História A Menina Do Vestido Azul - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Magia, Misterios, Revelaçoes, Sonhos
Visualizações 6
Palavras 503
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 16 - Um despertar para o amor


Fanfic / Fanfiction A Menina Do Vestido Azul - Capítulo 16 - Um despertar para o amor

Capítulo 16 - Um despertar para o amor

Hanna viu algo dentro dela se manifestar, mas ficou completamente chocada com o que viu que fez. Hanna desmaiou e acordou de seu longo sonho e perguntou para si mesma:

- Cadê as meninas?

Ela começou a procurar por todos os cantos e não as encontrou em lugar nenhum pela casa. Ela resolveu sair e procurar pela floresta. No caminho encontrou um menino, só que ela não sabia que era o primo da Lili. Então, ela tropeçou numa pedra e ele a segurou. Ele a olhou de uma forma que nunca tinha olhado pra nenhuma garota, pois viu um brilho especial um seus olhos. Ele sentiu seu coração acelerado, mãos suadas e um calor corporal interno. Ela agradeceu a ajuda e se apresentou:

- Oi, sou Hanna. Muito obrigado por sua ajuda!

- Prazer, sou Rishter.

- Me desculpe por aperecer assim mas estou procurando minhas amigas.

- E quem seriam suas amigas?

- Sara, Lili e Aninha.

- Eu sei quem elas são, porque a Lili é minha prima e suas amigas estiveram na minha casa.

- Então, se não estiver muito ocupado, pode me ajudar?!

- Cla... cla... claro que sim.

Ela não o olhou da mesma forma que ele e nem quis comentar nada para que ele não pensasse que ela era um monstro e saísse com medo.

- Então, você é um mago!

- Sim. Minha prima é uma aprendiz muito nova e imatura para saber as responsabilidades de um clã da magia. Ela está destinada a ser uma grande feiticeira.

- Fico feliz por ela ter um primo tão bom e gentil como você. Ela deve gostar muito de você!

- Pra falar a verdade, ela e eu não nos damos muito bem.

- Por que não? Ela é muito doce e você é muito gentil.

- Mas você acabou de me conhecer e não sabe nada de mim, além do meu nome. Então, como pode dizer que sou gentil sem nem ao menos me conhecer?

- Por que eu reconheço quando alguém está sendo verdadeiro e tem um bom coração.

- Suas palavras são muito bonitas.

- Eu só falei a verdade.

Ele começou a se sentir ainda mais atraído por ela, embora ela não sentisse nenhum desse tipo de atração por ele, além de sentir confiança. Mas essa atração que ele sentia por Hanna é amor ou só uma paixão passageira? Apesar de sua idade, Rishter tinha corpo e alma de adolescente. Hanna se perguntava se o que ela viu no sonho era real ou só um sonho mas não conseguia pensar que machucou alguém em seu próprio sonho. Ela decidiu continuar procurando e estava quase desistindo até encontrar uma fita de cabelo da Aninha. Será que ela irá desistir? O amor baterá na porta de Hanna? Será que foi um sonho ou ela realmente tem poderes? Mas o que aconteceu às meninas? Que perigo os espera? O que irá acontecer? Haverá uma resposta? Descubra no próximo capítulo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...