História A Maldição do Tigre - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Maldição do Tigre
Personagens Alagan Dhiren Rajaram (Tigre Branco "Ren"), Durga, Kelsey Hayes, Li, Lokesh, Nilima, Sohan Kishan Rajaram (Tigre Negro), Sr. Kadam
Tags Livro
Exibições 15
Palavras 430
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Adultério
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiin personas, entom eu quero dizer que essa história nom é de minha autoria, eu vou escrever aqui, a história de um livro que eu li e quero divulgar ele.. entom é isso....

A MALDIÇÃO DO TIGRE - AUTORA: Colleen Houck

Capítulo 1 - Prólogo  A maldição




O prisioneiro estava com as mãos amarradas diante do corpo, cansado, subjugado e imundo, mas com uma postura altiva digna de sua herança indiana real. Seu captor, Lokesh, olhava-o com desdém, sentado em um trono dourado, luxuosamente esculpido. Pilares brancos erguiam-se como sentinelas em torno do salão. Nem sequer um murmúrio de brisa da selva passava pelas cortinas transparentes. Tudo o que o prisioneiro podia ouvir era o tilintar rítmico dos anéis ornados com pedras preciosas de Lokesh batendo na lateral do trono dourado. Lokesh olhava-o de cima, os olhos estreitados, insolentes e triunfantes. 

O homem preso era o príncipe de um reino indiano chamado Mujulaain. Oficialmente, seu título atual era príncipe e Sumo Protetor do império de Mujulaain, mas ele preferia pensar em si mesmo apenas como o filho de seu pai.

O fato de Lukesh, o rajá de um pequeno reino vizinho chamado Bhreenam, ter sequestrado o príncipe não era tão surpreendente quanto saber quem se encontrava sentado ao lado de Lokesh: Yesubai, a filha do rajá e noiva do prisioneiro, e o irmão mais jovem do príncipe, Kishan. O cativo estudou os três, mas somente Lokesh sustentou seu olhar determinado. Sob a camisa, o amuleto de pedra do príncipe, repousava frio sobre sua pele, enquanto irá percorria-lhe o corpo.

O prisioneiro falou primeiro, lutando para manter longe de sua voz o sentimento de traição:

- Porque o meu futuro pai me trata com tamanha falta de hospitalidade?

Indiferente, Lokesh fixou um sorriso deliberado em seu rosto.

 - Meu caro príncipe, você tem algo que eu desejo.

- Nada que você pudesse querer justifica isso. Nossos reinos não estão prestes a se unir? Tudo o que tenho esta à sua disposição. Você só precisava pedir. Por que fez isso?

Lokesh esfregou o maxilar, os olhos brilhando.

- Planos mudam. Parece que seu irmão gostaria de tomar minha filha como noiva. Ele me prometeu certas recompensas  se eu o ajudar a alcançar esse objetivo. 

O príncipe voltou sua atenção para Yesubai, que, com o rosto ruborizado, exibia uma pose submisa e recatada, com a cabeça baixa. Esperava-se que seu casamento arranjado com a moça desse início a uma era de paz entre os dois reinos. Ele estivera ausente pelos últimos quatro meses, supervisionando operações militares numa região distante, e deixara ao irmão a incumbência de cuidar do reino.

Então Kishan estava cuidando de outras coisas além do reino.

O prisioneiro avançou, destemido, encarou Lokesh e o desafiou:

- Você enganou a todos nós. É como uma cobra enrodilhado, escondida em um cesto esperando o momento de dar no bote.

Ele alargou o olhar para incluir o irmão e a noiva.


Notas Finais


Bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...