História A Máscara de Ódio - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Alícia Gusman, Carmen Carrilho, Daniel Zapata, Jorge Cavalieri, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Mário Ayala, Paulo Guerra
Tags Carmiel, Jorgeriga, Marilina, Paulicia
Exibições 266
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Spoilers, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capitulo 4- Me desculpa.


POV Margarida

O que será que ele quer falar comgo?

- Jorge: Me desculpa!

Aquilo me surpreendeu, eu esperava de tudo menos isso!

- Jorge: Eu sei que te tratei mal mais eu não tive escolha!

- Margarida: como assim não teve escolha?

- Jorge: Eu sempre fui desse jeito assim, que eu te tratei mal, mais eu mudei, mais ninguém acredita e se eu te tratasse bem meu irmão ia falar que eu estava fingindo e eu queria aprontar com você, mais eu não quero isso, você entende, eles não querem acreditar que eu mudei, e quando eu ajo assim eles falam que eu tenho segundas intenções.

- Margarida: entendo, já passei por isso!

- Jorge: Sério?

- Margarida: sim, eu era dessas patricinhas que vivia se agarrando com qualquer um sabe? Então eu mudei mais ninguém acreditou por isso eu mudei de escola e fui para a Mundial.

- Jorge: Sabe eu sempre gostei muito do seu grupo, vocês parecem ser muito unidos.

- Margarida: E somos, só o Paulo e a Alicia que dizem se odiar, mais no fundo agente sabe que eles se amam.

- Jorge: O meu não é assim, é cada um por si.

- Margarida: Da para ver, e eu sei como são esses grupinhos não tenho nem um pouco de orgulho de dizer que eu já fiz parte de um desses.

- Jorge: Isso nós temos em comum.

- Margarida: Você não esta feliz com eles né?

- Jorge: Nem um pouco.

- Margarida: então por que não vem para o nosso.

- Jorge: An?

- Margarida: Isso mesmo, vem para o nosso, você não está feliz com eles.

- Jorge: Você acha que seus amigos me aceitariam?

- Margarida: Claro o Daniel é o líder e ele é super de boas, tenho certeza que vão deixar você entrar, olha amanhã vai ter reunião na casa abandonada ai eu aproveito e falo com eles ok.

- Jorge: ok.

- Margarida: Então amanhã eu passo aqui e agente vai junto para essa reunião ta?

- Jorge: Ta. Só que até essa reunião vamos fingir que ainda não fomos um com a cara do outro.

- Margarida: ta bom.

POV Marco

Eu fui ao banheiro, acho que não vai acontecer nada enquanto eu estiver fora, eu quero o meu irmão bem longe da Margarida é bom mesmo ele estar maltratando ela, e eu a defendendo, não vai demorar muito para ela se apaixonar por mim! Meu irmão é o mais bonito de nós dois sempre consegue a garota que eu quero e pior ele nunca é afim delas, tipo eu to afim de uma garota mais ela acaba se apaixonando pelo meu irmão, eu até pintei meu cabelo para ficar mais parecido com ele, mais não adianta elas sempre preferem ele do que a mim, eu já namorei a Nicole, mais de inicio ela queria me irmão depois que ela quis ficar comigo, nós terminamos por que ela estava me traindo, mais eu também estava traindo ela, e agora somos amigos, quando terminamos fizemos uma aposta, pra ver se conseguiríamos ficar com alguém do grupo dos esquisitos, sim esquisitos porque é tudo misturado três marrentos, uma caipira, uma meiga, e dois nerds, apostamos que ela teria que namorar o Paulo Guerra, e eu a caipira da Margarida Garcia.

POV Paulo

Depois que a Nicole foi embora não saia da minha cabeça a cena de quando os três entraram no meu quarto e viram eu e a Nicole nos beijando, o jeito que a Alicia ficou... posso jurar que vi uma lagrima caindo, mais deve ser só impressão nunca que a Alicia, iria chorar por mim, ela me odeia, para ser sincero eu nem sei por que a odeio, sei que ela só me odeia por que eu trato ela mal, mas na verdade eu nem sei por que eu faço isso eu enfiei na minha cabeça que a odeio.

NO DIA SEGUINTE

Eu estava em casa sem fazer nada tinha mandado uma mensagem para a Nicole vir aqui em casa, estava esperando ela chegar até que a campainha toca, eu atendo era ela, digamos que agora agente tinha uma amizade colorida, nos sentamos no sofá conversamos um pouco mais quando agente ia se beijar a campainha toca e eu pude ouvir um grito da Marcelina:

- Marcelina: EU ATENDOO (n/a: quando eu colocar as letras maiúsculas assim é por que o personagem esta gritando)

Ta bom eu não ia atender mesmo, minha irmã desce como o flash, parou em frente a porta respirou fundo se ajeitou um pouco, e abriu a porta, e quando eu vi o Mario passar pela porta e dar um abraço na minha irmã, meu sangue fervel.

- Paulo: Que palhaçada é essa??!!

- Marcelina: ai Paulo não é nada.

- Paulo: onde- vocês vão?

- Mario: o-o-o onde n-n nós v-v-v-v vamos?

Ele disse gaguejando isso me deixou ainda mais desconfiado.

- Marcelina: Eu e o Mario vamos sair algum problema?

- Paulo: Claro.

- Marcelina: Que pena por que agente vai assim mesmo, e você não pode fazer nada para nos im pedir, vamos Mario.

Ela disse o puxando pela mão para fora, e me deixando ali com cara de tacho.

POV ALICIA

A Marce convocou uma reunião sem o Paulo, e até agora e estou tentando entender o por que dela, todos já estamos na casa abandonada, menos a senhorita Marcelina e o senhor Mario, onde os dois se meteram?

- Mario: Marce você sabe que seu irmão vai me matar?
- Marcelina: a vai nada Mario, para de frescura.

- Margarida: chegaram!

- Alicia: Finalmente!

- Carmem: Já tava demorando!

- Daniel: Estão atrasados exatamente 15 minutos 20 segundos.

- Marcelina: t ata que seja.

- Mario: Aconteceu uns contratempos.

- Marcelina: chamado Paulo.

- Alicia: Já devia imaginar!

- Daniel: Marce antes de você começar, a Margarida queria fazer uma pergunta.

- Marcelina: Ta bom.

- Margarida: Bom gente, esse daqui é o Jorge, e eu queria saber se ele pode entrar no nosso grupo.

Ela contou toda a história para a gente, e depois todos nós menos os dois fomos para um canto e debatemos isso.

- Daniel: Bom a resposta para a entrada do Jorge no nosso grupo é...................... Sim.

Os dois começaram a comemorar e até  se abraçaram, um ai tem coisa.


Notas Finais


OOii Gostaram do capitulo?? E da capa vocês gostaram digam ai nos comentarios. No proximo capitulo vai rolar beijo e não vai ser do Paulo e da Nicole!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...