Rio baixinho e acabo dormindo profundamente.


Notas Finais


Pequeno?!

SIMMMM

Prometo que no proximo haverá 2.000 palavras ok?! Prometo de bundinha ;3

Bjs galerinha e até o proximo capitulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...