História A lua mais brilhante - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Warrior Cats (Gatos Guerreiros)
Visualizações 12
Palavras 895
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção Científica, Fluffy, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Survival
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem!
Boa leitura!

Capítulo 3 - Apenas uma aprendiz


O fraca luz do sol iluminou o rosto da aprendiz negra. Ela franziu o cenho, murmurando algo. Se levantou, resmungando. Sentou e bocejou demoradamente, analisando a toca. Era arredondada, feita por folhas, galhos e barro e com ninhos de musgo espalhados pelo local. Dois ou três outros aprendizes dormiam em seus respectivos ninhos de musgo. Se lavou cuidadosamente e se sacudiu, na tentativa de afastar a preguiça e o cansaço de seu corpo. Saiu da toca abafada e foi recebida com uma rajada morna de vento e os raios fracos de sol. A manhã estava clara e quente, assim como uma manhã da estação de renovo deve ser. Respirou fundo o ar seco e atravessou a clareira, cumprimentando alguns gatos. Pegou um melro na pilha de presas frecas e o comeu em poucas bocadas. Tinha de encontrar seu mentor, lembrou. Notou a patrulha da noite chegando pelo túnel de tojo. Os felinos pareciam bem cansados. Vento Frio, o representante, foi cumprimentar os gatos recém-chegados. Vento Frio era o representante à muitas luas e todos o conheciam por seu jeito sério, duro e seu porte físico forte. A gata preta o admirava e tinha muito respeito pelo representante.

_Pata da Noite!- alguém chamou. A aprendiz se encolheu um pouco e retesou as orelhas, vendo o mentor preto e branco se aproximar. Ele parecia irritado, seus olhos faíscavam.

_Você sabe o que eu acho sobre atrasos.- a voz do guerreiro perfurou o pelo de Pata da Noite e ela fitou o chão, envergonhada. Assentiu com a cabeça e voltou a olhar para o mentor. Perna de Bambu era um guerreiro experiênte e muito sério quanto aos seus treinamentos. E também odiava atrasos...

_Vamos.- grunhiu. A felina manchada seguiu o gatão preto e branco. Pata da Noite havia começado o treinamento haviam 3 luas, mas ainda não tinha aprendido muito. Atravessaram o túnel de tojo, entrando na floresta densa. O ar era úmido e o silêncio era quebrado pelo som da cachoeira e de pássaros cantando. Sim, havia uma cachoeira ali perto, mas longe o suficiente do acampamento. Muitos felinos haviam morrido ali. Passaram por uma enorme árvore oca chamada Grande Pinheiro. Apesar do nome, os gatos sequer sabiam se aquilo era mesmo um pinheiro. Era largo, oco e vários esquilos, coelhos e camundongos viviam ali. Na estação sem folhas, aquele era o melhor lugar para caçar. Mentor e aprendiz não trocaram uma palavra até chegar em Vale Arenoso, que era o local mais apropriado para se treinar luta e esquiva. O Clã das Nuvens era reconhecido por suas evasivas rápidas e golpes espertos. Todo gato no Clã das Nuvens tinha de saber usar o golpe da ilusão. Mas só funcionaria em uma situação crítica.

"Se o inimigo estivesse ganhando e você já estiver sem forças, relaxe todos os músculos e o deixe pensar que a batalha já está ganha. Assim que ele for dar o último golpe, chute com força sua barriga e inverta as posições." Pata da Noite se lembrava muito bem.das palavras de Perna de Bambu e tinha certeza de que nunca esqueceria aquela lição. Avistou no centro do vale, Pele de Gelo com Pata de Lírio e Rabo de Lama com Pata de Alecrim. O aprendiz malhado em tom levemente dourado, era filho de Vento Frio, o que o fazia mais popular entre os clãs. Este mexeu os bigodes, cumprimentando a pequena gata manchada. Ela piscou lentamente e balançou a cauda felpuda no ar.

_Olá Perna de Bambu. Um pouco atrasado, não?- cumprimentou o velho guerreiro amarronzado. Rabo de Lama era o guerreiro mais experiente do clã, todos sabiam disso.

_Sim, peço desculpas. Vamos começar?- miou, tomando iniciativa. Os aprendizes começaram a praticar técnicas de luta e esquiva, lutando hora com seus mentores, hora com seus colegas. 



Após passar a manhã treinando, a tarde caçando e o pôr-do-sol limpando a toca dos anciãos, tudo o que a pequena gata queria era uma boa noite de sono e a barriga forrada. Pegou um esquilo gorducho da pilha de presas frescas e resolveu se reunir com os outros aprendizes. Ela era considerada a esquisita. Todos no clã sabiam que ela era uma gata vadia, como chamavam. Gatos vadios eram os felinos que moravam na Cidade junto dos duas-pernas, mas não eram gatinhos de gente. Conhecidos também como gatos de rua. Atravessou a clareira e avistou o Toco de Árvore cheio de aprendizes. O Toco de Árvore era o local favorito para os aprendizes trocarem lambidas e comentar as novidades. Ao se aproximar, notou que Pata de Alecrim falava animadoramente sobre mais uma de suas aventuras. Pata da Noite suspirou. Todos gostavam de Pata de Alecrim. Ele era muito sociável e agradável para com todos. Se aproximou do meio. Um ou dois aprendizes se afastaram dela, com nojo. A felina negra apenas revirou seus olhos cianos e deitou na grama macia, mordiscando o esquilo. 

_Aí está ela! Ei, Pata da Noite! Conte a eles como eu peguei aquela raposa!- a voz animada do aprendiz listrado fez a gata sentar e rolar os olhos mais uma vez, só que, divertida.

_Sei. Aquela que eu ajudei a matar?-provocou, retesando as orelhas. O gato marrom-dourado pôs a língua rosada para fora e continou contando sobre a sua aventura.

Após devorar o esquilo, a aprendiz adentrou a toca e esticou as patas doloridas. Deitou em sua cama de musgo e suspirou. Mas um dia como qualquer outro...


Notas Finais


Miau!
Espero que tenham gostado!
Comentem!
Lambidas!🐱


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...