História A melhor amiga de Niall Horan - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais
Tags Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 61
Palavras 1.939
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteii , boa leitura <3
-
Desculpe se tiver erros.

Capítulo 20 - Capítulo 19 - Ruim Para outros.


Fanfic / Fanfiction A melhor amiga de Niall Horan - Capítulo 20 - Capítulo 19 - Ruim Para outros.

A noite não havia começado bem. Logo no início, fomos encaminhados para uma saleta onde o assessor de imprensa nos daria informações sobre o red carpet. Ele nos disse eu precisaria ter Liam como acompanhante para não incitar a polêmica de mim e Niall, já que tínhamos optado por não assumir nada. Fui praticamente obrigada a ver meu Nini sozinho (além de dar mais bandeira para Anitta). Fora esses acontecimentos, eu não tinha do que reclamar, Liam era um gentleman nato.

         Em pouco tempo, tivemos que nos sentar, pois a cerimônia estava prestes a ter início. Harry e Carla estavam aos beijos na mesa, após ele colocar seu brilhante plano em prática. Por um momento, imaginei que fossemos eu e Niall ali, que ele tivesse assumido nosso namoro e me dado aquele beijo... mas não foi isso que aconteceu, não é mesmo? Fui despertada de meus pensamentos com um sussurro em meu ouvido, que logo identifiquei ser de Niall.

         - Você está muito linda hoje, baixinha. – a frase me deixou feliz por alguns segundos, sorri de volta para ele e retomei minha postura. Rapidamente digitei uma mensagem para ele dizendo “        Você está bem mais que eu” e foi a única coisa que deu tempo, pois as luzes se apagaram e deram lugar a holofotes de diversas cores, até me assustei com a intensidade da nova iluminação.

-

         A premiação foi ótima, mas não posso negar que foi um pouco entediante. Os meninos não fizeram apresentação alguma e nem foram indicados, portanto só ficávamos sentados e batíamos palmas quando o nome do vencedor era anunciado. Recebemos convite para ir a um after party na casa de Anitta, coincidentemente a grande personalidade da noite.

         - Vamos dançar, Pearly! – fui puxada por Liam em direção à pista de dança da ampla casa onde a festa ocorria. “Paradinha” tocava e eu tive que admitir, Anitta era talentosa. Bem, ela podia ser talentosa o quanto quisesse, contanto que fosse bem longe do meu namorado. Ou podia ser amiga, sem segundas intenções.

         - Yo te quiero ver enloquecer, quiero provocarte vas a ver que cuando quiero algo yo lo puedo hacer... – cantei, enquanto tentava dar o meu melhor na dança, algo que nunca fui muito fã.

         - Nossa, isso é engraçado – Liam disse, rindo de algo que eu não sabia. – Sempre que eu vejo músicas em espanhol, tenho muita dificuldade para entender e só fico enrolando com qualquer palavra que vier a mente.

         - É fácil, juro. Olha, repete: Tienes miedo, tu me quieres, solo a tu manera, yo no soy santa tengo atitud si, no soy fácil...

         - AHN? – Ele de fato tentou repetir, porém não entendi uma palavra sequer. – Você é a melhor, Pearly. Consegue falar inglês e espanhol com perfeição, dança muito bem e não duvido de mais nada, tudo com 15 anos! Na sua idade eu gritava se visse uma colher.

         - Me engana que eu gosto, haha. Se eu trouxer uma colher aqui tu gritas igualzinho. – rimos juntos. Liam sempre foi uma ótima companhia, me fazia sentir bem... ele apenas não era o Niall. Por falar no mesmo, já estava socializando com artistas brasileiros. A personalidade do meu namorado era incrível, algo que eu almejara um dia ter. Niall simplesmente não conseguia entrar em um lugar e não fazer amizades, compartilhar historias e risadas. Um dos motivos pelos quais eu o amava.

-

Em um momento, após conversarmos sobre os mais diversos assuntos, Liam comentou que estávamos numa festa onde fotógrafos eram proibidos terminantemente. Fui correndo atrás de Niall para passarmos um tempo juntos e me deparei com o que eu mais temia naquela noite: uma casual conversa dele com Anitta. Me afastei lentamente, contudo fui interrompida.

         - Olha quem está aqui, a Pérola! – ele me olhou e voltei imediatamente, cumprimentando a amiga. Não pude deixar de notar que ele me chamou de “Pérola” e não de “baixinha”, como sempre. Mas claramente era só por esconder o namoro.

         - Olá, tudo bem? Meu nome é Pérola. E parabéns por seus prêmios! – disse, em português, oferecendo um aperto de mão.

         - Menina, como se eu não te conhecesse. Niall me fala de você toda hora! Vocês são muito fofos juntos! Eu vi seu tweet negando um relacionamento, mas não acreditei muito hein? Podem me dizer a verdade, essa é uma festa sem paparazzis– voltamos a falar em inglês, ao percebermos que Niall estava boiando na conversa.

         - Tudo bem, você nos pegou. Completaremos um mês em alguns dias! – ele respondeu, rindo genuinamente (como eu amo aquela risada... ai, parei) e me puxando para mais perto pela cintura.

         - Eu sabia! Já shippo demais, OTP supremo! Enfim, bom falar com vocês, preciso cumprimentar outras pessoas. –  

e saiu, se despedindo com dois beijinhos em cada um de nós. 

         Depois daquela conversa, relaxei. Ela me passara confiança e pareceu ser legal. Andei com Niall pela festa, paramos em uma sacada e ficamos ali, apenas observando a vista privilegiada do Rio de Janeiro mostrada pela varanda.

         O silêncio já havia se tornado constrangedor no momento em que resolvi fazer uma última pergunta para Niall e encerrar o assunto “Anitta” de vez.

         - Nini, você e a Anitta já... ficaram? – perguntei com cautela. – Não vou mentir, passei a noite inteira me remoendo em relação a isso, com medo de que ela tivesse segundas intenções e você me trocasse por ela. – continuei, sentindo um misto de medo e ansiedade pela resposta.  Era incrível como eu não conseguia manter segredos de meu namorado por muito tempo, parecia que tínhamos a necessidade de falarmos um com o outro sobre absolutamente tudo para podermos nos sentir bem.

         - Vou ser honesto: Já. Em um after party que aconteceu após nosso show aqui no Rio, em 2014, eu a conheci, assim como Liam, Harry, Louis e até mesmo o Zayn. Eles acharam ela um pouco antipática e preferiram não ficar muito próximos, já eu a considerei uma pessoa legal, fácil de manter uma amizade. Lá pelo meio da madrugada, completamente consumidos pela bebida, nós nos beijamos algumas vezes. Diversas, para ser 100% sincero. Mas depois disso, tentamos manter contato, tentamos uma amizade pública e nada deu certo. E que história é essa? Eu nunca te trocaria por ninguém! Baixinha, você pode não entender, mas eu te amo. Mesmo! Nenhum de nós tem garantia do que vai acontecer daqui para frente, a nossa única certeza que temos é o agora. E agora a minha única certeza é que eu amo você, então espero muito que um dia você consiga entender pelo menos um terço do amor avassalador que eu sinto. – ele respondeu, como se discursara uma trajetória de vida. Naquele exato segundo eu senti o peso da frase “soco no estômago” e mesmo após toda a declaração sobre amor, a única coisa que consegui fazer foi sair correndo. E dessa vez, nem tentei segurar as lágrimas.

         Procurei por todos os meninos de forma desesperadora, até que encontrei Harry e Carla em uma mesa de bar. Os dois ouviram minha voz simultaneamente e minha prima logo me deu um abraço fraterno, indicando para Harry que era o momento de ir embora. Entramos em um carro blindado semelhante ao veículo de transporte da ida. Durante todo o percurso apenas chorei sem pronunciar uma palavra sequer, enquanto meu amigo e minha prima me abraçavam juntos, entendendo que aquele não era meu momento de falar.

         Ao chegarmos no quarto de hotel dos dois, Carla me mandou sentar enquanto Harry ofereceu uma água, a qual aceitei prontamente.

         - Conte – os dois ordenaram, em uníssono. Respirei profundamente, tomei um gole da água e soltei logo tudo de uma vez, sem pausa:

         - Fui andar pela casa, vi Niall e Anitta conversando – nesse momento Carla mudou sua expressão – meu instinto me mandou ir lá falar com eles, ela me pareceu legal, vimos estrelas e Niall me disse que já beijou ela! E para piorar, usou a frase ‘diversas vezes’. Ele me falou que estava consumido pela bebida, mas eu sei que não era bem assim – agora Harry riu – ele não me ama mais, gente! O amor da minha vida não me ama mais! Eu vou morrer sozinha, morar com 25 gatos e ter um regime a base de chocolate, além da obesidade mórbida!

         - Primeiro, se acalme. Segundo, ele verbalizou que não te ama mais? – Carla perguntou, preocupada. Harry ouviu tudo e permaneceu calado, suponho eu que ele estava tentando entrar na minha mente e entender o motivo da minha mágoa, já que Niall sequer me conhecia. Virei a cabeça da esquerda para a direita mostrando um não, e ela continuou.

         - Então não adianta ficar chateada por algo que sua cabeça criou. Niall não te conhecia, não namorava, ele tinha mais do que direito de ir pra after-parties com amigos e beber. E qual o mal dele ter beijado ela? Um jovem de 21 anos não pode curtir? Eu te afirmo que ele te ama, é visível na forma como ele te olha de manhã. Quando estávamos viajando, todos nós nos encantávamos por essa atração de vocês. Não há motivo para ficar triste, prima. Se você ficou magoada, converse com ele. Direito, se mostrando compreensiva. Niall é uma ótima pessoa, tem uma personalidade deslumbrante e... – ela foi interrompida por Harry.

         - Por falar na pessoa, Niall está no hall do hotel. Pelo visto, fotógrafos no lado externo da casa nos viram sair da festa e agora as fotos estão sendo veiculadas em tudo quanto é jornal. Converse com ele, Pearly. De forma madura e correta. – ele disse, me guiando até o elevador.

         - Vem cá, você precisa de um abraço. – Harry me deu um abração forte. Seguimos para o hall onde ele me deixou com Niall e foi embora repentinamente, com a desculpa que precisávamos conversar. Marchei em silêncio até o veículo estacionado e o clima permaneceu até chegarmos em minha casa.

-

- Precisamos conversar. Como adultos. Mesmo que eu não seja tecnicamente uma adulta, mas você me entendeu. – Niall assentiu.

- Então...

- Então... eu fiquei muito magoada quando você me disse que já ficou com a Anitta. – iniciei, nervosa.

- Mas você nem me conhecia!

- Eu sei, parece estúpido da minha parte. Mas mesmo que isso soe egoísta, eu não gosto de te imaginar beijando outra mulher, outra pessoa que não seja eu. A Anitta, cara! A menina é linda, bem-sucedida e a diferença de idade de vocês é mínima. Em fato, ela é até mais velha que você. Eu sou o quê? 8 anos mais nova, nem trabalhar eu trabalho e muito menos tenho o corpo perfeito! Eu sinceramente não sei o que você possivelmente viu em mim.

- Pérola, Pérola, me olhe. O que você viu em mim que te apaixonou?

- Ah, eu vi em você uma pessoa que me faz sentir bem, especial, se importa comigo, me anima, me faz sorrir e me sentir feliz.

- Percebeu? Você não se apaixona pelo exterior da pessoa, e sim pelo que há dentro dela. E no quesito beleza, você ganhava dela facilmente – ele me disse, me olhando de cima a baixo. Baixinha, eu quero que você acabe com todas essas inseguranças agora. Entenda, eu já disse há algumas horas e vou repetir: eu te amo além das barreiras imagináveis, e você não tem nem ideia disso. Realmente espero que um dia você tenha ideia de pelo menos um terço do meu amor. – lhe dei um abraço. – Para quê isso? – continuou.

- Baixinha... eu sentia falta desse apelido, mesmo que só por essa noite. E sobre seu discurso, eu também te amo além das barreiras imagináveis e definitivamente de forma avassaladora... Nini.


Notas Finais


espero que vocês tenham gostado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...