História A magia e a guerra - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach, Fairy Tail, Naruto
Personagens Akamaru, Byakuya Kuchiki, Ichigo Kurosaki, Jellal Fernandes, Kiba Inuzuka, Lucy Heartfilia, Meredy, Naruto Uzumaki, Natsu Dragneel, Nelliel Tu Odelschwanck, Renji Abarai, Rock Lee, Rukia Kuchiki, Zabuza Momochi
Tags Aventura, Guerra, Interativa, Magia, Medieval, Natsu Dark, Viagens
Exibições 67
Palavras 1.847
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shounen, Sobrenatural, Super Power, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


demorei né? tava meio corrido esses dias então o capitulo atrasou mas não se preocupem pois estou tentando normalizar a situação. Espero que gostem do capitulo.

Capítulo 4 - Caçando homens e monstros


Fanfic / Fanfiction A magia e a guerra - Capítulo 4 - Caçando homens e monstros

Naruto e Kiba logo chegaram a uma grande cidade comercial, era um lugar grande e bonito, as ruas eram limpas e bem iluminadas, era um lugar seguro e bem movimentado. Logo os dois foram a praça central da vila onde ficava um grande bazar, era um lugar animado e divertido e ao andar um pouco pela região os dois voltaram a conversar:

- Lugar legal né? Aposto que eles vendem todo tipo de coisa por aqui – falou Kiba olhando ao redor- e então onde vamos ficar?

- Primeiro temos que achar algo muito importante- falou o sábio dando um gole na água do cantil- então podemos pensar em nos esconder.

- E o que é?

- Um restaurante de macarrão.

- Isso é uma piada né? Você está sendo caçado por um assassino e a única coisa que consegue pensar é comer!

- Eu penso melhor de barriga cheia.

- Então se vira – o caçador começou a andar irritado com o seu cão- depois a gente se encontra.

- Aonde você vai?

- Achar um ferreiro, flechas e facas não caem do céu.

Os dois se separaram e logo Naruto achou o que tanto procurava, era uma loja pequena e simples, era basicamente um balcão com umas poucas cadeiras na frente quase no meio da rua. Ele se sentou fez o seu pedido e começou a devorar o grande prato de macarrão, passado algum tempo que ele havia comido um cara estranho chegou a loja.

Ele devia ter a mesma idade que o loiro, vestia somente umas calças marrons surradas e bandagens nos braços e pés deixando de fora o corpo musculoso e trabalhado, além disso, ele tinha um corte de cabalo igual uma tigela. O rapaz foi ao balcão e cheio de educação começou a fazer perguntas ao vendedor:

- Com licença o senhor poderia me responder umas perguntas?

- Mais é claro rapaz, o que quer saber?

- É verdade que santuário da pedra azul fica num rio ao sul da vila?

- Sim é verdade, mas é melhor você ficar longe daquele lugar garoto, tem um tipo de monstro cobra por lá já faz um tempo então não é nem um pouco seguro.

- Mas aquele é um lugar sagrado! – ele falava indignado- Por que ninguém fez nada?

- A guarda da cidade está ocupada com uns grupos de ladrões que estão atacando a região, então eles não tem tempo para matar o bicho.

- Desculpe pelo incômodo.

Ele falou zangado enquanto ia embora do lugar, nessa hora Naruto seguiu o rapaz e depois de andarem um pouco ele o chamou:

- Você está indo matar aquela cobra não é?

- O que te faz pensar isso estranho?

- Alguém com tanto respeito e educação como você ficaria realmente puto ao ver um monumento aos mortos profanado, não é?

- Não quero faltar com respeito ao senhor, mas o que isso lhe diz respeito?

- Tudo, e é por que eu quero ajudar – ele disse estendendo a mão- Eu sou Naruto Uzumaki, sábio.

O rapaz respondeu ao gesto apertando a mão do loiro.

- Rock Lee, lutador.

Em outro lugar na mesma cidade.

Kiba saia do ferreiro com as suas armas novas e então foi andando por uma rua parada, já era tarde então a luz laranja do sol mal iluminava o lugar, mas ainda havia algumas pessoas lá e entre essas havia três homens que chamavam a atenção. Eles estavam mal vestidos e sujos, sussurrando perto de um murro e o caçador conseguia ver algumas facas e punhais mal guardados nos cintos, eram obviamente assaltantes só que o caçador decidiu ignora-los afinal não era problema dele desde que eles não tentassem rouba-lo.

Ele foi passado reto pelos homens quando viu um homem estranho ir direto até eles, ele era alto e forte com cabelos vermelhos como fogo, usava um kimono preto com um colete de pele por cima e uma katana que tinha o cabo vermelho. Ele foi andando direto ate os meliantes e sem disser nada os atacou, sem tirar a lamina da bainha ele deu um golpe forte na cabeça do primeiro girando a espada em torno do corpo e o movimento foi tão rápido que o apagou na hora, ele então deu um soco poderoso no segundo que estava de costas para o muro e com isso quebrou o nariz do cara o fazendo cair no chão se encolhendo de tanta dor e antes mesmo que o terceiro bandido pudesse fugir ele o agarrou pelo pescoço e o ergueu no alto.

Kiba ficou assistindo impressionado enquanto o espadachim derrotava os três sem nem suar, o homem de cabelos vermelhos então começou a interrogar o ultimo criminoso:

- Onde está Zabuza Momochi?

- Q - que?- o meliante falava gaguejando assustado-  e- eu não sei de n- nada!

O samurai então jogou o homem no chão e com uma voz fria falou colocando uma espada em sua garganta:

- Não me faça repetir, fale logo ou a ultima coisa que vai ver vai ser a minha lamina.

- Eu sei onde ele pode está – interrompeu Kiba que estava assistindo de perto- e posso te ajudar a pegar ele.

- Muito bem- o samurai falou tirando a espada do pescoço do vagabundo e olhando direto para o caçador- fale o que sabe.

 Os quatro homens se encontraram no portão do vilarejo e começaram a explicar todo o ocorrido e o que planejavam. Rock Lee era um viajante e se dedicava a manter a paz e gostava visitar os monumentos dos lugares e por isso não conseguia aceitar que algum monstro profanasse o santuário de um herói caído e ao ouvir isso Naruto achou que seria uma ótima oportunidade de conseguir a história que Kiba tanto queria. Já com Renji o samurai era diferente, ele estava caçando Zabuza por ordem do seu clã afinal o homem era um ronin e assassino, já que Naruto estava sendo caçado pelo matador ele decidiu acompanhar os viajantes até ele aparecer e assim lidar com ele, mas Lee fez uma intervenção:

- Voce não se envergonha de usa-los como isca?

- E você não tem vergonha de usa-los para sua caçada pessoal?- o samurai retrucou sério- Além disso, eu estou fazendo um favor escoltando eles.

- Bem vamos parar com o bate-boca e ir logo até o santuário – Naruto falou cortando a discussão- afinal o monstro e o mercenário não vão se caçar sozinhos, onde você disse que fica o lugar mesmo Lee?

- Ao sul daqui, perto de um rio.

- E o que estamos esperando – falou Kiba animado- vamos lá!

Então os quatro foram andando pela estrada.

 Eles chegaram pela noite na floresta onde o rio passava o que era bom já que as cobras eram mais ativas àquela hora e seria mais fácil de encontra-la, logo Kiba, Akamaru e Lee foram procurar rastros do monstro enquanto Naruto e Renji foram até o santuário procurar a criatura. E no caminho começaram a conversar:

- Naruto você não me disse o mais importante.

- E o que seria?

- Por que Zabuza Momochi um mercenário que gosta de caçar os alvos mais difíceis e perigosos viria atrás de um simples viajante?

- Bem eu... – ele fez uma pausa pensando no que ia falar o que deixou o samurai desconfiado- eu participei de uma campanha militar uns tempos atrás, talvez seja por isso.

- E que campanha foi essa?

- Bem talvez seja melhor nos preocuparmos com aquilo ali.

Ele falou apontando para o santuário perto do rio, que na verdade não passava com um pilar com o nome de vários guerreiros mortos em batalha, mas havia algo mais o monumento estava coberto de sangue fazendo a pedra cinzenta ficar vermelha como vinho. Eles começaram a analisar o lugar e acharam vários ossos espalhados por lá, o cheiro de morte e sangue era horrível e o que quer que tenha feito aquilo usou mais de uma vitima, então eles ouviram um barulho perturbador no meio daquele silencio era um tipo de borbulhar como se alguém estivesse fervendo água e então o ataque veio.

A cobra gigante deu o bote de dentro da água e atacou os dois, mas Renji foi rápido e colocou a espada com a bainha entre as presas da cobra parando o seu ataque com toda a sua força nesse tempo Naruto correu e agarrou o corpo da cobra então ele focou toda a magia que pode em seus músculos ganhando por um instante uma força gigante que usou para jogar a besta para longe. Nisso eles conseguiram dar uma olhada melhor na cobra, ela devia ter por volta de uns seis metros de comprimento e tinha as escamas numa cor verde esmeralda, eles puxaram as espadas e ficaram esperando o próximo movimento do monstro o que não demorou, pois no próximo instante ele deu outro bote para cima dos guerreiros.

A cobra era rápida e os dois rapazes só tiveram tempo para se jogar para o lado e antes que conseguissem se levantar ela deslizou em torno deles criando um circulo com o seu corpo para prendê-los, o sábio sabia que podia mata-la com magia, mas se usasse um feitiço muito poderoso podia ferir o samurai ao seu lado. Então eles ouviram dois assobios rápidos e quando viram havia duas flechas presas na cobra uma no olho e outra na cabeça, eles aproveitaram que a fera estava atordoada pela dor e correram para a margem, então viram que era o caçador que tinha atacado de cima de um galho. A vitória foi pequena já que pouco tempo depois a criatura atacou Kiba com um bote certeiro, mas com um pequeno salto ele desviou do golpe pulando no chão para junto dos companheiros.

Logo ouvindo o barulho da luta Lee os achou e veio correndo ajuda-los e ficou ao lado deles a margem do rio, então do nada o sábio gritou com a respiração pesada:

- SE AFASTEM AGORA!!!

Assustados com o grito os três andaram para trás e viram quando o sábio começou a soprar, mas o que saiu foi uma gigantesca nuvem de  fogo que assustou a cobra a fazendo recuar, o lutador então correu pela esquerda contornando as chamas numa velocidade incrível e acertou um chute giratório na cabeça da serpente que caiu atordoada no chão, os outros não perderam tempo e enquanto Kiba e Lee seguravam o monstro para que não fugisse e então o samurai atravessou a serpente com sua katana. Quando a fera escamada parou de se debater eles se afastaram para descansar a margem do rio. Enquanto o samurai ficava olhando a mata procurando algo  então ele foi chamado:

- Procurando o Zabuza? Duvido que ele apareça para enfrentar tanta gente – Naruto falou bebendo a água do riacho- depois a gente procura ele.

- Você vai procurar o homem que quer te matar? – perguntou Lee- Isso chega a ser quase tão incrível quanto soprar uma nuvem de chamas, como fez aquilo?

- Magia, também posso fazer com cachaça mais não fica tão legal.

O sábio respondeu irônico.


Notas Finais


emocionante não? espero que tenham gostado, comentem o que acharam. Ajuda pra caramba


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...